• Revista GeoUECE - V.9, N.16, 2020
    v. 9 n. 16 (2020)

    EDITORIAL

    Neste momento de resistências múltiplas e esperanças no presente – futuro, a Revista GeoUECE do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE), apresenta o volume 9, número 16, edição janeiro-junho de 2020.

    Além dos qualificados trabalhos publicados neste número, gostaríamos de tornar público que a revista tem passado por constantes mudanças na sua forma e conteúdo. Neste número, os/as leitoras terão a oportunidade de verificar as inovações realizadas em parceria com os novos membros do Conselho Editorial, são elas: desenvolvimento de um novo layoult; revisão das normas de publicação e criação da sessão “experiências pedagógicas”. A nova sessão foi criada, pois compreendemos que os trabalhos produzidos nas mais variadas experiências de ensino, pesquisa e extensão podem ser socializados como possibilidade de aprendizagem e construção de uma ciência múltipla. Também como parte das mudanças, além da formação do Conselho Editorial, tivemos ampliação do nosso Conselho Científico.

    Por sua vez, no volume 9, número 16 (jan./jun, 2020), apresentamos um conjunto de 12 artigos escritos por pesquisadoras e pesquisadores altamente qualificados, cujos recortes temáticos, espaciais e temporais entrelaçam escalas no intuito de apresentar a diversidade teórico metodológica da Geografia contemporânea.

    Os artigos assinados pelos membros da Rede Latino Americana de Estudos sobre Espaço e Economia (RELAEE) aqui publicados, foram debatidos no 3.º Encontro Anual de Economia Política, organizado pela Associação Portuguesa de Economia Política (EcPol) e realizado na cidade do Porto/Portugal, no mês de janeiro de 2020, na Universidade Católica Portuguesa e na Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Nesse contexto, o texto dos autores Floriano Godinho de Oliveira e Leandro Dias de Oliveira, explicam fenômenos e processos que são configurados por uma miríade de agentes envolvidos no “circuito espacial da produção do petróleo” que se materializam nas cidades gerando, entre outros, fragmentações e desigualdades socioterritoriais. Em continuidade, o texto de Maria Terezinha Serafim Gomes, visa explicar o papel do Estado na formação de espaços híbridos de inovação nas cidades médias brasileiras. Para completar a tríade dos artigos da RELAEE, Regina Helena Tunes a partir de uma visão problematizadora da realidade, aborda como a Geografia econômica permite explicar a dinâmica industrial do Rio de Janeiro. Em síntese, os três textos evidenciam parte do grande potencial que essa rede de pesquisa representa para ler, pelo viés da economia política e da Geografia econômica, as dinâmicas recentes do território. Neste prisma também estão estruturados os trabalhos de Francisco Cortezzi “La circulation comerciale de l’açai brésilien (1999-2016): le reseau geografique international ses nœuds, ses flux et ses nouvelles formes de production et de reproduction dans l’espace” e dos autores Marlon Cavalcante Santos; José Borzacchiello da Silva e Eciane Soares da Silva Bezerra intitulado “Globalização e circuito espacial urbano da costura: a indústria de confecção em Fortaleza-Ceará.

    As dinâmicas da natureza se fazem presente de maneira multiescalar nos trabalhos assinados por Beatriz Sosa, Gabriela Fernandes e Marcel Achkar que analisam a “Relación entre la propagación del processo invasivo de gieditsia triacanthos y la deposición de arena em bosques del río Uruguay”; também por Thais Ferreira da Conceição; Miguel da Guia Albuquerque; Jean Marcel de Almeida Espinoza, apresentamos o texto que se preocupa em investigar o “Uso do método do polígono de mudança para caracterização do comportamento da linha de costa da península do município de Rio Grande/RS, entre os anos de 2004 a 2018”; na sequência o debate acerca das transformações ambientais com ênfase nos aspectos de uso e ocupação da terra em Tocantins aparece no artigo escrito por Sandro Sidnei Vargas de Cristo e José Paulo da Silva Noleto. Em seguida, o conflito que também é inerente à apropriação da natureza aparece no texto assinado por Cícero Bezerra da Silva que é assim intitulado “Conflitos por água e os (des) caminhos do uso e apropriação no contexto do semiárido”. Por fim, mas não menos importante, as contribuições dos trabalhos acerca das dinâmicas da natureza são alicerçados às preocupações vinculadas ao planejamento de áreas com cobertura vegetal, como é o caso do trabalho assinado por Giovane de Oliveira Bonilha e Simone Emiko Sato, intitulado “Análise da dinâmica temporal do uso e cobertura da terra como subisídio ao planejamento do município do Rio Grande-RS e do artigo “Caracterização pedogeomorfológica de uma transição Arenosol-podzol na Reserva Ecológica de Sapiranga, Mata de São João-BA.

    O trabalho intitulado “A importância da aula de campo no proesso de ensino e aprendizagem de Geografia, assinado por Anderson Felipe Leite dos Santos e Maria Marta dos Santos Buriti, inauguram a sessão da GeoUECE intitulada “Experiências Pedagógicas”.

    Agradecemos à toda equipe da nossa revista, aos pareceristas, autores e autoras, ao mesmo tempo em que damos boas vindas aos novos membros dos conselhos editorial e científico. Obrigado por acreditarem na construção coletiva!

    Boa leitura à toda comunidade acadêmica!

    Denise Cristina Bomtempo
    Davis Pereira de Paula
    Coordenação Editorial da Revista GeoUECE

    Agosto de 2020.

    _______________________________________________________________________________

    EDITORIAL

    In this moment of multiple resistances and hopes for the present - future, the GeoUECE Magazine of the Geography Posgraduate Program at the State University of Ceará (PropGeo / UECE), presents volume 9, number 16, January-June 2020 edition.

    In addition to the qualified works published in this issue, we would like to make public that the magazine has undergone constant changes in its form and content. In this issue, the readers will have the opportunity to check the innovations carried out in partnership with the new members of the Editorial Council, they are: development of a new layout; revision of the rules of publication and creation of the session “pedagogical experiences”. The new session was created, as we understand that the works produced in the most varied teaching, research and extension experiences can be socialized as a possibility of learning and building a multiple science. Also as part of the changes, in addition to the formation of the Editorial Council, we also expanded our Scientific Council.

    In turn, in volume 9, number 16 (Jan./Jun, 2020), we present a set of 12 articles written by highly qualified researchers and researchers, whose thematic, spatial and temporal cuts intertwine scales in order to present the methodological theoretical diversity of contemporary Geography.

    The articles signed by the members of the Latin American Network of Studies on Space and Economics (RELAEE) published here, were discussed at the 3rd Annual Political Economy Meeting, organized by the Portuguese Political Economy Association (EcPol) and held in the city of Porto / Portugal, in January 2020, at the Portuguese Catholic University and at the Faculty of Economics of the University of Porto. In this context, the text of the authors Floriano Godinho de Oliveira and Leandro Dias de Oliveira, explain phenomena and processes that are configured by a myriad of agents involved in the “spatial circuit of oil production” that materialize in cities, generating, among others, fragmentation  and socio-territorial inequalities. In continuity, the text by Maria Terezinha Serafim Gomes, aims to explain the role of the State in the formation of hybrid spaces for innovation in Brazilian medium-sized cities. To complete the triad of RELAEE articles, Regina Helena Tunes from a problematizing view of reality, addresses how economic geography allows to explain the industrial dynamics of Rio de Janeiro. In summary, the three texts show part of the great potential that this research network represents to read, from the perspective of political economy and economic geography, the recent dynamics of the territory. In this perspective, the works of Francisco Cortezzi “La circulation comercialle de l'açai brésilien (1999-2016): le reseau geografique international ses nœuds, ses flux et ses nouvelles forms de production et de reproduction dans l'espace” and the authors Marlon Cavalcante Santos; José Borzacchiello da Silva and Eciane Soares da Silva Bezerra entitled “Globalization and the urban space circuit of sewing: the clothing industry in Fortaleza-Ceará”

    The dynamics of nature are present in a multiscale way in the works signed by Beatriz Sosa, Gabriela Fernandes and Marcel Achkar that analyze the “Relationship between the propagation of the invasive process of triacanthos gieditsia and the deposition of arena in bosques del rio Uruguay”; also by Thais Ferreira da Conceição; Miguel da Guia Albuquerque; Jean Marcel de Almeida Espinoza, we present the text that is concerned with investigating the “Use of the polygon method of change to characterize the behavior of the coast line of the peninsula of the municipality of Rio Grande / RS, between the years 2004 to 2018”; next, the debate about environmental changes with emphasis on the aspects of land use and occupation in Tocantins appears in the article written by Sandro Sidnei Vargas de Cristo and José Paulo da Silva Noleto. Then, the conflict that is also inherent to the appropriation of nature appears in the text signed by Cícero Bezerra da Silva, which is thus entitled “Conflicts over water and the (mis) paths of use and appropriation in the context of the semiarid”. Last but not least, the contributions of the works on the dynamics of nature are based on the concerns linked to the planning of areas with vegetation cover, as is the case of the work signed by Giovane de Oliveira Bonilha and Simone Emiko Sato, entitled “Analysis the temporal dynamics of land use and coverage as a subsidy to the planning of the municipality of Rio Grande-RS and the article “Pedogeomorphological characterization of an Arenosol-podzol transition in the Sapiranga Ecological Reserve, Mata de São João-BA.

