Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • Onde disponível, os URLs para as referências foram fornecidos.
  • Devem ser digitados em extensão .doc ou .rtf, fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaçamento duplo em todo o documento (incluindo tabelas), com margens de 2,5 cm e alinhamento à esquerda. Todas as páginas devem ser numeradas no canto superior direito. Evitar ao máximo as abreviações e siglas. Em determinados casos, sugere-se que na primeira aparição no texto, deve-se colocar por extenso a abreviatura e/ou sigla entre parênteses. Exemplo: Febre Hemorrágica do Dengue (FHD).
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.
  • O cadastro no ORCID foi realizado e devidamente informado nos metadados de perfil do(s) autor(es) no sistema da revista. Lembramos que a Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) exige que os autores tenham número de identificação ORCID. O cadastro é gratuito e pesquisadores de todo o mundo podem realizar.
  • Em Métodos, está explicitada a aprovação por um Comitê de Ética em Pesquisa (para estudos originais com seres humanos ou animais, incluindo relatos de casos).
  • Todos os autores assumem que esse manuscrito não se trata de plágio na sua totalidade ou em suas partes.
  • Pelo menos um dos autores deve ser especialista.

Diretrizes para Autores

POLÍTICA CONTRA PLÁGIO E MÁS-CONDUTAS EM PESQUISA

Informamos que os artigos publicados por esta revista devem estar em conformidade com as diretrizes do COPE (Committee on Publication Ethics), que visam incentivar a identificação de plágio, más práticas, fraudes, possíveis violações de ética e abertura de processos, indicamos:

1. Os autores devem visitar o website do COPE http://publicationethics.org, que contém informações para autores e editores sobre a ética em pesquisa;

2. Antes da submissão, os autores devem seguir os seguintes critérios:

- artigos que contenham aquisição de dados ou análise e interpretação de dados de outras publicações devem referenciá-las de maneira explícita;

- na redação de artigos que contenham uma revisão crítica do conteúdo intelectual de outros autores, estes deverão ser devidamente citados;

- todos os autores devem atender os critérios de autoria inédita do artigo e nenhum dos pesquisadores envolvidos na pesquisa poderá ser omitido da lista de autores;

- a aprovação final do artigo será feita pelos editores e corpo editorial.

3. Para responder aos critérios, serão realizados os seguintes procedimentos:

a) Os editores avaliarão os manuscritos pelo software Plagius, logo após a submissão;

b) Com os resultados, os editores e corpo editorial decidirão se o manuscrito será enviado para revisão por pares que também realizarão avaliações;

c) Após o aceite e antes da publicação, os artigos poderão ser avaliados novamente.

 

ORIENTAÇÕES GERAIS

Todos os manuscritos a serem considerados para publicação na Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) devem ser submetidos por via eletrônica. A responsabilidade pelo conteúdo do manuscrito é inteiramente do autor e seus co-autores. 

Para submeter artigos é necessário prévio cadastro por meio do link: https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/user/register

Para os que já possuem cadastro, somente serão aceitas submissões eletrônicas dos artigos, no seguinte endereço: https://revistas.uece.br/index.php/dipsm/submission/wizard

A Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) adotou o processo de revisão por pares. Após uma primeira revisão pelos editores, será decidido se os trabalhos serão encaminhados para os consultores. Se for o caso, serão encaminhados para pelo menos dois consultores ad hoc. A decisão final de publicação cabe aos Editores da Revista DIPSM.

Os autores devem informar no passo três do processo de submissão, “Inclusão de metadados”, o assunto do trabalho. O assunto do trabalho deve ser um termo que esteja presente no site de descritores Decs (https://decs.bvsalud.org/). Os autores devem informar também a Área de conhecimento do trabalho.

