O impacto da implementação do Housing First na saúde mental de pessoas em situação de rua

Uma revisão sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.59487/2965-1956-2-11604

Palavras-chave:

Pessoa em situação de rua, Transtorno mental, Housing First

Resumo

Introdução: Os transtornos mentais são problemas de saúde muito prevalentes em pessoas em situação de rua, sendo uma das principais barreiras para a assistência médica a essa população. O modelo Housing First (HF) se mostra uma proposta inovadora e eficaz para melhorar esse seguimento. Objetivo: Apresentar a síntese do conhecimento a respeito do impacto que o HF tem na saúde mental de populações em situação de rua, de modo a avaliar sua contribuição no acompanhamento e tratamento dos quadros psiquiátricos. Metodologia: Revisão sistemática da literatura realizada nas bases de dados MedLine, Cochrane, LILACS e Google Acadêmico, sendo selecionados 18 ensaios clínicos randomizados. Resultados: Não houve consenso em todos os critérios avaliados ao relacionar HF e saúde mental de pessoas em situação de rua. Em relação aos sintomas psiquiátricos, à adesão ao tratamento e ao número e período de internações, foram encontradas melhorias diretas ou indiretas no grupo HF. Em relação ao uso de substâncias, não houve consenso entre os artigos avaliados. Já em relação ao comportamento suicida, não houve melhora significativa. Conclusão: Ainda são necessários mais estudos na área devido a falta de consenso entre os resultados. Mas, de acordo com os artigos analisados, a estratégia HF se mostra promissora ao proporcionar maior autonomia aos usuários, sendo este um dos principais meios para a melhoria da saúde mental. Fica evidente a relação da estabilidade domiciliar com a saúde mental; sendo assim, a escolha pelo HF deve ser vista sob uma perspectiva de saúde pública e não apenas como um problema urbano e social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Observatório de Políticas Públicas com a População em Situação de Rua. OBPOPRUA [Internet]. Página inicial. 2022. Disponível em: <https://obpoprua.direito.ufmg.br/moradia_pop_rua.html>. Acesso em: 12/09/2023.

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). Censo da População em Situação de Rua da Cidade de São Paulo [Internet]. São Paulo, 2015. Disponível em: <https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/assistencia_social/censo/1862%20-%20PRODUTO%2015%20-%20OUT%2015.pdf>. Acesso em: 12/09/2023.

Nilsson SF, Laursen TM, Hjorthøj C, et al. Risk of psychiatric disorders in offspring of parents with a history of homelessness during childhood and adolescence in Denmark: a nationwide, register-based, cohort study. Lancet Public Health. 2017 Dec;2(12):e541-e550. DOI: 10.1016/S2468-2667(17)30210-4.

Santana CLA, Rosa AS. Saúde mental das pessoas em situação de rua: conceitos e práticas para profissionais da assistência social. 1ª ed. São Paulo: Epidaurus Medicina e Arte; 2016. Disponível em: <http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/desenvolvimento_urbano/saude_mental_pop_rua.pdf>. Acesso em: 12/09/2023.

Bassuk EL, Rubin L, Lauriat A. Is homelessness a mental health problem? Am J Psychiatry. 1984 Dec;141(12):1546-50. DOI: 10.1176/ajp.141.12.1546.

Brasil. Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. É possível Housing First no Brasil?: experiências de moradia para população em situação de rua na Europa e no Brasil / Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. – Brasília: MMFDH, 2019.

Greenwood RM, Schaefer-McDaniel NJ, Winkel G, et al. Decreasing psychiatric symptoms by increasing choice in services for adults with histories of homelessness. Am J Community Psychol. 2005 Dec;36(3-4):223-38. DOI: 10.1007/s10464-005-8617-z.

Brasil. Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. Moradia Primeiro. Página inicial [Internet]. Disponível em: <https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/populacao-em-situacao-de-rua/acoes-e-programas/moradia-primeiro>. Acesso em: 06/10/2023.

Teixeira MB, Lacerda A, Ribeiro JM. Potencialidades e desafios de uma política pública intersetorial em drogas: o Programa “De Braços Abertos” de São Paulo, Brasil. Physis. 2018;28(3):e280306. DOI: 10.1590/S0103-73312018280306.

Alves YDD, Pereira PPG, Peres PS. Nascimento, vida e morte de uma política pública: uma etnografia do programa De Braços Abertos. Cad Saude Publica. 2020;36(3):e00213918. DOI: 10.1590/0102-311x00213918.

Gilmer TP, Stefancic A, Ettner SL, et al. Effect of full-service partnerships on homelessness, use and costs of mental health services, and quality of life among adults with serious mental illness. Arch Gen Psychiatry. 2010 Jun;67(6):645-52. DOI: 10.1001/archgenpsychiatry.2010.56.

Moher D, Liberati A, Tetzlaff J, et al. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement. Ann Intern Med. 2009;151(4):264-9, W64. DOI: 10.7326/0003-4819-151-4-200908180-00135.

Higgins JPT, Thomas J, Chandler J, et al. Cochrane Handbook for Systematic Reviews of Interventions. 2nd Edition. Chichester (UK): John Wiley & Sons, 2019.

Stergiopoulos et al. Housing First: exploring participants’ early support needs. BMC Health Services Research. 2014;14:167. DOI:10.1186/1472-6963-14-167.