    The work entitled “The importance of field classes in the teaching and learning process of Geography, signed by Anderson Felipe Leite dos Santos and Maria Marta dos Santos Buriti, inaugurate the GeoUECE session entitled “Pedagogical Experiences”.

    We thank the entire team of our magazine, the reviewers, authors and authors, while welcoming the new members of the editorial and scientific councils. Thank you for believing in collective construction!

    Happy reading to the entire academic community!

     

    Denise Cristina Bomtempo
    Davis Pereira de Paula
    Editorial Coordination of GeoUECE MAGAZINE
    August 2020. 

     

    ____________________________________________________________________________________________________________________________

    EDITORIAL/EDITORIAL

    REVISTA GEOUECE – VOLUME 9, NÚMERO 16, JAN./JUN. 2020       1 - 8

    ARTIGOS

    CIRCUITOS ESPACIAIS DA PRODUÇÃO E A ECONOMIA DO PETRÓLEO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: AS TRANSFORMAÇÕES TERRITORIAIS POR AÇÃO DOS NÍVEIS SUPERIORES DA ECONOMIA
    SPACE CIRCUITS OF PRODUCTION AND OIL ECONOMY IN THE STATE OF RIO DE JANEIRO: TERRITORIAL TRANSFORMATIONS BY ACTION OF UPPER LEVELS OF THE ECONOMY
    CIRCUITOS ESPACIALES DE LA PRODUCCION Y ECONOMÍA DEL PETRÓLEO EN EL ESTADO DE RÍO DE JANEIRO: TRANSFORMACIONES TERRITORIALES POR ACCIÓN DESDE LOS NIVELES SUPERIORES DE LA ECONOMÍA
    Floriano Godinho de OLIVEIRA; Leandro Dias de OLIVEIRA

    LA CIRCULATION COMMERCIALE DE L'AÇAI BRESILIEN (1999-2016): LE RESEAU GEOGRAPHIQUE INTERNATIONAL, SES NŒUDS, SES FLUX ET SES NOUVELLES FORMES DE PRODUCTION ET DE REPRODUCTION DANS L’ESPACE
    A CIRCULAÇÃO COMERCIAL DO AÇAÍ BRASILEIRO (1999-2016): A REDE GEOGRÁFICA INTERNACIONAL, SEUS NÓS, SEUS FLUXOS E SUAS NOVAS FORMAS DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO NO ESPAÇO
    THE COMMERCIAL CIRCULATION OF BRAZILIAN AÇAI BERRY (1999-2016): THE INTERNATIONAL GEOGRAPHICAL NETWORK, ITS KNOTS, ITS FLOWS AND ITS NEW FORMS OF PRODUCTION AND REPRODUCTION IN SPACE
    Francisco CORTEZZI

    O PAPEL DO ESTADO E A FORMAÇÃO DE ESPAÇOS HIBRIDOS DE INOVAÇÃO EM CIDADES MÉDIAS BRASILEIRAS
    THE ROLE OF THE STATE AND THE FORMATION OF HYBRID INNOVATION SPACES IN MIDDLE BRAZILIAN CITIES
    LA PERSPECTIVA DE LA GEOGRAFÍA ECONÓMICA SOBRE LA DINÁMICA INDUSTRIAL DE RÍO DE JANEIRO
    Maria Terezinha Serafim GOMES

    A PERSPECTIVA DA GEOGRAFIA ECONÔMICA SOBRE A DINÂMICA INDUSTRIAL DO RIO DE JANEIRO
    THE ECONOMIC GEOGRAPHY PERSPECTIVE ON RIO DE JANEIRO'S INDUSTRIAL DYNAMICS
    LA PERSPECTIVA DE LA GEOGRAFÍA ECONÓMICA SOBRE LA DINÁMICA INDUSTRIAL DE RÍO DE JANEIRO
    Regina Helena TUNES

    GLOBALIZAÇÃO E CIRCUITO ESPACIAL URBANO DA COSTURA: A INDÚSTRIA DE CONFECÇÃO EM FORTALEZA-CEARÁ
    GLOBALIZATION AND URBAN SEWING SPACE CIRCUIT: THE CLOTHING INDUSTRY IN FORTALEZA-CEARÁ
    CIRCUITO DE ESPACIO DE GLOBALIZACIÓN Y COSTURA URBANA: LA INDUSTRIA DE LA ROPA EN FORTALEZA-CEARÁ
    Marlon Cavalcante SANTOS; José Borzacchiello da SILVA; Eciane Soares da Silva BEZERRA

    RELACIÓN ENTRE LA PROPAGACIÓN DEL PROCESO INVASIVO DE GlEDITSIA TRIACANTHOS Y LA DEPOSICIÓN DE ARENA EN BOSQUES DEL RÍO URUGUAY
    RELAÇÃO ENTRE A PROPAGAÇÃO DO PROCESSO INVASIVO DE GLEDITSIA TRIACANTHOS E A DEPOSIÇÃO DE ARENA NAS FLORESTAS DO RIO URUGUAY
    RELATIONSHIP BETWEEN THE PROPAGATION OF THE INVASIVE PROCESS OF GLEDITSIA TRIACANTHOS AND THE DEPOSITION OF ARENA IN FORESTS OF THE URUGUAY RIVER
    Beatriz Sosa; Gabriela FERNÁNDEZ; Marcel ACHKAR

    USO DO MÉTODO DO POLÍGONO DE MUDANÇA PARA CARACTERIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO DA LINHA DE COSTA DA PENINSULA DO MUNICIPIO DE RIO GRANDE, ENTRE OS ANOS DE 2004 A 2018
    USE OF CHANGE POLYGON METHOD TO CHARACTERIZE THE SHORELINE BEHAVIOR IN RIO GRANDE PENINSULA, BETWEEN 2004 TO 2018
    USO DEL MÉTODO DE POLÍGONO DE CAMBIO PARA CARACTERIZAR EL COMPORTAMIENTO DE LA LÍNEA COSTERA EN LA PENÍNSULA DEL RIO GRANDE, ENTRE 2004 Y 2018
    Thais Ferreira da CONCEIÇÃO; Miguel da Guia ALBUQUERQUE; Jean Marcel de Almeida ESPINOZA

    CONFLITOS POR ÁGUA E OS (DES) CAMINHOS DO USO E APROPRIAÇÃO NO CONTEXTO DO SEMIÁRIDO
    WATER CONFLICTS AND THE (DIS) PATHS OF USE AND APPROPRIATION IN THE CONTEXT OF THE SEMIARID
    CONFLICTOS POR AGUA Y LOS (DES) MODOS DE USO Y APROPIACIÓN EN EL CONTEXTO DE LOS SEMIÁRIDO
    Cícero Bezerra da SILVA

    ANÁLISE DAS TRANSFORMAÇÕES AMBIENTAIS DA PORÇÃO CENTRAL DO ESTADO DO TOCANTINS: ÊNFASE NOS ASPECTOS DE USO E OCUPAÇÃO DA TERRA NO MUNICÍPIO DE BREJINHO DE NAZARÉ
    ANALYSIS OF ENVIRONMENTAL TRANSFORMATIONS OF THE CENTRAL PORTION OF STATE OF TOCANTINS: EMPHASIS ON THE ASPECTS OF LAND USE AND OCCUPATION IN THE MUNICIPALITY OF NAZARETH BREJINHO
    ANÁLISIS DE LAS TRANSFORMACIONES AMBIENTALES DE LA PORCIÓN CENTRAL DE ESTADO DE TOCANTINS: ÉNFASIS EN LOS ASPECTOS DE USO DE LA TIERRA Y OCUPACIÓN EN EL MUNICIPIO DE NAZARET BREJINHO
    Sandro Sidnei Vargas de CRISTO; José Paulo da Silva NOLETO

    CARACTERIZAÇÃO PEDOGEOMORFOLÓGICA DE UMA TRANSIÇÃO NEOSSOLOS QUARTZARÊNICOS – ESPODOSSOLOS, NA RESERVA DA SAPIRANGA, MATA DE SÃO JOÃO - BA
    PEDOGEOMORPHOLOGICAL CHARACTERIZATION OF A QUARTZIPSAMMENT – SPO
    DOSOL TRANSITION, IN THE SAPIRANGA ECOLOGICAL RESERVE, MATA DE SÃO JOÃO – BA
    CARACTERISATION PEDOGEOMORPHOLOGIQUE D'UNE TRANSITION ARENOSOL – PODZOL DANS LA RÉSERVE ÉCOLOGIQUE DE SAPIRANGA, MATA DE SÃO JOÃO – BA
    Ilo César Menezes de Andrade; Jéssica da Mata Lima; Alisson Duarte DINIZ; Maria Eloísa Cardoso da ROSA

