Do transexualismo à incongruência de gênero

a despatologização na evolução das classificações diagnósticas para identidades trans

Autores

DOI:

https://doi.org/10.59487/2965-1956-3-11992

Palavras-chave:

Identidade trans, Classificações diagnósticas, Transexualismo, Transtorno de identidade de gênero, Incongruência de gênero

Resumo

Objetivo: Contribuir para o conhecimento sobre a evolução histórica das classificações diagnósticas relacionadas às identidades trans. Métodos: Trata-se de artigo de atualização realizado através de revisão bibliográfica das edições da Classificação Internacional  de  Doenças  (CID) e do Manual  Diagnóstico  e  Estatístico  de Transtornos Mentais (DSM), além de outras publicações científicas sobre a história e a evolução das classificações diagnósticas referentes às identidades trans. Resultados: As identidades trans já foram nomeadas de diversas formas nos manuais que determinam os critérios diagnósticos que compõem a nosologia médica. No DSM, houve certa gradação: o que era definido por “Transexualismo” se tornou, inicialmente, “Transtorno de identidade de gênero” e, mais recentemente, “Disforia de gênero”. Já na CID, a mudança foi mais direta: do “Transexualismo”, categoria de um subgrupo de transtornos psiquiátricos conhecido como “Transtornos da identidade sexual”, para “Incongruência de gênero”, categoria de um grupo não pertencente aos transtornos psiquiátricos, nomeado como “Condições relacionadas à saúde sexual”. Conclusão: A despatologização das identidades trans faz parte do processo de evolução do conhecimento humano que, dessa forma, contribui para a superação de antigos preconceitos e discriminações relacionadas a esse grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

American Psychiatric Association (APA). Diagnostic and Statistical Manual of Men-tal Disorders: DSM-I. Washington, DC: American Psychiatric Association; 1952.

______. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-II. Washington, DC: American Psychiatric Association; 1968.

______. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-III. Third edi-tion. Washington, DC: American Psychiatric Association; 1980.

______. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-III-R. Third edi-tion - revised.. Washington, DC: American Psychiatric Association; 1987.

______. Diagnostic and statistical manual of mental disorders: DSM-IV. Fourth edi-tion. Washington, DC: American Psychiatric Association; 1994.

______. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders: DSM-IV-TR. Forth edition- text revision. Washington, DC: American Psychiatric Association; 2000.

______. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders: DSM-V. Fifth Edi-tion. Washington, DC: American Psychiatric Association; 2013.

______. Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders: (DSM-5-TR). Fifth Edition- text revision. Washington, DC: American Psychiatric Association; 2022.

ASHLEY, Florence. The Misuse of Gender Dysphoria: Toward Greater Conceptual Clarity in Transgender Health. Perspectives on Psychological Science, 16 (6): 1159–1164. Washington: Association for Psychological Science, Jun. 2021

BECKER, Judith; JOHNSON, Bradley. Transtornos de identidade de gênero e par-afilias In: HALES, Robert; YUDOFSKY, Stuart; GABBARD, Glen (organiza-dores). Tratado de psiquiatria clínica. Porto Alegre: Artmed, 2012.

CANO-PRAIS, Hugo Alexandre; COSTA-VAL, Alexandre; SOUSA, Érica Renata. Incongruências classificatórias: uma análise dos discursos sobre as propostas da CID11 em relação às experiências trans. Cadernos Pagu, (62): 1-19. São Paulo: Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/ Universidade Estadual de Campinas, Mai-Ago. 2021.

FROTA, Ilgner Justa; MOURA, Victor Elmo Gomes Santos; FÉ, Augusto Andrade Campos de Moura, CAMPOS, Eugênio de Moura. Atualizações sobre os transtornos obsessivo-compulsivo e relacionados: histórico, aspectos clínicos e classificações contemporâneas. Revista de Medicina da UFC, 62 (1): 1-8. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, Jan-Dez. 2021.

MESQUITA, Lícia Marah Figueredo, AMARAL, Ântonia Ionésia Araújo do; REBOUÇAS, Érick Fraga; SOARES, Douglas de Sousa. Transgêneros. In: LUZ, José Henrique Sousa; RIBEIRO, Mellanie Dellylah Trinta; SOARES; Douglas de Sousa (organizadores). Sexualidade Humana: fundamentos clínicos e terapêuticos. Curitiba: CRV; 2021.

SOMBRA NETO, Luis Lopes, MARQUES, Igor Carvalho, LIMA, Thayanne Barreto; ; FÉ, Augusto Andrade Campos de Moura, CAMPOS, Eugênio de Moura. Transtorno de sintomas somáticos: histórico, aspectos clínicos e classificações contemporâneas. Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental, 1(1):53-9. Fortaleza: Sociedade Cearense de Psiquiatria e Universidade Estadual do Ceará, Jan-Dez. 2021.

SCHWEND, Amets Suess. Trans health care from a depathologization and human rights perspective. Public Health Reviews, 41(3):1-17. Londres: BioMed Research International, Jul-Set. 2020.

World Health Organization (WHO). CID-6-Manual de la clasificación estadística in-ternacional de enfermedades, traumatismos y causas de defunción. Sexta revisión de las listas internacionales de enfermedades y causas de defunción, adoptada en 1948 [Internet]. Organización Mundial de la Salud; 1950 [acesso em 2022 nov 10]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/70941.

______. CID-7-Manual of the international statistical classification of diseases, inju-ries, and causes of death. Based on the recommendations of the seventh revision Conference, 1955, and adopted by the ninth World Health Assembly under the WHO Nomenclature Regulations. World Health Organization; 1957 [acesso em 2022 nov 10]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/4290023.

______. CID-8-Manual of the international statistical classification of disease, inju-ries, and causes of death. Based on the recommendations of the eighth revision conference, 1965, and adopted by the Nineteenth World Health Assembly. World Health Organization; 1967 [acesso em 2022 nov 10]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/70935.

______. CID-9-Classificação internacional das doenças. Baseada nas recomendações da nona conferência de revisão, 1975, e adotada pela vigésima Assembléia Mundial da Saúde [Internet]. São Paulo: Centro da OMS para classificação de doenças em Portu¬guês, Ministério da Saúde/Universidade de São Paulo; 1980 [acesso em 2022 nov 10]. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/hadle/10665/70943/ICD_10_1980_v1_pt_1.pdf

______. CID-10-Mortality and Morbidity Statistics. WHO; 1992 [ acesso em 2022 nov 10]. Disponível em: htpps:///C:/Users/User/Downloads/9789241549165-V1-eng.pdf.

______. CID-11-Mortality and Morbidity Statistics. WHO; 2018 [ acesso em 2022 maio 10]. Disponível em: https://icd.who.int/browse11/l-m/en.

Downloads

Publicado

2024-06-05

Como Citar

1.
Sombra Neto LL, Luz JHS. Do transexualismo à incongruência de gênero: a despatologização na evolução das classificações diagnósticas para identidades trans. Dialog Interdis Psiq S Ment [Internet]. 5º de junho de 2024 [citado 20º de julho de 2024];3(1):e11992. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/e11992