O autor deve escolher uma categoria para o manuscrito: Artigos Originais (máximo 3.500 palavras, 30 referências e 10 autores), ConfiguraçõesRevisões/Atualizações (máximo 4.000 palavras, 40 referências e 5 autores), Relatos de Caso/Experiência (máximo 1.500 palavras, 15 referências e 5 autores), Comunicações Breves (máximo 1.500 palavras e 15 referências e 7 autores), História/Memórias (máximo 2.500 palavras, 25 referências e 5 autores) e Artigos de Opinião (artigos de opinião sobre temas específicos - sob convite dos editores). A responsabilidade pelo conteúdo do manuscrito é inteiramente do autor e seus co-autores. 

Observação: o número máximo de palavras refere-se apenas ao texto do artigo (excluem-se a página de rosto, o resumo e abstract, referências e o texto de quadros e tabelas)

Durante o processo de submissão do artigo os autores devem anexar os seguintes documentos:

a) Carta de Apresentação dirigida aos Editores da Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM). Esta carta de publicação deve incluir:

  • Informação sobre publicação prévia (inteira ou parcialmente); 
  • Uma declaração de que o manuscrito foi exclusivamente submetido para a Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) e que não se trata de plágio;
  • Uma declaração sobre qualquer situação que possa levar a conflitos de interesses (ou sobre a ausência de conflitos de interesse);
  • Uma declaração que a versão submetida do manuscrito foi aprovado por todos os autores co-autores;
  • Declaração que os requisitos para autoria conforme os Requerimentos Uniformes para Manuscritos Submetidos a Periódicos Biomédicos foram cumpridos;
  • Além disso, deve conter o tipo do manuscrito e contato (endereço, telefone e e-mail) do autor responsável para correspondência futura.                                                                         

 b) Declaração para Publicação a declaração deve conter a assinatura de todos os autores e co-autores (modelo abaixo, no tópico "Declaração de Direito Autoral").

Observação: os documentos especificados nos itens "a" e "b" (Carta de Apresentação e Declaração para Publicação) devem ser enviados em formato PDF e anexados no passo 4 do processo de submissão "Transferência de Documentos Suplementares".

 

Modelo de Carta de Apresentação:

 

CARTA DE APRESENTAÇÃO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

 

Aos Editores da Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM)

Data:

Título:

Tipo de manuscrito:

Autor Correspondente:

Contato para correspondência (endereço, telefone e e-mail):

Coautores:

Prezado Editor,

Eu, {NomeAutor}, autor do manuscrito intitulado “{TítuloManuscrito}”, encaminho por meio desta o referido trabalho para apreciação da Comissão Editorial da Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) para fins de publicação.

O autor e todos os coautores declaram que,

(I)      O manuscrito foi exclusivamente submetido para a Revista Diálogos Interdisciplinares em Psiquiatria e Saúde Mental (DIPSM) e não se encontra sob análise em qualquer outro veículo de comunicação científica e não foi publicado em outro periódico científico de forma total ou parcial;

(II)    O manuscrito é original e não contem plágio;

(III)   Não há conflitos de interesse;

(IV)    A versão submetida do manuscrito foi aprovada por todos os autores e co-autores;

(V)     Os requisitos para autoria conforme os Requerimentos Uniformes para Manuscritos Submetidos a Periódicos Biomédicos foram cumpridos.

Atenciosamente,

 {AssinaturaAutor}

_________________________________________

{ NomeAutor }

 

Com relação a reenvio e revisões, a revista diferencia entre:

a) Manuscritos que foram rejeitados;

b) Manuscritos que serão reavaliados após a realização das correções que forem solicitadas aos autores.

No caso de reenvio, o autor é informado que seu trabalho foi rejeitado e se desejar que os editores reconsiderem tal decisão, o autor poderá fazer as alterações que julgar necessárias e reenviá-las. Contudo, será uma nova submissão, portanto, será gerado um novo número para o manuscrito no sistema.