    ANÁLISE DA DINÂMICA TEMPORAL DO USO E COBERTURA DA TERRA COMO SUBSÍDIO AO PLANEJAMENTO DO MUNICÍPIO DO RIO GRANDE – RS
    ANALYSIS OF THE TEMPORAL DYNAMICS OF LAND USE AND LAND COVER AS A SUBSIDY TO THE PLANNING OF RIO GRANDE – RS
    ANALISIS DE LA DINAMLACION TEMPORAL DEL USO Y LA COBERTURA DE LA TIERRA COMO SUBVENCION A LA PLANIFICACION DE LA MUNICIPALIDAD DE RIO GRANDE – RS
    Giovane de Oliveira BONILHA; Simone Emiko SATO

    A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE GEOGRAFIA
    THE IMPORTANCE OF FIELD CLASS IN THE TEACHING AND LEARNING PROCESS OF GEOGRAPHY
    LA IMPORTANCIA DE LA CLASE DE CAMPO EN EL PROCESO DE ENSEÑANZA Y APRENDIZAJE DE LA GEOGRAFÍA
    Anderson Felipe Leite dos SANTOS; Maria Marta dos Santos BURITI

  • Revista GeoUECE - V.9, N.2 Especial, 2020
    v. 9 n. 2 Especial (2020)

    EDITORIAL

    Na Revista GEOUECE v. 8, n. 14 e n. 15 de 2019 parte dos artigos publicados foram avaliados pela comissão científica de dois eventos científicos realizados no estado do Ceará, são eles: IV Simpósio de Geografia Física do Nordeste, ocorrido na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UEVA), entre os dias 9 e 11 de Outubro de 2018 na cidade de Sobral/CE e XVIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, realizado em Fortaleza/CE entre os dias 11 a 15 de junho de 2019. Pela qualidade dos trabalhos selecionados e apresentados, os comitês científicos, sobretudo do XVIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada sugeriu que vários artigos fossem publicados na Revista GEOUECE, o que estamos fazendo desde o ano de 2019. Todavia, dada a necessidade de realizar o debate e ao mesmo tempo tornar público a produção do conhecimento geográfico, a comissão editorial da Revista GEOUECE, neste mês de julho de 2020, apresenta à comunidade acadêmica o segundo número especial da Revista GEOUECE. Trata-se de um conjunto de artigos selecionados pelo comitê científico do XVIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada e que possuem relevância para a compreensão das dinâmicas geográficas singulares nos mais variados recortes do território brasileiro.

    Gostaríamos, neste número especial da Revista GeoUECE, prestar nossa homenagem à todas as vítimas da COVID19, de maneira especial ao egresso do PROPGEO/UECE e Professor da Universidade Federal de Roraima Antônio Tolrino de Rezende Veras que assina um dos artigos desta edição.

    Desejamos boa leitura e múltiplas reflexões!

    Comissão Editorial da Revista GEOUECE.

    Julho de 2020.

     

    SUMÁRIO

    Artigo 1

    VARIABILIDADE DE PRECIPITAÇÃO E TEMPERATURA MÉDIA SUPERFICIAL DO AR NO NORTE DA REGIÃO DE AISÉN – CHILE, NO PERÍODO DE 1950-2017
    VARIABILITY OF PRECIPITATION AND AVERAGE AIR SURFACE TEMPERATURE ON NORTHERN AYSÉN REGION – CHILE, BETWEEN OF 1950-2017
    VARIABILIDAD DE LA PRECIPITACIÓN Y TEMPERATURA PROMEDIA DE LA SUPERFICIE DEL AIRE EN EL NORTE DE LA REGIÓN DE AISÉN – CHILE, EN PERÍODO DE 1950-2017

    Filipe Daros IDALINO; Pedro Teixeira VALENTE; Kátia Kellem da ROSA; Jefferson Cardia SIMÕES 

    Artigo 2

    A TERRITORIALIDADE DA PESCA NO RIO URARICOERA-RORAIMA
    A TERRITORIALIDADE DA PESCA NO RIO URARICOERA-RORAIMA
    THE TERRITORIALITY OF FISHING IN THE URARICOERA-RORAIMA RIVER

    Antônio Tolrino de Rezende VERAS; Vivian Karinne Morais RODRIGUES

    Artigo 3

    O USO DA TERRA APÓS A DUPLICAÇÃO DA RODOVIA MANOEL URBANO (AM-070) E SUA INFLUÊNCIA NA QUALIDADE DA ÁGUA DOS IGARAPÉS (IRANDUBA-AM)
    THE LAND USE AFTER DUPLICATION OF MANOEL URBANO ROAD (AM-070) AND ITS INFLUENCE ON WATER QUALITY OF STREAMS (IRANDUBA-AM)
    EL USO DE LA TIERRA DESPUÉS DE LA DUPLICACIÓN DE MANOEL URBANO ROAD (AM-070) Y SU INFLUENCIA EN LA CALIDAD DEL AGUA DE IGARAPÉS (IRANDUBA-AM)

    Flavio WACHHOLZ; Railine do Carmo SAMPAIO; Wallace de Sousa SANTOS; Rosimeire de Souza BARBOSA

    Artigo 4

    ANÁLISE DA RESPOSTA ESPECTRAL DA VEGETAÇÃO APÓS INCÊNDIOS: ESTUDO DO PARQUE ESTADUAL DE JARAGUÁ (GO)
    EVALUATION OF SPECTRAL INDICES FOR VEGETATION FIRE: STUDY OF JARAGUÁ STATE PARK (GO)
    ANÁLISIS DE LA RESPUESTA ESPECTRAL DE LA VEGETACIÓN DESPUÉS DEL FUEGO: ESTUDIO DEL PARQUE ESTATAL DE JARAGUÁ (GO)

    Matheus Bleza SANTOS; Karla Maria Silva de FARIA; Gervásio Barbosa SOARES NETO

    Artigo 5

    MONITORAMENTO DE EROSÃO LAMINAR EM CULTURA CANAVIEIRA EM FRUTAL (MG)
    MONITORING OF SHEET EROSION IN SUGARCANE PLANTATION AREAS IN FRUTAL (MG)
    SURVEILLANCE DE L’EROSION LAMINAIRE DANS LES RÉGIONS DE PLANTATION DE CANNE À SUCRE À FRUTAL (MG)

    Leandro de Souza PINHEIRO; Camila Cares SILVA; Jaqueline Silva CAETANO; Michel Silva FERNANDES

    Artigo 6

    MICROCLIMAS NA BACIA DO RIO MARIA CASIMIRA, MUNICÍPIO DE SANTA BÁRBARA-MG
    MICROCLIMATES IN THE MARIA CASIMIRA RIVER BASIN, CITY OF SANTA BARBARA-MG
    MICROCLIMAS EN LA CUENCA DEL RÍO MARIA CASIMIRA, CIUDAD DE SANTA BARBARA-MG

    Carlos Henrique JARDIM; Jaqueline da Consolação SILVA

    Artigo 7

    CARTOGRAFIA DE ATRIBUTOS FÍSICOS: SUBSÍDIO PARA ANÁLISE DA MINERAÇÃO DE SAIBRO - JUIZ DE FORA/MG
    CARTGRAPHY OF PHYSICAL ATTRIBUTES: SUBSIDY FOR GRAVEL MINING ANALYSIS - JUIZ DE FORA/MG
    CARTOGRAFÍA DE ATRIBUCTOS FÍSICOS: SUBSIDIO PARA ANÁLISIS DE LA MINERÍA DE ARCILLA - JUIZ DE FORA/MG
    Juliana Costa Baptista BARRETO; Gisele Barbosa dos SANTOS

    Artigo 8
    ÍNDICE RELAÇÃO DECLIVIDADE-EXTENSÃO (RDE) COMO SUPORTE PARA ANÁLISE ESTRUTURAL NA BACIA DO RIO CAMARAGIBE MIRIM – AL
    SLOPE-EXTENSION RATIO INDEX (RDE) AS A SUPPORT FOR STRUCTURAL ANALYSIS IN THE CAMARAGIBE MIRIM RIVER BASIN - AL
    ÍNDICE DE RELACIÓN PENDIENTE-EXTENSIÓN (RDE) COMO SOPORTE PARA EL ANÁLISIS ESTRUCTURAL EN LA CUENCA DEL RÍO CAMARAGIBE MIRIM - AL
    Adsson André da Silva GOMES; Nivaneide Alves de Melo FALCÃO; Kleython de Araujo MONTEIRO

    Artigo 9

    VALORANDO O PATRIMÔNIO NATURAL DO LITORAL DE ESTÂNCIA/SE
    VALUING THE NATURAL HERITAGE OF THE COAST OF ESTÂNCIA /SE
    VALORANDO EL PATRIMONIO NATURAL DE LA COSTA DE ESTÂNCIA /SE
    Márcia Eliane Silva CARVALHO; Henato Julião Silva RAMOS

