DINÂMICA HIDROSSEDIMENTOLÓGICA DO MÉDIO RIO ACRE: INVESTIGAÇÃO INICIAL DO PROCESSO DE ASSOREAMENTO

Autores

  • Waldemir Lima Santos Universidade Federal do Acre
  • Rafaela Ferreira de Oliveira Universidade Federal do Acre
  • Cleyton Aguiar Crisóstomo Universidade Federal do Acre

Palavras-chave:

Geomorfologia Fluvial, Monitoramento ambiental, Assoreamento.

Resumo

A dinâmica sedimentológica em ambientes fluviais da Amazônia ainda carece de estudos mais dinâmicos que permitam o seu entendimento. Por se tratar de ambiente tropical, com a incidência de altas temperaturas e precipitações aliadas à formação geológica com predomínio de rocha sedimentar, há rápida mudança nos padrões de evolução da rede de drenagem, desencadeando processos erosivos severos, em particular, a erosão fluvial. Analisou-se a concentração de sedimentos em suspensão (Css) transportada pelo rio Acre, bem como se realizou-se a análise granulométrica da carga de fundo, com análise do aumento e/ou diminuição da altura do talvegue e da largura entre as margens, que seria resultado da dinâmica de alteração do rio Acre pelo processo erosivo de suas margens e do acúmulo de material. Os dados demonstraram alta Css nos pontos à montante da cidade de Rio Branco se comparados com os valores a jusante, o que indica forte impacto do uso da terra no trecho rural que pode estar influenciando nos maiores valores de sedimentos. A análise desse ambiente fluvial através de metodologias adequadas poderá indicar, posteriormente, deduzindo-se hipoteticamente, o processo de assoreamento do rio Acre e os problemas observados a posteriori, materializados, como por exemplo, nas extremas inundações periódicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-24

Como Citar

SANTOS, W. L.; FERREIRA DE OLIVEIRA, R.; CRISÓSTOMO, C. A. DINÂMICA HIDROSSEDIMENTOLÓGICA DO MÉDIO RIO ACRE: INVESTIGAÇÃO INICIAL DO PROCESSO DE ASSOREAMENTO. Revista GeoUECE, [S. l.], v. 10, n. 18, p. 57–66, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/5577. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos