Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental https://revistas.uece.br/index.php/dipsm <p>Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental - DIPSM é uma publicação da Sociedade Cearense de Psiquiatria em parceria com a Universidade Estadual do Ceará que busca contemplar a produção de conhecimento interdisciplinar tanto no campo acadêmico como da assistência em psiquiatria e saúde mental, além de áreas afins como neurologia, geriatria e medicina de família e comunidade. </p> <p>É um periódico eletrônico, que adota a modalidade de fluxo contínuo, avaliado por pares, de acesso aberto, sem taxa de submissão, destinado a publicação de artigos originais, comunicações breves, memórias/história, relatos de caso/experiência e revisões ou atualizações relevantes para a prática clínica psiquiátrica e para a atenção em saúde mental. </p> <p><span style="vertical-align: inherit;">Prefixo DOI: 10.59487<br />e-ISSN: 2965-1956</span></p> pt-BR <p><a href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" rel="license"><img style="border-width: 0;" src="https://i.creativecommons.org/l/by/4.0/88x31.png" alt="Creative Commons License" /></a></p> dialogos.psiquiatria@uece.br (José Jackson Coelho Sampaio | Eugênio de Moura Campos) dialogos.psiquiatria@uece.br (Lucas Matheus Silva Teixeira) Wed, 05 Jun 2024 00:00:00 -0300 OJS 3.3.0.13 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Perfil clínico e territorial dos atendimentos em uma emergência psiquiátrica https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/12604 <p><strong>Objetivo:</strong> caracterizar o perfil clínico e territorial dos atendimentos em emergência psiquiátrica do Ceará - Brasil. <strong>Metodologia: </strong>estudo quantitativo observacional sobre os atendimentos em emergência psiquiátrica, durante cinco anos (2018 a 2022), vinculada à hospital especializado em saúde mental referência para todo estado do Ceará. Os dados incluem informações sociodemográficas dos pacientes, como idade, gênero, endereço, diagnóstico e seguimento. <strong>Resultados:</strong> dos 91.555 atendimentos registrados, correspondendo a média de 18.311 por ano e 50,16 por dia, tiveram como diagnósticos mais prevalentes CID-10: F20-F29 (transtornos esquizofrênicos e delirantes) e F30-F39 (transtornos de humor). Destes pacientes que buscaram atendimento na emergência apenas 11,67% (n=10.692) culminaram em internação psiquiátrica. Sobre o horário dos atendimentos, 55,71% (n=51.005) aconteceram entre 7 às 17 horas, sendo horários compatíveis com o funcionamento de outros serviços da Rede de Atenção Psicossocial. A maioria dos atendimentos foram de usuários que moravam na capital cearense, sendo apenas 22,9% (n=20.985) provenientes de todos os outros municípios do estado, correspondendo a 3,0 atendimentos/1000 habitantes. Além disso, a Regional VI de Fortaleza-Ceará, que corresponde ao mesmo território da emergência analisada, apresentou número de atendimentos relativos à população geral adscrita (48,2 atendimentos/1000 pessoas) com valores superiores ao dobro de quase todas as outras regionais do município. <strong>Conclusão:</strong> esses dados demonstram um diagnóstico situacional de uma emergência psiquiátrica ainda centralizada, em que a principal demanda de atendimentos é voltada para residentes da própria área adscrita. Dessa forma, é importante fortalecer o atributo da regionalização e descentralização dos serviços de saúde mental para que os pacientes de outras áreas tenham acesso aos serviços de acordo com seu perfil de gravidade.