    Artigo  10

    A GEODIVERSIDADE E O POTENCIAL GEOTURÍSTICO DO PARQUE NACIONAL DA FURNA FEIA, RN, BRASIL
    THE GEODIVERSITY AND THE GEOTOURISM POTENCIAL OF FURNA FEIA NACIONAL PARK, RN, BRAZIL
    LA GEODIVERSIDAD Y EL POTENCIAL DE GEOTURISMO DEL PARQUE NACIONAL DE LA FURNA FEIA, RN, BRASIL

    Jessica Jessiana Ferreira ALVES; Wendson Dantas de Araújo MEDEIROS

    Artigo 11

    GEODIVERSIDADE E PATRIMÔNIO ESPELEOLÓGICO DA CAVERNA DA PEDRA DA CACHOEIRA, ALTAMIRA/PA
    GEODIVERSITY AND SPELEOLOGICAL HERITAGE OF THE CAVE OF PEDRA DA CACHOEIRA, ALTAMIRA / PA
    GEODIVERSIDAD Y PATRIMONIO SPEEDOLÓGICO DE LA CUEVA DE PIEDRA CACHOEIRA, ALTAMIRA / PA
    Luciana Martins FREIRE; Joselito Santiago de LIMA

    Artigo 12

    CARACTERIZAÇÃO E ESPACIALIZAÇÃO DOS COMPARTIMENTOS GEOMORFOLÓGICOS DA BACIA DO CÓRREGO SÃO JOSÉ -MUNICÍPIO DE ITUIUTABA-MG 
    CHARACTERIZATION AND SPACIALIZATION OF GEOMORPHOLOGICAL COMPARTMENTS OF THE STREAM BASIN STREAM SÃO JOSÉ MUNICIPALITY OF ITUIUTABA-MG
    LA CARACTERIZACIÓN Y LA ESPACIALIZACIÓN DE LOS COMPARTIMENTOS GEOMORFOLÓGICOS DE LA CUENCA DEL STREAM SON JOSÉ-MUNICIPALIDAD DE ITUIUTABA-MG
    Leda Correia Pedro MIYAZAKI; Fábio Reis VENCESLAU

  • Revista GeoUECE - V.8, N.15, 2019
    v. 8 n. 15 (2019)

    EDITORIAL

    A Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE) - GeoUECE, apresenta neste décimo quinto número um conjunto de artigos com temas e referencial teórico metodológico bastante inovadores que versam sobre a leitura das dinâmicas territoriais e da natureza.

    No artigo intitulado “Por uma Geografia com poesia”, Luiz Carlos Flávio, apresenta uma importante reflexão de como a ciência pode contribuir para a produção de uma interpretação da realidade levando em consideração o diálogo estreito com a arte, prevalecendo assim uma abordagem humanística, objetivando compreender o simbolismo e o sensível enquanto inerentes às paisagens vividas e experienciadas pela trajetória dos sujeitos.

    Por sua vez, o texto assinado por Layon Ignacio da S. Costa e Leandro Bruno dos Santos, aponta para a importância de compreender as atividades econômicas industriais levando em consideração a trajetória histórica da produção industrial, os agentes e as políticas, para tanto, toma como recorte espacial o estado do Rio de Janeiro. A partir do caminho proposto, os autores conseguem compreender as configurações e as dinâmicas territoriais atuais promovidas pela indústria no Rio de Janeiro.

    No artigo intitulado “Uma jornada socioespacial: o retorno sempre novo às ruas nas manifestações de junho de 2013 no Brasil”, Gustavo Souza Santos chama atenção para a leitura da rua enquanto um espaço público de reinvindicação e manifestações múltiplas, mas que “quando obstruídos e ocupados de modo insurgente, tornam-se esteios de agência, potência sociopolítica e indumentária de insurgência”.

    A sequência dos artigos, contemplam temáticas que envolvem as dinâmicas da natureza atreladas à sociedade nos mais variados recortes do território brasileiro. São artigos que foram avaliados pela comissão científica do XVIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, realizado em Fortaleza/CE entre os dias 11 a 15 de junho de 2019 e encaminhados para nossa Revista para fins de publicação.

    No artigo “Atividades sísmicas na Amazônia: levantamento e caracterização de terremotos na Amazônia Sul-Ocidental/AC os autores, ao relacionar a localização periférica junto à Cordilheira dos Andes com a influência direta do encontro das placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana, realizam um levantamento histórico dos abalos sísmicos manifestados no Estado e a relação com as dinâmicas do relevo.

    Por sua vez, a leitura da Amazônia no texto assinado por Jônatas de Araújo Matos é feita pelos aspectos geomorfológicos em ambientes de várzea. Para realização do estudo, o autor ressalta que o potencial da metodologia é a realização de inúmeros trabalhos empíricos, orientado por coerente referencial teórico.

    O Rio de Janeiro aparece novamente enquanto recorte espacial no artigo escrito por Felipe Pacheco Silva e Telma Mendes da Silva, no qual analisam os índices geomórficos que contribuem para a caracterização morfotectônica de sistemas hidrográficos.

    De Roraima parte o estudo realizado por Raquel Araújo Alves sobre o Ecossistema de Veredas localizado na porção setentrional de Bonfim. Na sequência, na escala da cidade pequena (Álvares Machado/SP) e a suscetibilidade à erosão linear ganham escopo no trabalho de Gleice Santana Pereira e Isabel Cristina Moroz-Caccia Gouveia.

    A Região Nordeste do Brasil é representada por quatro artigos. Sendo que o trabalho de Juarez Mota Pinheiro e Ronaldo Rodrigues Araújo versa sobre os impactos do fenômeno El Niño e La Niña no município de São Luís/MA. Na sequência, no artigo “Caracterização das unidades de paisagens na bacia hidrográfica do Rio Taperoá/PB”, os autores trazem importante contribuição para o estudo de gestão e manejo de ambientes fluviais. Por sua vez, o artigo intitulado “A morfologia da paisagem a partir da mineração de ferro em Quiterianópoles – CE” assinado por Eduardo de Sousa Marques; Erivan Camelo da Silva e José Aristides Mesquita Barboza apresenta importante contribuição a respeito do surgimento de problemas ambientais relacionados com a exploração mineralógica feita de maneira inadequada na Serra do Besouro/Sertão dos Inhamus/Quiterrianópoles/CE. Por fim, no artigo Reconstituição paleoambiental de dunas vegetadas na caatinga em Aracati/CE, os autores trazem importante contribuição para entender as mudanças na vegetação ligadas às variações climáticas do Quaternário.

    A Geografia da região Sul do Brasil está presente em três artigos. O primeiro deles versa sobre a morfogenética do leste do Estado do Paraná pelo uso da geomorfometria, assinado por Ricardo Michael Pinheiro Silveira e Claudinei Taborda da Silveira. As variações no padrão de relevo associadas aos diferentes derrames e formas vulcânicas preservadas na porção central da província magmática do Paraná-Etendeka é assinado por Eliza do Belém Tratz e Breno Leitão Waichel. Por fim, o conceito de lugar é evidenciado no trabalho intitulado “Estudo do lugar a partir da série Atlas Municipal: bacia do Ibicuí-Oeste do Rio Grande do Sul”, realizado por Luiz Eduardo Robaina; Romario Trentin e Daniel Junges Menezes. 

    Agradecemos a Todos e Todas que contribuíram para que esta edição da GeoUECE fosse concluída e desejamos uma ótima leitura!

    Comissão Editorial da Revista GeoUECE.

     

    EDITORIAL
    REVISTA GEOUECE – VOL. 8, N. 15, JUL/DEZ 2019

    ARTIGOS

    Artigo 1

    POR UMA GEOGRAFIA COM POESIA
    FOR A GEOGRAPHY WITH POETRY
    POR UNA GEOGRAFÍA CON POESÍA
    Luiz Carlos FLÁVIO

    Artigo 2

    TRAJETÓRIA HISTÓRICA DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL EM TERRITÓRIO FLUMINENSE (1880-2000)
    HISTORICAL TRAJECTORY OF INDUSTRIAL PRODUCTION IN FLUMINENSE TERRITORY (1880-2000)
    TRAYECTORIA HISTÓRICA DE LA PRODUCCIÓN INDUSTRIAL EN TERRITORIO FLUMINENSE (1880-2000)
    Layon Ignácio da Silva COSTA, Leandro Bruno SANTOS

    Artigo3

    UMA JORNADA SOCIOESPACIAL: O RETORNO SEMPRE NOVO ÀS RUAS NAS MANIFESTAÇÕES DE JUNHO DE 2013 NO BRASIL
    UNA JORNADA SOCIOESPACIAL: EL RETORNO SIEMPRE NUEVO A LAS RUAS EN LAS MANIFESTACIONES DE JUNIO DE 2013 EN BRASIL
    A SOCIO-SPATIAL JOURNEY: THE ALWAYS NEW RETURN TO THE STREETS IN 2013 JUNE DEMONSTRATIONS IN BRAZIL
    Gustavo Souza SANTOS