Em caso de revisão, o autor deve refazer e/ou alterar seu manuscrito com base nas recomendações e sugestões dos revisores. Em seguida, o autor deve devolver o arquivo para uma segunda análise, em até 30 (trinta) dias a partir da data do recebimento, não se esquecendo de informar o mesmo número atribuído para o manuscrito, para que assim possamos informar o parecer final (aceitação ou rejeição).

 

Serão enviadas provas ao autor correspondente para que o texto seja cuidadosamente conferido. Mudanças ou edições ao manuscrito editado não serão permitidas nesta etapa do processo de edição, incluindo a inserção de novos autores, a qual é permitida apenas até a etapa de revisão do trabalho. Os autores deverão devolver as provas corrigidas dentro do prazo máximo de 7 (sete) dias úteis após serem recebidas.

Os artigos aceitos comporão os números da revista obedecendo ao cronograma em que foram submetidos, revisados e aceitos ou ainda a critério do corpo editorial.

 

CUSTOS DE PUBLICAÇÃO

Não haverá custos de publicação.

 

IDIOMAS

Os artigos podem ser redigidos em Português, Inglês ou Espanhol. Quando traduzidos para o inglês ou o espanhol, sugerimos que o texto seja revisado por alguém que tenha o respectivo idioma como primeira língua e que, preferencialmente, seja um especialista da área.

 

PREPARO E ESTRUTURA DOS MANUSCRITOS

Devem ser digitados em extensão .doc ou .rtf, fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaçamento duplo em todo o documento (incluindo tabelas), com margens de 2,5 cm e alinhamento à esquerda. Todas as páginas devem ser numeradas no canto superior direito. Evitar ao máximo as abreviações e siglas. Em determinados casos, sugere-se que na primeira aparição no texto, deve-se colocar por extenso a abreviatura e/ou sigla entre parênteses. Exemplo: Febre Hemorrágica do Dengue (FHD).

Considerações éticas: citar o nome do Comitê de Ética que aprovou o projeto. Informações que possam identificar uma pessoa participante de uma pesquisa não devem ser publicadas. Deve ser esclarecido que a pesquisa foi realizada de acordo com os critérios estabelecidos pela Declaração de Helsinki com as suas modificações (Bull World Health Organ 2001; 79:373-374).

O manuscrito deve conter a seguinte estrutura:

1. Página de rosto; 2. Resumo; 3. Abstract; 4. Resumen; 5. Texto; 6. Agradecimentos (quando pertinentes); 7. Referências bibliográficas; 8. Tabelas com títulos e legendas; 9. Figuras com títulos e legendas.

 

Página de rosto

Na página de rosto devem constar:                                                      

  • Título completo em português e inglês;
  • Nomes dos autores e co-autores na ordem direta e sem abreviações, com suas graduações mais elevadas possuídas, com afiliações institucionais e informações de contato(email). A afiliação institucional refere-se à instituição onde cada autor exerce uma atividade/função e qual atividade/função é esta;
  • Nome e endereço completo (com telefone, fax e e-mail) do autor responsável para correspondência;
  • Título resumido no idioma do artigo (no máximo 50 caracteres contando letras e espaços).

O título do manuscrito deve ser de forma clara e concisa. A ordem dos autores deve ser uma decisão conjunta dos co-autores.

 

Resumo/Abstract/Resumen e Palavras-chave/Keywords/Palabras clave

  • O resumo/abstract/resumen deve ser redigido com um máximo de 250 palavras e deve ser estruturado contendo as seguintes subitens:
    • a) Artigos Originais, Comunicações Breves e Revisões Sistemáticas: Objetivo, Metodologia, Resultados e Conclusão;
    • b) Atualizações: Objetivo, Metodologia, Desenvolvimento e Considerações Finais;
    • c) Relatos de Caso/Experiência: Objetivo, Relato do Caso/Experiência e Conclusão;
    • d) História/Memórias: Não é necessário ser estruturado em subitens, mas deve conter os objetivos, a metodologia (quando pertinente) e uma síntese do conteúdo do artigo.
  • As palavras-chave/keywords/palabras clave devem vir imediatamente abaixo do resumo/abstract/resumen e ser separadas por ponto. Listar três a cinco descritores, que devem ser extraídos dos "Descritores em Ciências da Saúde" (Decs): http://decs.bvs.br/, que contém termos em português, espanhol e inglês, e do "Medical Subject Headings" (MeSH): https://meshb.nlm.nih.gov/#/fieldSearch, para termos somente em inglês.