Chung TE, Gozdzik A, Palma Lazgare LI, et al. Housing First for older homeless adults with mental illness: a subgroup analysis of the At Home/Chez Soi randomized controlled trial. Int J Geriatr Psychiatry. 2018 Jan;33(1):85-95. DOI: 10.1002/gps.4682.

Tsemberis S, Gulcur L, Nakae M. Housing First, consumer choice, and harm reduction for homeless individuals with a dual diagnosis. Am J Public Health. 2004 Apr;94(4):651-6. DOI: 10.2105/ajph.94.4.651.

Greenwood RM, Schaefer-McDaniel NJ, Winkel G, et al. Decreasing psychiatric symptoms by increasing choice in services for adults with histories of homelessness. Am J Community Psychol. 2005 Dec;36(3-4):223-38. DOI: 10.1007/s10464-005-8617-z.

Loubière S, Lemoine C, Boucekine M, et al. Housing First for homeless people with severe mental illness: extended 4-year follow-up and analysis of recovery and housing stability from the randomized Un Chez Soi d’Abord trial. Epidemiol Psychiatr Sci. 2022 Feb 7;31:e14. DOI: 10.1017/S2045796022000026.

Tinland A, Loubière S, Boucekine M, et al. Effectiveness of a housing support team intervention with a recovery-oriented approach on hospital and emergency department use by homeless people with severe mental illness: a randomised controlled trial. Epidemiol Psychiatr Sci. 2020 Sep 30;29:e169. DOI: 10.1017/S2045796020000785.

Parpouchi M, Moniruzzaman A, Rezansoff SN, et al. The effect of Housing First on adherence to methadone maintenance treatment. Int J Drug Policy. 2018 Jun;56:73-80. doi: 10.1016/j.drugpo.2018.03.012.

Rezansoff SN, Moniruzzaman A, Fazel S, et al. Housing First Improves Adherence to Antipsychotic Medication Among Formerly Homeless Adults With Schizophrenia: Results of a Randomized Controlled Trial. Schizophr Bull. 2017 Jul 1;43(4):852-861. DOI: 10.1093/schbul/sbw136.

Gulcur L, Stefancic A, Shinn M, et al. Housing, hospitalization and cost outcomes for homeless individuals with psychiatric disabilities participating in continuum of care and housing first programmes. J Community Appl Soc Psychol. 2003 13(2);171–186.

Chu CMT, Moodie EEM, Streiner DL, et al. Trajectories of Homeless Shelter Utilization in the At Home/Chez Soi Trial of Housing First. Psychiatr Serv. 2020 Jul 1;71(7):648-655. DOI: 10.1176/appi.ps.201900260.

Padgett DK, Gulcur L, Tsemberis S. Housing First Services for People Who Are Homeless With Co-Occurring Serious Mental Illness and Substance Abuse. Research on Social Work Practice. 2006 16(1);74–83. https://doi.org/10.1177/1049731505282593.

Tsemberis S, Kent D, Respress C. Housing stability and recovery among chronically homeless persons with co-occuring disorders in Washington, DC. Am J Public Health. 2012 Jan;102(1):13-6. DOI: 10.2105/AJPH.2011.300320.

Kirst M, Zerger S, Misir V, et al. The impact of a Housing First randomized controlled trial on substance use problems among homeless individuals with mental illness. Drug Alcohol Depend. 2015 Jan 1;146:24-9. DOI: 10.1016/j.drugalcdep.2014.10.019.

Loubière S, Tinland A, Taylor O, et al. Determinants of healthcare use by homeless people with schizophrenia or bipolar disorder: results from the French Housing First Study. Public Health. 2020 Aug;185:224-231. DOI: 10.1016/j.puhe.2020.05.019.

Kerman N, Sylvestre J, Aubry T, et al. The effects of housing stability on service use among homeless adults with mental illness in a randomized controlled trial of housing first. BMC Health Serv Res. 2018 18(1):190.

Lachaud J, Mejia-Lancheros C, Durbin A, et al. The Effect of a Housing First Intervention on Acute Health Care Utilization among Homeless Adults with Mental Illness: Long-term Outcomes of the At Home/Chez-Soi Randomized Pragmatic Trial. J Urban Health. 2021 Aug;98(4):505-515. DOI: 10.1007/s11524-021-00550-1.

Kerman N, Aubry T, Adair CE, et al. Effectiveness of Housing First for Homeless Adults with Mental Illness Who Frequently Use Emergency Departments in a Multisite Randomized Controlled Trial. Adm Policy Ment Health. 2020 Jul;47(4):515-525. DOI: 10.1007/s10488-020-01008-3.

Aquin JP, Roos LE, Distasio J, et al. Effect of Housing First on Suicidal Behaviour: A Randomised Controlled Trial of Homeless Adults with Mental Disorders. Can J Psychiatry. 2017 Jul;62(7):473-481. DOI: 10.1177/0706743717694836.

Brasil. Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Portaria nº. 2.927, de 26 de agosto de 2021. Institui o Projeto Moradia Primeiro no âmbito do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Diário Oficial da União 163 ago 2021; Seção 1.

Downloads

Publicado

2024-01-05

Como Citar

1.
Leal FM, D’Almeida ACT, Brunocilla G, Cardoso LM, Camarotto MM. O impacto da implementação do Housing First na saúde mental de pessoas em situação de rua: Uma revisão sistemática. Dialog Interdis Psiq S Ment [Internet]. 5º de janeiro de 2024 [citado 22º de julho de 2024];2(2):e11604. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/article/view/11604