    Artigo 4

    ATIVIDADES SÍSMICAS NA AMAZÔNIA: LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE TERREMOTOS NA AMAZÔNIA SUL-OCIDENTAL – ACRE – BRASIL
    SEISMIC ACTIVITIES IN THE AMAZON: SURVEY AND CHARACTERIZATION OF EARTHQUAKES IN SOUTH-WESTERN AMAZON - ACRE – BRAZIL
    ACTIVIDADES SÍSMICAS EN LA AMAZONÍA: ESTUDIO Y CARACTERIZACIÓN DE TERREMOTOS EN LA AMAZONÍA SUDOCCIDENTAL - ACRE – BRASIL
    Waldemir Lima dos SANTOS; Cleyton Aguiar CRISÓSTOMO; Antonio Roney de Figueiredo BARBOSA; Pâmela Moura da SILVA; Francisco Ivam C. do NASCIMENTO

    Artigo 5

    ASPECTOS GEOMORFOLÓGICOS DAS “TERRAS-CAÍDAS” EM AMBIENTE DE VÁRZEA NO CAREIRO DA VÁRZEA – AM

    GEOMORPHOLOGICAL ASPECTS OF “FALLEN LANDS” IN LOWLAND ENVIRONMENT IN CAREIRO OF VARZEA – AM
    ASPECTOS GEOMORFOLÓGICOS DE “TIERRAS CAIDAS” EN EL ENTORNO DE LOWLAND EN CAREIRO DE VARZEA – AM.
    Jônatas de Araújo MATOS

    Artigo 6

    ÍNDICES GEOMÓRFICOS NA CARACTERIZAÇÃO MORFOTECTÔNICA DE SISTEMAS HIDROGRÁFICOS
    GEOMORPHIC INDEXES IN MORFOTECTONIC CHARACTERIZATION OF HYDROGRAPHIC SYSTEMS
    ÍNDICES GEOMORFICOS EN LA CARACTERIZACIÓN MORFOTECTÓNICA DE LOS SISTEMAS HIDROGRÁFICOS
    Felipe Pacheco SILVA; Telma Mendes da SILVA

    Artigo 7

    ESTUDO PRELIMINAR SOBRE O ECOSSISTEMA DE VEREDAS NA PORÇÃO SETENTRIONAL DE BONFIM, ESTADO DE RORAIMA, BRASIL
    PRELIMINARY STUDY ON THE VEREDA (PALM SWAMPS) ECOSYSTEM IN THE NORTHERN SECTOR OF BONFIM, RORAIMA STATE, BRASIL
    ESTUDIO PRELIMINAR SOBRE EL ECOSSISTEMA DE VEREDAS EM LA PORCIÓN SETENTRIONAL DE BONFIM, ESTADO DE RORAIMA, BRASIL
    Raquel Araújo ALVES

    Artigo 8

    SUSCETIBILIDADE À EROSÃO LINEAR NO MUNICÍPIO DE ÁLVARES MACHADO – SÃO PAULO
    SUSCEPTIBILITY TO LINEAR EROSION IN MUNICIPALITY OF ÁVARES MACHADO – SÃO PAULO
    SUSCEPTIBILIDAD DE LA EROSIÓN LINEAL EN MUNICIPIO DE ÁVARES MACHADO – SÃO PAULO
    Gleice Santana PEREIRA; Isabel Cristina MOROZ-CACCIA GOUVEIA

    Artigo 9

    IMPACTOS DO FENOMENO EL NIÑO E LA NIÑA NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS – MARANHÃO
    EL NIÑO AND LA NIÑA PHENOMENA'S IMPACTS IN THE CITY OF SÃO LUIS – MARANHÃO
    Juarez Mota PINHEIRO; Ronaldo Rodrigues ARAÚJO

    Artigo 10


    CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADES DE PAISAGENS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TAPEROÁ- PB
    CHARACTERIZATION OF LANDING UNITS IN THE TAPEROÁ-PB RIVER WATER BASIN
    CHARACTERIZAÇÃO DAS UNITS OF PAISAGENS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TAPEROÁ-PB
    Camilla Jerssica da Silva SANTOS, Gabriel da Nobrega MONTEIRO, Kenia Karoline Sousa da CRUZ, Jonas Otaviano Praça de SOUZA

    Artigo 11

    A MORFOLOGIA DA PAISAGEM A PARTIR DA MINERAÇÃO DE FERRO EM QUITERIANÓPOLES - CE
    LANDSCAPE MORPHOLOGY FROM IRON MINING IN QUITERIANOPOLES – CE
    MORFOLOGÍA DEL PAISAJE DE LA MINERÍA DE HIERRO EN QUITERIANOPOLES – CE
    Eduardo de Sousa MARQUES, Erivan Camelo da SILVA, José Aristides Mesquita BARBOZA

    Artigo 12

    MAPEAMENTO MORFOGENÉTICO DA PORÇÃO LESTE DO ESTADO DO PARANÁ COM USO DA GEOMORFOMETRIA
    MORPHOGENETIC MAPPING OF THE EAST OF THE STATE OF PARANÁ USING GEOMORPHOMETRY
    Ricardo Michael Pinheiro SILVEIRA, Claudinei Taborda da SILVEIRA

    Artigo 13

    VARIAÇÕES NO PADRÃO DE RELEVO ASSOCIADAS AOS DIFERENTES DERRAMES E FORMAS VULCÂNICAS PRESERVADAS NA PORÇÃO CENTRAL DA PROVÍNCIA MAGMÁTICA DO PARANÁ-ETENDEKA
    RELIEF PATTERN VARIATIONS ASSOCIATED WITH FLOWS AND VOLCANIC FORMS IN THE CENTRAL PORTION OF THE PARANA-ETENDEKA MAGMATIC PROVINCE
    VARIACIONES EN EL PATRÓN DE RELIEVE ASOCIADAS CON LOS DIFERENTES DERRAMES Y FORMAS VOLCÁNICAS CONSERVADAS EN LA PARTE CENTRAL DE LA PROVINCIA MAGMÁTICA DE PARANÁ-ETENDEKA
    Eliza do Belem TRATZ, Breno Leitão WAICHEL

    Artigo 14


    RECONSTITUIÇÃO PALEOAMBIENTAL DE DUNAS VEGETADAS NA CAATINGA EM ARACATI, CEARÁ, ATRAVÉS DE BIOMINERALIZAÇÕES DE SÍLICA
    PALEOENVIRONMENTAL RECONSTRUCTION OF VEGETATED DUNES IN CAATINGA IN ARACATI, CEARÁ, USING SILICA BIOMINERALIZATIONS
    RÉCONSTITUTION PALÉOENVIRONNEMENTALE DE DUNES VÉGÉTÉES DANS LA CAATINGA, À ARACATI, CEARÁ, À TRAVERS DES BIOMINÉRALISATIONS DE SILICE
    Raphaella Rodrigues DIAS, Heloisa Helena Gomes COE, Sarah Domingues Fricks RICARDO, Alessandra Mendes Carvalho VASCONCELOS, Leandro Oliveira Furtado SOUSA

    Artigo 15

    ESTUDO DO LUGAR A PARTIR DA SÉRIE ATLAS MUNICIPAL: BACIA DO IBICUÍ – OESTE DO RIO GRANDE DO SUL
    STUDY ON THE LOCAL SCALE FROM THE ATLAS MUNICIPAL SERIES: IBICUÍ BASIN – WEST OF RIO GRANDE DO SUL
    ÉTUDE À L’ÉCHELLE LOCALE DE LA SÉRIE ATLAS DANS LES MUNICIPALITÉS: BASSIN IBICUÍ - OUESTE DU RIO GRANDE DO SUL
    Luis Eduardo ROBAINA, Romario TRENTIN, Daniel Junges MENEZES

  • Revista GeoUECE - V.8, N.14 2019
    v. 8 n. 14 (2019)

    EDITORIAL

    No seu décimo quarto número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE) - GeoUECE, apresenta mais um conjunto de artigos voltados para divulgação de pesquisas que tem como foco principal a leitura das dinâmicas da natureza na interface social manifestadas na região Nordeste do Brasil.

    Ainda como especificidade deste número, vale destacar que os artigos publicados foram avaliados pela comissão científica do IV Simpósio de Geografia Física do Nordeste e apresentados no referido evento, cuja temática central foi intitulada como “Perspectivas da Geografia Física no Nordeste brasileiro: produção e desafios”, realizado na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UEVA), entre os dias 9 e 11 de Outubro de 2018 na cidade de Sobral/CE.

    Em síntese, o evento cuja comissão organizadora foi composta por docentes e discentes do Mestrado Acadêmico em Geografia da UEVA e docentes do PropGeo/UECE mostra uma ação singular de cooperação entre dois dos Programas de Pós Graduação em Geografia do estado do Ceará, sendo que os artigos publicados representam, por um lado, ações positivas da dispersão e interiorização da Pós Graduação em Geografia no Brasil, e por outro lado, resultados de um esforço coletivo de interpretações geográficas diversas e plurais da região Nordeste do país.

    Desejamos boa leitura!

