ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E AS CONTRIBUIÇÕES DA TORRE DE HANÓI NA APRENDIZAGEM DE FUNÇÃO EXPONENCIAL

  • Raul Gomes Antunes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia - Juazeiro
  • Lucas Ruan dos Santos Cardoso Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
  • João Batista Rodrigues da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Resumo

Este estudo, na modalidade de relato de experiência, tem como objetivo abordar alguns aspectos históricos da Torre de Hanói visando introduzir a lei de formação da função exponencial. Por meio de uma abordagem qualitativa, buscou-se apresentar de forma subjetiva, o entendimento dos estudantes referente à função exponencial, mediada pela história que apresenta as regras utilizadas na Torre de Hanói. Para tanto, o Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências Naturais e Matemática, após realizar algumas reflexões sobre o processo de ensino e aprendizagem no IFBA, campus Juazeiro, percebeu a necessidade de realizar atividades que envolvessem o ensino de matemática. Assim, após o planejamento da oficina, percebeu-se a necessidade de desenvolvê-la em vários momentos. O primeiro momento proporcionou o engajamento dos estudantes. No segundo momento, foram apresentadas algumas histórias do surgimento do jogo, seguida de uma atividade para recapitular as discussões. No terceiro momento, os participantes foram desafiados a refletir sobre a relação entre as peças da Torre de Hanói com a quantidade de movimentos, a partir das regras abordadas na história. No quarto momento, por meio de uma dinâmica, foi discutida a relação das grandezas e funções, usando os pés e calçados dos participantes. No quinto momento, foi entregue uma atividade com questões acerca de função exponencial e a Torre de Hanói. E, no último momento, houve uma competição com a Torre de Hanói entre os participantes. Todos os momentos da oficina foram interativos, dinâmicos e mobilizaram os conhecimentos matemáticos acerca da função exponencial e da Torre de Hanói. As discussões convergiram para estabelecer a importância da História da Matemática e do material manipulativo para a aprendizagem da função exponencial, mediada por uma sequência didática em que ficou perceptível o significado de cada elemento na construção do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raul Gomes Antunes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia - Juazeiro

Estudante do 3º ano, do curso técnico em administração integrado ao Ensino Médio.

Lucas Ruan dos Santos Cardoso, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Estudante do 2º ano, do curso técnico em segurança do trabalho integrado ao Ensino Médio.

João Batista Rodrigues da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Doutor em Educação Matemática, Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia, campus Juazeiro.

Referências

BOTAS, Dilaila; MOREIRA, Darlinda. A utilização dos materiais didáticos nas aulas de Matemática: Um estudo no 1º Ciclo. Revista Portuguesa de Educação. Portugal, v. 26, p. 254-278, mar./2013. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpe/v26n1/v26n1a10.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

COSTA, Alexandre da. Torre de Hanói, uma proposta de atividade para o ensino médio. Disponível em: < http://www.pucrs.br/edipucrs/erematsul/comunicacoes/2ALEXANDREDACOSTA.pdf> Acesso em:18 jan. de 2020

COSTA JÚNIOR, J. R.; SILVA, J. B. R; LOPES, M. M. Uma breve análise das concepções acerca da utilização do laboratório de ensino de matemática na formação inicial. VI Congresso Internacional de Ensino de Matemática: Rio Grande do Sul, n. 6 p. 1-10, jun./2013. Disponível em: http://www.conferencias.ulbra.br/index.php/ciem/vi/paper/viewFile/1192/563. Acesso em: 27 jun. 2019.

COSTA JÚNIOR; formação inicial. VI Congresso Internacional de Ensino de Matemática: Rio Grande do Sul, n. 6 p. 1-10, jun./2013. Disponível em: http://www.conferencias.ulbra.br/index.php/ciem/vi/paper/viewFile/1192/563. Acesso em: 27 jun. 2019.

DIAS, M. S.; SAITO, F. Interface entre história da matemática e ensino: uma aproximação entre historiografia e perspectiva lógico-histórica. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 4., 2009, Brasília. Anais... Brasília: SBEM, 2009. p. 1-14.

ENCONTRO REGIONAL DE ESTUDANTES DE MATEMÁTICA DA REGIÃO SUL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, 10., 2014, Bagé. A história da matemática e o processo de ensino aprendizagem. Bagé: Anais..., 2014. Disponível em: <https://eventos.unipampa.edu.br/eremat/files/2014/12/PO_oliveira_00971876070.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2020.

FIORENTINI, Dario; MIORIM, Maria Ângela. Uma reflexão sobre o uso de materiais concretos e jogos no Ensino da Matemática. Boletim SBEM-SP, São Paulo, v. 4, n. 7, p. 5-10, jul-ago, 1990

GODOY, Arilda Schmidt. Pesquisa qualitativa tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p.20-29, maio/jun 1995.

LARA, Isabel Cristina Machado de. O ensino da matemática por meio da história da matemática: possíveis articulações com a etnomatemática. Vidya, Santa Maria, v. 33, n. 2, p.51-62, jul/dez. 2013.

MASLOWSKI, Rogério José. O ensino da matemática através de jogos. CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA. 2017, Santo Ângelo.

SILVA, M. J. D. C; SCARPA, Rosilene Cristina. O ensino da matemática e a utilização de materiais concretos para a sua aprendizagem. Campinas, p. 243-247, nov./2007. Disponível em: https://repositorio.pgsskroton.com.br/bitstream/123456789/1314/1/Artigo%2033.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

VALE, Isabel; Materiais Manipuláveis. Edição. Viana do Castelo [s.n.], 2002. p. 1-54.

Publicado
2020-07-12
Como Citar
ANTUNES, R.; DOS SANTOS CARDOSO, L.; RODRIGUES DA SILVA, J. ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E AS CONTRIBUIÇÕES DA TORRE DE HANÓI NA APRENDIZAGEM DE FUNÇÃO EXPONENCIAL. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, v. 7, n. 20, p. 221-232, 12 jul. 2020.