 

Texto

O texto de artigos originais, comunicações breves ou revisões sistemáticas é usualmente, mas não obrigatoriamente, dividido em Introdução, Metodologia, Resultados e Discussão. Para os artigos de atualização sugere-se os tópicos: Introdução, Metodologia, Desenvolvimento e Considerações Finais. Os itens para relatos de caso/experiência são: Introdução, Relato do Caso/Experiência e Discussão. História/Memórias: subitens a critério dos autores. Nessas seções podem ser incluídos subitens, quando for adequado.

a. Introdução: A introdução deve conter a apresentação do problema e o objetivo do estudo. Citar somente as referências estritamente pertinentes.

b. Metodologia: deve ser suficientemente detalhada para que os leitores e revisores possam compreender precisamente o que foi feito e permitir que seja repetido por outros. Técnicas-padrões precisam apenas ser citadas.

c. Resultados: Apresentar os resultados em uma sequencia lógica. Não repetir no texto todos os dados das tabelas ou ilustrações, somente as observações mais relevantes. Usar gráficos como alternativa a tabelas com muitos dados. Não repetir dados em gráficos e tabelas. Restringir tabelas e figuras a apenas aquelas necessárias.

d. Discussão: Destacar os aspectos novos e importantes. Relacionar os resultados observados aos de outros estudos com suas implicações e limitações, mas não incluir uma revisão geral sobre o assunto, evitando que se torne excessivamente longa. Não repetir de forma detalhada os dados dos Resultados.

e. Desenvolvimento: Corresponde à materia principal do texto, decorrente das pesquisas das últimas publicações sobre o tema, isto é, o conteúdo da atualização propriamente dita. Pode ser subdividido em subitens a critério dos autores, com títulos e subtítulos.

f. Considerações Finais: Deve conter uma sinopse das informações mais importantes apresentadas no texto e a utilidade para a prática profissional ou para o planejamento de ações destinadas à população ou ainda para organização de serviços e/ou para outras aplicações.

 

Agradecimentos

Agradecimentos devem conter colaborações de pessoas que não justificam sua inclusão como autor, agradecimentos de auxílio técnico e econômico e relações que representam possíveis conflitos de interesses.

 

Referências

As referências e citações devem estar normalizadas no estilo Vancouver. Todos os autores e trabalhos citados no texto devem constar dessa seção e vice-versa. Numerar as referências por ordem de entrada no trabalho e usar esses números para as citações no texto. Evitar número excessivo de referências, selecionando as mais relevantes para cada afirmação e dando preferência para os trabalhos mais recentes. Não empregar citações de difícil acesso, como resumos de trabalhos apresentados em congressos, teses ou publicações de circulação restrita (não indexados). Não empregar referências do tipo "observações não publicadas" e "comunicação pessoal". Artigos aceitos para publicação podem ser citados acompanhados da expressão: "aceito e aguardando publicação" ou "in press", indicando-se periódico, volume e ano. Trabalhos aceitos por periódicos que estejam disponíveis online, mas sem indicação de fascículos e páginas, devem ser citados como "ahead of print".

Outras publicações dos autores (autocitação) devem ser empregadas apenas se houver necessidade clara e forem relacionadas ao tema. Nesse caso, incluir entre as referências bibliográficas apenas trabalhos originais publicados em periódicos regulares (não citar capítulos ou revisões). Os autores são responsáveis pela exatidão dos dados constantes das referências bibliográficas.                                                                        

Para todas as referências, citar os autores até o terceiro. Se houver mais de três autores, citar os três primeiros, seguidos da expressão et al.