     

    Comissão Editorial da Revista GEOUECE.

    Jan./Jun. de 2019

     

    link para todos os artigos

    https://drive.google.com/open?id=1zwWt64tBH8QOF12Sivxo7gQ0DHLFRhvf

     

    EDITORIAL

    REVISTA GEOUECE – VOL. 8, N. 14, JAN/JUN 2019

     

    ARTIGOS

    EVOLUÇÃO DAS ÁREAS DE MANGUEZAL DA BACIA HIDROGRÁFICA GENIPARANA NA ILHA DO MARANHÃO COM DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO

    EVOLUTION OF MANGROVES AREAS OF THE GENIPARAN HYDROGRAPHIC BOWL IN THE ISLAND OF MARANHÃO WITH REMOTE SENSING DATA

    DÉVELOPPEMENT DES RÉGIONS DE MANGROUTS DU BASSIN HYDROGÉNIER DE L'ÎLE DE MARANHÃO AVEC DES DONNÉES DE DÉTECTION À DISTANCE

    Alessânia Silva de Lucena CARNEIRO, André Luís Silva dos SANTOS

     

    ANÁLISE DA MUDANÇA NA COBERTURA VEGETAL DA RESERVA ECOLÓGICA DOIS IRMÃOS RECIFE (PE)

    ANALYSIS OF THE CHANGE IN THE VEGETATION COVER OF DOIS IRMÃOS ECOLOGICAL RESERVE RECIFE (PE)

    ANÁLISIS DEL CAMBIO EN LA CUBIERTA DE VEGETACIÓN DE LA RECETA DE RESERVA ECOLÓGICA (PE) DE DOIS IRMÍOS

    Ana Márcia Avelino dos SANTOS, John Kennedy Ribeiro de SANTANA, Hans Miller Vital da SILVA

     

    ANÁLISE GEOAMBIENTAL DO AÇUDE ANGICOS, NO MUNICÍPIO DE COREAÚ/CE

    GEOENVIRONMENTAL ANALYSIS OF THE ANGICOS DAM, IN THE MUNICIPALITY OF COREAÚ / CE

    ANÁLISIS GEOAMBIENTAL DE LA PRESA ANGICOS, EN EL MUNICIPIO DE COREAÚ / CE

    Andréia Cardoso de SOUZA, Lídia Hellen Mascarenhas SOUZA, Gabriela Lima PORTELA, José Falcão SOBRINHO

     

    pH E CEs EM SOLO SOB IRRIGAÇÃO COM ÁGUA SALINA NO CULTIVO DE TOMATE EM AMBIENTE PROTEGIDO

    pH E CEs ONLY UNDER IRRIGATION WITH SALINE WATER IN TOMATO CULTIVATION IN PROTECTED ENVIRONMENT

    Antonia Isabela Soares XIMENES, Ademir Silva MENEZES, Yasmin Sabino N. BARROZO, Maria Cristina Martins R. de SOUZA

     

    TECNOLOGIAS SOCIAIS DE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO NO MUNICÍPIO DE RERIUTABA-CE

    SOCIAL TECHNOLOGIES OF THE CONVIVENCE WITH THE SEMI-ARID IN THE MUNICIPALITY OF RERIUTABA-CE

    Bruna Lima CARVALHO, Caubi Alves BRAGA Maria Raiane de Mesquita GOMES, José Falcão SOBRINHO

     

    ANÁLISE GEOMORFOLÓGICA E MORFOMÉTRICA DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DOS RIACHOS TIMBAÚBA E POÇÃO COREAÚ – CE

    GEOMORPHOLOGICAL AND MORPHOMETRIC ANALYSIS OF THE HYDROGRAPHIC SUB BASIN OF STREAMS TIMBAÚBA AND POÇÃO COREAÚ-CE

    ANÁLISIS GEOMORFOLÓGICA Y MORFOMÉTRICA DE LA SUB-CUENCA DE LOS ARROYOS TIMBAÚBA Y POÇÃO COREAÚ – CE

    Camila da Silva CARNEIRO, Érika Martins FERREIRA, Livana Sousa GUIMARÃES, Ernane Cortez LIMA

     

    INCIDÊNCIA PLUVIOMÉTRICA E RISCOS EPIDEMIOLÓGICOS EM ÁREA DE PERIFERIZAÇÃO SOCIOESPACIAL DE SALVADOR – BAHIA

    PLUVIOMETRIC IMPACT AND EPIDEMIOLOGICAL RISKS IN A SOCIO-SPACE PERIPHERAL AREA OF SALVADOR – BAHIA

    INCIDENCIA DE LLUVIA Y RIESGOS EPIDEMIOLÓGICOS EN EL ÁREA DE PERIFERIZACIÓN SOCIOESPACIAL DE SALVADOR – BAHIA

    Cássio de Jesus VIANA, Juliana Pereira Petrolino dos SANTOS, Plínio Martins FALCÃO

     

    O CLIMA E AS CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS DE FORTALEZA: SUAS INTERFERÊNCIAS NOS CASOS DE PNEUMONIA EM CRIANÇAS

    THE CLIMATE AND SOCIOECONOMIC CONDITIONS OF FORTALEZA: ITS INTERFERENCES IN THE CASES OF PNEUMONIA IN CHILDREN

    EL CLIMA Y LAS CONDICIONES SOCIOECONÓMICAS DE FORTALEZA: SUS INTERFERENCIAS EN CASOS DE NEUMÁTICOS INFANTILES

    Dáviney Sales de FREITAS JÚNIOR, Marta Celina Linhares SALES, Maria Elisa ZANELLA

     

    GEODIVERSIDADE E SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS: INTERAÇÕES NA PLANÍCIE FLÚVIO-MARINHA DO LITORAL SETENTRIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE (NE/BRASIL)

    GEODIVERSITY AND ECOSYSTEM SERVICES: INTERACTIONS IN THE FLUVIAN-NAVY PLAIN OF THE NORTHERN RIO GRANDE DO NORTE (NE / BRAZIL)

    SERVICIOS DE GEODIVERSIDAD Y ECOSISTEMAS: INTERACCIONES EN LA LLANURA FLUVIAL-MARINA DEL NORTE DE RIO GRANDE DO NORTE (NE / BRASIL)

    Dayane Raquel da Cruz GUEDES, Nayara Marques SANTOS, Diógenes Félix da Silva COSTA

     

    CLASSIFICAÇÃO DAS ÁREAS ÚMIDAS NO SISTEMA ESTUARINO DO RIO PIRANHAS-AÇU (NE-BRASIL)

    CLASSIFICATION OF WETLANDS OF ESTUARINE SYSTEM OF PIRANHAS-AÇU RIVER (NE-BRAZIL)

    CLASIFICACIÓN DE ÁREAS MOJADAS EN EL SISTEMA DE SERVICIO RÍO PIRANHAS-AÇU (NE-BRASIL)

    Denise Santos SALDANHA, Diógenes Félix da Silva COSTA

     

    RISCOS E VULNERABILIDADES NA GEOGRAFIA: BREVES CONSIDERAÇÕES

    Dyego Freitas ROCHA, Lutiane Queiroz de ALMEIDA

     

    MAPEAMENTO DA COBERTURA E USO DA TERRA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO CURSO DO RIO MUNDAÚ – PERNAMBUCO / ALAGOAS

    MAPPING OF THE COVERAGE AND LAND USE OF THE MUNDAÚ RIVER WATER HYDROGRAPHIC BASIN - PERNAMBUCO / ALAGOAS

    CARTOGRAPHIE DE LA COUVERTURE ET DE L’UTILISATION DES TERRES DU BASSIN HYDROGRAPHIQUE DES EAUX DE LA RIVIÈRE MUNDAÚ - PERNAMBUCO / ALAGOAS

    Fernando da Silva ALEXANDRE, Samuel Othon de SOUZA, Gabriella Falcão de OLIVEIRA, Lyvia Ramos SOUZA, José de Barros SILVA NETO, Daniel Dantas Moreira GOMES

     

     USO DE CENAS DO SATÉLITE LANDSAT 8 PARA MAPEAMENTO DAS UNIDADES FITOGEOGRÁFICAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO CURSO DO RIO MUNDAÚ – PERNAMBUCO/ALAGOAS

    USE OF LANDSAT 8 SATELLITE SCENES FOR MAPPING THE PHYTOGEOGRAPHIC UNITS OF WATERSHED HIGH COURSE OF MUNDAÚ RIVER - PERNAMBUCO/ALAGOAS

    ESCENAS DEL SATÉLITE LANDSAT 8 PARA EL MAPEO DE LAS UNIDADES FITOGEOGRÁFICAS DE LA CUENCA HIDROGRÁFICA DE ALTO CURSO DEL RÍO MUNDAÚ - PERNAMBUCO / ALAGOAS

    Fernando da Silva ALEXANDRE, Samuel Othon de Souza COSTA, Lays Cristhine Santos BARBOSA, Tiago Fernando de HOLANDA, Daniel Dantas Moreira GOMES

     

