FUNDAMENTOS DA PSICOLOGIA NO ENSINO DA MATEMÁTICA

PERSPECTIVA DE JOSÉ RIBEIRO ESCOBAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30938/bocehm.v8i22.4470

Palavras-chave:

Educação Pública; Educação Matemática; Psicologia; Escola Nova; Didática.

Resumo

Este ensaio teórico tem como objetivo refletir sobre os fundamentos da Psicologia no ensino da Matemática no início do século XX, por meio dos artigos publicados por José Ribeiro Escobar. Ele teve uma grande contribuição e participação na educação brasileira participando de inquéritos, debates, discussões políticas, organizando cursos de formação ao professorado, engajado na produção de saberes, na formação de professores e no ensino. Agregava o rol de intelectuais e experts que discutiam a área educacional no começo do século XX, ao lado de outros educadores, identicamente influentes, publicava na impressa suas convicções acerca da educação brasileira. Com o movimento escolanovista umas séries de variações ocorreram, a educação voltou-se para às necessidades de cada aluno, observando suas especificidades, suas habilidades e competência acerca de como desenvolver seu processo de aprendizagem. Escobar concordava com essas modificações, na qual a escola deveria permitir que os estudantes vivenciassem as experiências prática por meio de materiais concretos, com vistas a formação psicológica, física e educacional. Ao analisar seus trabalhos fica evidente que em quase todos os seus textos são abordados assuntos como: didática, psicologia, metodologia, ensino ativo e instrumentos de recursos como as salas ambiente, museus, bibliotecas, excursões e jogos. Para José Ribeiro Escobar existe uma linha tênue entre didática, metodologia e programa e sem a organização destes, seria impossível uma educação eficaz. Ele assegura que a compreensão do número abrange questões psicológicas, estimulação, atenção, observação, memória, inteligência superiores e tempo correto para aprender cada elemento da matemática. Ele busca nos princípios da psicologia elementos que revelam como a criança aprende o número e que fatores são necessários para um aprendizado efetivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ANA MARIA ANTUNES DE CAMPOS, PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

Doutoranda em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP. Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Pedagoga, Psicopedagoga, Especialista em Ensino Lúdico, Pós Graduada em Didática e Tendências Pedagógicas. Possui MBA em Educação Cognitiva pela UBC. Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade de Guarulhos (2007). Tem experiência na área de Educacional, com ênfase em Ensino e Aprendizagem na Sala de Aula, Formação de Educadores. Pesquisadora em Educação Matemática, Ansiedade Matemática, Discalculia e Dificuldades de Aprendizagem. Autora de artigos e livros na área educacional Atualmente é professora de Matemática - Ensino Médio.

Downloads

Publicado

2021-01-14

Como Citar

DE CAMPOS, A. M. A. FUNDAMENTOS DA PSICOLOGIA NO ENSINO DA MATEMÁTICA: PERSPECTIVA DE JOSÉ RIBEIRO ESCOBAR. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, [S. l.], v. 8, n. 22, p. 87–101, 2021. DOI: 10.30938/bocehm.v8i22.4470. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/BOCEHM/article/view/4470. Acesso em: 20 abr. 2021.