Exemplos:

Formato impresso

  • Artigos em revistas

Ceccarelli F, Barberi S, Pontesilli A, et al. Ovarian carcinoma presenting with axillary lymph node metastasis: a case report. Eur J Gynaecol Oncol. 2011;32(2):237-9.

Jiang Y, Brassard P, Severini A, et al. Type-specific prevalence of Human Papillomavirus infection among women in the Northwest Territories, Canada. J Infect Public Health. 2011;4(5-6):219-27.

  • Artigos com título em inglês e texto em português ou outra língua

Utilizar o titulo em inglês, entre colchetes e no final da referência, indicar a língua na qual o artigo foi publicado.

Prado DS, Santos DL. [Contraception in users of the public and private sectors of health]. Rev Bras Ginecol Obstet. 2011;33(7)143-9. Portuguese.

Taketani Y, Mizuno M. [Application of anti-progesterone agents for contraception]. Rinsho Fujinka Sanka. 1988;42(11):997-1000. Japanese.

  • Livro

Baggish MS, Karram MM. Atlas of pelvic anatomy and gynecologic surgery. 2nd ed. Philadelphia: WB Saunders; 2006.

  • Capítulos de livro

Picciano MF. Pregnancy and lactation. In: Ziegler EE, Filer LJ, editors. Present knowledge in nutrition. Washington (DC): ILSI Press; 1996. p. 384-95.

Formato eletrônico

Apenas para informações estatísticas oficiais e citação de referências de periódicos não impressos. Para estatísticas oficiais, indicar a entidade responsável, o endereço eletrônico, o nome do arquivo ou entrada. Incluir o número de tela, data e hora do acesso. Termos como "serial", "periódico", "homepage" e "monography", por exemplo, não são mais utilizados. Todos os documentos devem ser indicados apenas como [Internet]. Para documentos eletrônicos com o identificador DOI (Digital Object Identifier), este deve ser mencionado no final da referência, além das informações que seguem:

Brasil. Ministério da Saúde. DATASUS [Internet]. Informações de Saúde. Estatísticas vitais. Mortalidade e nascidos vivos: nascidos vivos desde 1994. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2008. [citado 2007 Fev 7]. Disponível em: <http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sinasc/cnv/nvuf.def>.

  • Monograph on the Internet or e-book

Foley KM, Gelband H, editors. Improving palliative care for cancer [Internet]. Washington: National Academy Press; 2001 [cited 2002 Jul 9]. Available at: http://www.nap.edu/books/0309074029/html/.

 

Tabelas e Figuras

O limite máximo de ilustrações (Tabelas, Quadros, Figuras, Gráficos) permitido é de 5 para cada artigo.

As tabelas deverão ser elaboradas com o programa Word. Gráficos elaborados no programa Microsoft Office/Excel deverão ser enviados no formato original desse programa. Figuras poderão ser elaboradas em programas do tipo Microsoft Office/ExcelCorel Draw ou Harvard Grafics, no formato BMP, JPG ou TIFF. Tabelas e figuras devem ser numeradas consecutivamente com números arábicos e ter título breve e conciso. Deve-se informar a fonte de autoria das tabelas, quadros, figuras e gráficos. Apresentar cada tabela e figura em página separada. Quadros não devem ultrapassar duas páginas. Mencionar todas as tabelas e figuras no texto. Nas tabelas, dar um título a cada coluna. Não colocar linhas internas horizontais ou verticais. Colocar notas explicativas no rodapé. Usar esses símbolos na seguinte ordem: *, +, §, **, ++, §§, *** etc.

Citações no texto: devem ser acompanhadas do número correspondente, em expoente ou sobrescrito, seguindo a sequência numérica da citação no texto que aparece pela primeira vez. Não devem ser utilizados parênteses, colchetes e similares. Só serão aceitas citações de revistas indexadas, ou, em caso de livros, que possuam registro ISBN (International Standard Book Number).