    O RISCO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CABEDELO, LOCALIZADO NA REGIÃO METROPOLITANA DE JOÃO PESSOA – PB

    THE ENVIRONMENTAL RISK OF CABEDELO MUNICIPALITY, LOCATED IN THE METROPOLITAN REGION OF JOÃO PESSOA – PB

    LE RISQUE ENVIRONNEMENTAL DE LA VILLE DE CABEDELO, SITUÉ DANS LA RÉGION MÉTROPOLITAINE DE JOÃO PESSOA - PB

    Floriza Maria da Silva PEREIRA, Silvânia Henrique de ARAÚJO, Camila CUNICO

     

    ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DOS FOCOS DE CALOR NO MUNICÍPIO DE PIRACURUCA-PIAUÍ, NOS ANOS DE 2010 A 2017

    SPACE-TEMPORAL ANALYSIS OF HEAT SOURCES IN THE MUNICIPALITY OF PIRACURUCA-PIAUÍ, IN THE YEARS OF 2010 TO 2017

    ANÁLISIS ESPACIO-TEMPORAL DE LOS FOCOS DE CALOR EN EL MUNICIPIO DE PIRACURUCA-PIAUÍ, EN LOS AÑOS DE 2010 A 2017

    Francílio de Amorim dos SANTOS

     

    ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO CONTEXTO DA SALINICULTURA NO LITORAL SEMIÁRIDO POTIGUAR, BRASIL

    GEOGRAPHICAL EDUCATION STRATEGIES IN THE CONTEXT OF SALINICULTURE IN SEMIARID COASTAL POTIGUAR, BRAZIL

    ESTRATEGIAS DE EDUCACIÓN GEOGRÁFICA EN EL CONTEXTO DE LA SALINICULTURA EN EL POTIGUARIO COSTERO SEMIÁRIDO, BRASIL

    Francisco Clésio Medeiros Dantas de ARAÚJO, Diógenes Félix da Silva COSTA

     

    LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS SISTEMAS AMBIENTAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ARACATI MIRIM ITAREMA – CE

    SURVEY AND ANALYSIS OF THE ENVIRONMENTAL SYSTEMS OF THE ARACATI MIRIM RIVER HYDROGRAPHIC BASIN ITAREMA - CE

    LEVANTAMINETO Y ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS MEDIOAMBIENTALES DE LA CUENCA HIDROGRÁFICA DEL ARACATI MIRIM ITAREMA-CE

    Francisco Paiva de OLIVEIRA, Milena Araujo de SOUSA, Ernane Cortez LIMA

     

    ANÁLISE E MAPEAMENTO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DAS NASCENTES DO MUNICÍPIO DO CRATO, CEARÁ

    ANALYSIS AND MAPPING OF AREAS OF PERMANENT PRESERVATION OF THE SOURCE OF WATER IN THE CRATO CITY, CEARÁ

    ANÁLISIS Y MAPEO DE LAS ÁREAS DE CONSERVACIÓN PERMANENTES DE LOS MANANTIALES DE CRATO, CEARÁ

    Gabriella Saraiva de ALBUQUERQUE, Mônica Virna de Aguiar PINHEIRO

     

    PATRIMÔNIO GEOMORFOLÓGICO DA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO PEDRA DA ANDORINHA, SOBRAL - CEARÁ

    GEOMORPHOLOGICAL HERITAGE OF CONSERVATION UNIT PEDRA DA ANDORINHA, SOBRAL - CEARÁ

    PATRIMONIO GEOMORFOLÓGICO DE UNIDAD DE CONSERVACIÓN PEDRA DA ANDORINHA, SOBRAL - CEARÁ

    Hudson Silva ROCHA, Rubson Pinheiro MAIA, Vládia Pinto Vidal de OLIVEIRA

     

    CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS, ENERGIA EÓLICA E JUSTIÇA AMBIENTAL: CONTRIBUIÇÕES PARA UMA ANÁLISE CRÍTICA

    SOCIAL AND ENVIRONMENTAL JUSTICE: CONTRIBUTIONS TO A CRITICAL ANALYSIS

    CONFLICTOS SOCIOAMBIENTALES, ENERGÍA EÓLICA Y JUSTICIA AMBIENTAL: CONTRIBUCIONES PARA UN ANÁLISIS CRÍTICA

    Iara Tâmara Pessoa PAIVA, Ernane Cortez LIMA

     

    SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS DE PROVISÃO PRESTADOS PELO ENTORNO DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DO SERIDÓ (SERRA NEGRA DO NORTE-RN/NE, BRASIL)

    ECOSYSTEM SUPPLY SERVICES PROVIDED BY THE ENVIRONMENT OF THE SERIDÓ ECOLOGICAL STATION (SERRA NEGRA DO NORTE-RN / NE, BRAZIL)

    SERVICIOS DE APROVISIONAMIENTO DE ECOSISTEMAS PROPORCIONADOS ALREDEDOR DE LA ESTACIÓN ECOLÓGICA DO SERIDÓ (SERRA NEGRA DO NORTE-RN/NE, BRASIL)

    Irami Rodrigues MONTEIRO JÚNIOR, Paulo Jerônimo Lucena de OLIVEIRA, Dayane Raquel da Cruz GUEDES, Diógenes Félix da Silva COSTA     

     

    ANÁLISE CLIMÁTICA EM ÁREAS DO PLANALTO RESIDUAL EXTREMO OESTE POTIGUAR

    CLIMATIC ANALYSIS IN THE AREAS OF THE PLANALTO RESIDUAL EXTREMO OESTE POTIGUAR

    Jacimária Fonseca de MEDEIROS, Hugo Richardson OLIVEIRA, Luana Micheli de ALMEIDA, Viviane Nogueira de LIMA

     

    O USO DE IMAGENS SRTM E ASTER GDEM PARA ANÁLISE DE PARÂMETROS GEOMORFOLÓGICOS DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JACURUTU, SANTA QUITÉRIA – CE

    THE USE OF SRTM AND ASTER GDEM IMAGES FOR ANALYSIS OF GEOMORPHOLOGICAL PARAMETERS OF THE JACURUTU RIVER HYDROGRAFIC SUB-BASIN IN SANTA QUITÉRIA FROM CEARÁ

    Jander Adelaide SOUZA, Camila da Silva CARNEIRO, Lucas Pereira SOARES, Fábio Souza e Silva da CUNHA

     

    ANÁLISE MULTI TEMPORAL DA DEGRADAÇÃO DA COBERTURA VEGETAL DO MUNICÍPIO DE TEREZINHA-PE

    MULTI-TEMPORAL ANALYSIS OF THE VEGETABLE COVERAGE DEGRADATION OF TEREZINHA-PE

    ANALYSE MULTI-TEMPORELLE DE LA DÉGRADATION DE LA COUVERTURE VÉGÉTALE DE TEREZINHA-PE

    José de Barros SILVA NETO, Fernando da Silva ALEXANDRE, Lyvia Ramos SOUZA, Gabriela Falcão de OLIVEIRA, Samuel, Othon de Souza COSTA, Daniel Dantas Moreira GOMES

     

    APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE VEGETAÇÃO POR DIFERENÇA NORMALIZADA (NDVI) PARA ANÁLISE DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL NOS MUNICÍPIOS DE FORTIM, ARACATI E ICAPUÍ – CEARÁ, BRASIL

    APPLICATION OF THE STANDARDIZED DIFFERENCE VEGETATION INDEX (NDVI) FOR THE ENVIRONMENTAL ANALYSIS IN THE MUNICIPALITIES OF FORTIM, ARACATI AND ICAPUÍ - CEARÁ, BRAZIL

    José Osmar da SILVA NETO, Letícia de Freitas VIEIRA, Luiz Eduardo Lopes SIQUEIRA, Vládia Pinto Vidal de OLIVEIRA

     

    IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DECORRENTES DO DESCUMPRIMENTO DAS LEIS DE PLANEJAMENTO URBANO NO MUNICÍPIO DE GARANHUNS - PE

    SOCIO-ENVIRONMENTAL IMPACTS ARISING FROM THE DISPLACEMENT OF URBAN PLANNING LAWS IN THE MUNICIPALITY OF GARANHUNS - PE

    José Roberto Alves MACHADO, José Fábio Dos Santos BEZERRA, Naiane Da Silva GOMES, Cristiana Coutinho DUARTE

     

    MAPEAMENTO DE VOÇOROCAS E DO RISCO DE EROSÃO EM ÁREA URBANA NO OESTE DO ESTADO DO MARANHÃO

    MAPPING OF GULLY AND THE RISK OF EROSION IN URBAN AREA IN THE WEST STATE OF MARANHAO

    MAPA DE VOZOROCAS Y DEL RIESGO DE EROSIÓN EN ÁREA URBANA EN EL ESTADO DEL MARANHÂO

    Larissa Thais dos Santos de MACEDO, José Lindomar da S. MORAES JÚNIOR, Adriano de Lima SANTOS, Marcelino Silva FARIAS FILHO

     