</p> Alberico Prado Neto, Everton do Carmo Barbosa, Luis Lopes Sombra Neto, Eugênio de Moura Campos, Davi Queiroz de Carvalho Rocha Copyright (c) 2024 Alberico Prado Neto, Everton do Carmo Barbosa, Luis Lopes Sombra Neto, Eugênio de Moura Campos, Davi Queiroz de Carvalho Rocha https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/12604 Wed, 05 Jun 2024 00:00:00 -0300 Do transexualismo à incongruência de gênero https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/e11992 <p><strong>Objetivo: </strong>Contribuir para o conhecimento sobre a evolução histórica das classificações diagnósticas relacionadas às identidades trans. <strong>Métodos:</strong> Trata-se de artigo de atualização realizado através de revisão bibliográfica das edições da Classificação Internacional&nbsp; de&nbsp; Doenças&nbsp; (CID) e do Manual&nbsp; Diagnóstico&nbsp; e&nbsp; Estatístico&nbsp; de Transtornos Mentais (DSM), além de outras publicações científicas sobre a história e a evolução das classificações diagnósticas referentes às identidades trans. <strong>Resultados:</strong> As identidades trans já foram nomeadas de diversas formas nos manuais que determinam os critérios diagnósticos que compõem a nosologia médica. No DSM, houve certa gradação: o que era definido por “Transexualismo” se tornou, inicialmente, “Transtorno de identidade de gênero” e, mais recentemente, “Disforia de gênero”. Já na CID, a mudança foi mais direta: do “Transexualismo”, categoria de um subgrupo de transtornos psiquiátricos conhecido como “Transtornos da identidade sexual”, para “Incongruência de gênero”, categoria de um grupo não pertencente aos transtornos psiquiátricos, nomeado como “Condições relacionadas à saúde sexual”. <strong>Conclusão:</strong> A despatologização das identidades trans faz parte do processo de evolução do conhecimento humano que, dessa forma, contribui para a superação de antigos preconceitos e discriminações relacionadas a esse grupo.</p> Luis Lopes Sombra Neto, José Henrique Sousa Luz Copyright (c) 2024 Luis Lopes Sombra Neto, José Henrique Sousa Luz https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/e11992 Wed, 05 Jun 2024 00:00:00 -0300 Bases para a formação do psiquiatra por meio dos Programas de Residência Médica em Psiquiatria no Estado do Ceará: contribuição da Sociedade Cearense de Psiquiatria – SOCEP https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/13340 <p>Nesta nota técnica, a Sociedade Cearense de Psiquiatria (SOCEP) apresenta sua contribuição para embasar o estabelecimento de diretrizes e competências necessárias para a formação de especialistas em psiquiatria em programas de residência médica no Estado do Ceará, destacando a importância de parcerias interinstitucionais que permitam um treinamento diversificado e colaborativo, visando à habilitação de profissionais para atuarem em diferentes níveis de atenção à saúde mental. Foi elaborada pelos autores, psiquiatras sócios titulares, a pedido da SOCEP, depois discutida e aprovada pelo colegiado diretivo, antes de ser adotada oficialmente pela sociedade.</p> Eugênio de Moura Campos, Raimundo Araújo Melo Copyright (c) 2024 Eugênio de Moura Campos, Raimundo Araújo Melo https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/13340 Mon, 01 Jul 2024 00:00:00 -0300 Recomendações aos Centros de Atenção Psicossocial Infantil sobre a utilização dos serviços de saúde bucal por crianças do espectro autista https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/12503 <p>Trata-se de nota técnica com recomendações para promover o uso dos serviços de saúde bucal por crianças do espectro autista atendidas em Centro de Atenção Psicossocial Infantil.</p> Maximiliano Loiola Ponte de Souza, Priscilla Dias Leite de Lima, Fernando José Herkrath Copyright (c) 2024 Maximiliano Loiola Ponte de Souza, Priscilla Dias Leite de Lima, Fernando José Herkrath https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/12503 Wed, 05 Jun 2024 00:00:00 -0300 Editorial https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/13544 José Jackson Coelho Sampaio, Eugênio de Moura Campos Copyright (c) 2024 José Jackson Coelho Sampaio, Eugênio de Moura Campos https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/13544 Tue, 09 Jul 2024 00:00:00 -0300