São de responsabilidade do(s) autor(es) do manuscrito a exatidão das referências constantes da listagem e a correta citação no texto.

ARTIGOS ORIGINAIS

É necessário que sejam relatos de pesquisas originais e não publicados ou submetidos para publicação em outros periódicos e serem resultados de pesquisas de natureza empírica, experimental ou conceitual. No caso de Ensaios Clínicos, o manuscrito deve ser acompanhado pelo número e órgão de registro do ensaio clínico. Estes requisitos estão de acordo com BIREME/OPAS/OMS e o Comitê Internacional dos Editores de Revistas Médicas (www.icmje.org) e do Workshop ICTPR. O limite de palavras é de 3.500 (resumo, referências, quadros, gráficos e tabelas não contabilizados nessa contagem), possuindo os itens: Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão e, opcionalmente, Conclusão. Anexos e apêndices são facultativos. O resumo deve ser enviado com até 250 palavras. Precisa fornecer de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 30. Em cada trabalho, até 10 autores poderão participar.

COMUNICAÇÕES BREVES

o relatos acerca de novos resultados interessantes dentro da área de Psiquiatria e Saúde Mental. O limite de palavras é 2.000 (resumo, referências, quadros, gráficos e tabelas não contabilizados nessa contagem), contendo:  Introdução, Metodologia, Resultados e Discussão. Podem conter até duas ilustrações (tabelas e figuras). O resumo deve possuir no máximo 250 palavras. Necessita do fornecimento de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 15. Em cada trabalho, até 5 autores poderão participar.

REVISÕES SISTEMÁTICAS

Considera-se uma análise crítica de avanços recentes e não apenas revisão da literatura. Devem ter no máximo de 4000 palavras e cinco ilustrações (tabelas e figuras). O resumo deve conter até 250 palavras. Necessita do fornecimento de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 40. Os itens Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão e, opcionalmente, Conclusão, além das referências, devem estar presentes no trabalho. Em cada trabalho, até 5 autores poderão participar.

ATUALIZAÇÕES

Serão aceitos artigos de atualização sobre tema específico na área da Saúde Mental com as últimas evidências cientificas disponíveis. Deve conter os itens Objetivo, Metodologia, Desenvolvimento e Considerações Finais e no máximo de 4000 palavras e cinco ilustrações (tabelas e figuras). O resumo deve conter até 250 palavras. Necessita do fornecimento de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 40. Em cada trabalho, até 5 autores poderão participar.

RELATOS DE CASO/EXPERIÊNCIA

São relatos breves, contendo no máximo 1.500 palavras e três ilustrações (tabelas e figuras), tendo os itens: Introdução, Relato do Caso/Experiência e Discussão. O resumo deve ter até 250 palavras.  Necessita do fornecimento de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 15. Em cada trabalho, até 5 autores poderão participar. Serão aceitos relatos de caso/experiência que possam contribuir com a prática de atenção à Saúde Mental. Os relatos de caso ou série de casos devem ser sobre condições/situações raras, fora do escopo esperado.

HISTÓRIA/MEMÓRIAS

Esta seção é destinada a publicações sobre história da psiquiatria nos âmbitos regional, nacional ou internacional bem com a respeito de eventos relacionados a política de saúde mental e processos envolvendo formação, assistência psiquiátrica e atenção psicossocial. Pode conter  subitens a critério dos autores e no máximo de 2500 palavras e cinco ilustrações (tabelas e figuras). O resumo deve conter até 250 palavras. Necessita do fornecimento de três a cinco palavras-chaves (descritores). O número máximo de referências permitidas é 25. Em cada trabalho, até 5 autores poderão participar.

ARTIGOS DE OPINIÃO

A convite dos Editores.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

Creative commons

Os conteúdos deste periódico de acesso aberto em versão eletrônica estão licenciados sob os termos de uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 não adaptada.