    ANÁLISE DE ASPECTOS DAS UNIDADES GEOAMBIENTAIS CEARENSES BASEADA NA PERSPECTIVA DO CONFORTO TÉRMICO

    ANALISYS OF ASPECTS OF CEARÁ GEO-ENVIROMENTAL UNITYS BASED IN THERMAL CONFORT PERSPECTIVE

    Léon Denis Ferreira XAVIER, João Marcos Tavares CABRAL, Davis Ellisson Peixoto COSTA, Lívia Damasceno SILVA, Marta Celina Linhares SALES

     

    INUNDAÇÕES SEVERAS NO MUNICÍPIO DE PALMARES-PE: UMA ANÁLISE COMPARATIVA PRELIMINAR DOS EVENTOS DE 2010 E 2017

    SEVERE FLOODING IN PALMARES-PE: A PRELIMINARY COMPARATIVE ANALYSIS OF 2010 AND 2017 EVENTS

    Leonardo Lima da SILVA, Fabrizio de Luiz Rosito LISTO

     

    ENSINO DE GEOCIÊNCIAS NA REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI (RMC): METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS PARA GEOCONSERVAÇÃO

    GEOCIENCES TEACHING IN THE CARIRI METROPOLITAN REGION: PARTICIPATORY METHODOLOGIES FOR GEOCONSERVATION

    ENSEÑANZA DE GEOCIENCIAS EN LA REGIÓN METROPOLITANA DE CARIRI: METODOLOGÍAS PARTICIPATIVAS PARA LA GEOCONSERVACIÓN

    Maria Jayne Alves da SILVA, Vanessa Pereira DIAS, José Henrique de Moura SILVA, Lucilene Gomes LIMA, Marcelo Martins de MOURA-FÉ

     

    LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS SISTEMAS AMBIENTAIS QUE COMPÕEM A SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIACHO GABRIEL, NA LOCALIDADE DE JUÁ, EM IRAUÇUBA-CE

    SURVEY AND ANALYSIS OF THE ENVIRONMENTAL SYSTEMS THAT COMPOSSE THE SUB-BASIN OF GABRIEL CREEK, IN THE CITY OF JUÁ, IN IRAUÇUBA-CE

    INVENTARIO Y ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS AMBIENTALES QUE COMPONEN LA SUBCUENCA HIDROGRÁFICA DEL ARROYO GABRIEL, EN LA LOCALIDADE DE JUÁ, EN IRAUÇUBA – CE

    Nayane Barros SOUSA, Renato Oliveira BARROS, Jander Adelaide SOUZA, Ernane Corte LIMA

     

    ILHAS DE CALOR NA ZONA URBANA DO CRATO-CEARÁ NA PERSPECTIVA DO S.C.U (SISTEMA CLIMA URBANO) SOB O NÍVEL TERMODINÂMICO

    HEAT ISLANDS IN THE CRATO-CEARÁ URBAN AREA IN THE PERSPECTIVE OF THE S.C.U (URBAN CLIMATE SYSTEM) UNDER THE THERMODYNAMIC LEVEL

    ISLAS DE CALOR EN LA ZONA URBANA DEL CRATO-CEARÁ EN LA PERSPECTIVA DEL S.C.U (SISTEMA CLIMA URBANO) BAJO EL NIVEL TERMODINÁMICO

    Vinicius Ferreira LUNA, Joyce Ferreira GOMES, Cícera Celiane Januária da SILVA, Juliana Maria Oliveira SILVA

     

    ANÁLISE DA IMPERMEABILIZAÇÃO DO SOLO NA ÁREA DA PENÍNSULA D’ PONTA DA AREIA- SÃO LUÍS/MA

    ANALYSIS OF IMMUNIABILIZATION OF SOIL IN THE AREA OF PENINSULA D 'PONTA DA SAND - SAINT LOUIS / MA

    ANALISIS DE LA IMPERMIABILIZATION DE SOIL EN LA ZONA DE LA PENINSULA D' PUNTA DA ARENA- SAINT LOUIS /MA

    Walefe Lopes da CRUZ, Renata Maria Sousa CASTRO, Gabriel Irvine Ferreira Alves Dos SANTOS, Ediléa Dutra PEREIRA

     

    DO RIO AO MAR: ANÁLISE DO COMPLEXO ESTUARINO DO RIO COCÓ DIANTE AOS HISTÓRICOS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS

    FROM THE RIVER TO THE SEA: ANALYSIS OF THE ESTUARINE COMPLEX OF THE COCO RIVER BEFORE THE HISTORIC SOCIO-ENVIRONMENTAL IMPACTS

    Anderson da Silva MARINHO, Suedio Alves MEIRA, Francisco Davy Braz RABELO, Edson Vicente da SILVA

     

     

     

     

  • Revista GeoUECE - v.7, n.13 2018
    v. 7 n. 13 (2018)

    EDITORIAL

    No seu décimo terceiro número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE) - GeoUECE, apresenta mais um conjunto de artigos voltados para a divulgação de pesquisas elaboradas pelas lentes da Geografia.  Para a Comissão Editorial é   sempre   uma   grande   satisfação   apresentar   à   comunidade acadêmica um novo número da GeoUECE, que conta com cinco artigos. O que marca este Número 13 é a inovação do ponto de vista temático e escalar presente nos trabalhos que estão sendo publicados. No primeiro artigo, o texto tem como preocupação compreender as dinâmicas do território pela via da indústria articulada à temática da migração histórica; na sequência, no segundo artigo o foco está na leitura do circuito espacial da produção pela ótica da produção imobiliária na escala da cidade média; ainda, no terceiro artigo o espaço agrário é lido pela via dos assentamentos rurais, para tanto é feita uma articulação entre as variáveis desenvolvimento local e capital social como alternativa para reprodução espacial, econômica e social; em continuidade, no quarto artigo, o ensino de Geografia é interpretado por meio das experiências de trabalho de campo realizadas em áreas de preservação ambiental, e por fim, no quinto artigo, a multiplicidade escalar se faz presente pela leitura do regime fiscal enquanto tentativa de cooperação e não separação entre os países. Em síntese, os artigos publicados demonstram que a Geografia é uma ciência que neste início do século XXI está contribuindo para a leitura de fenômenos, processos e dinâmicas que a partir de articulações multi e interescalares se materializam no espaço e permitem novas interpretações. Diante do apresentado, convidamos todos os leitores (AS) para uma agradável e instigante leitura da GeoUECE. Assim como também agradecemos aos (as) autores (as) que escolheram a GeoUECE para publicar seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos (as) colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os   artigos, desejamos   uma   boa   leitura:   que   as   inquietações   levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.

    EDITORIAL

    REVISTA GEOUECE – VOL. 7, N. 13, JAN/JUN 2018

     

    ARTIGOS

    A INDÚSTRIA NIPO-BRASILEIRA DE BENS DE CONSUMO DURÁVEIS E NÃO DURÁVEIS
    THE NIPO-BRAZILIAN INDUSTRY OF CONSUMER GOODS DURABLE AND NON-DURABLE
    LA INDUSTRIA NIPO-BRASILEÑA DE BIENES DE CONSUMO DURABLES Y NO DURABLES
    Adriano Amaro de SOUSA

    O CIRCUITO ESPACIAL DA PRODUÇÃO IMOBILIÁRIA EM MOSSORÓ (RN)
    THE SPACE CIRCUIT OF REAL ESTATE PRODUCTION IN MOSSORÓ (RN)
    EL CIRCUITO ESPACIAL DE LA PRODUCCIÓN INMOBILIARIA EN MOSSORÓ (RN)
    Fábio Ricardo Silva BESERRA

    A RELAÇÃO ENTRE DESENVOLVIMENTO LOCAL E CAPITAL SOCIAL NO ASSENTAMENTO 10 DE ABRIL EM CRATO-CE
    THE RELATIONSHIP BETWEEN LOCAL DEVELOPMENT AND SOCIAL CAPITAL IN THE APRIL 10 SETTLEMENT IN CRATO-CE
    LA RELACIÓN ENTRE DESARROLLO LOCAL Y CAPITAL SOCIAL EN EL ASENTAMIENTO 10 DE ABRIL EN CRATO-CE
    Pedro José REBOUÇAS FILHO, Denis Fernandes ALVES, Francisco do O' LIMA JÚNIOR, Alan Micael Oliveira SALES

    PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS DO PROFESSOR DE GEOGRAFIA NA SALA E NO CAMPO: CONTRIBUIÇÕES DA PARCERIA ESCOLA/GEOPARK ARARIPE
    SOCIO-ENVIRONMENTAL PRACTICES OF GEOGRAPHY TEACHER IN THE CLASSROOM AND IN THE FIELD: CONTRIBUTIONS FROM THE SCHOOL PARTNERSHIP/ARARIPE GEOPARK
    Djailson Ricardo MALHEIRO, Christian Dennys Monteiro de OLIVEIRA, Josier Ferreira da SILVA, Luciene Calixto de Brito VALE, Valéria Costa NASCIMENTO

    O REGIME TRIBUTÁRIO INTERNACIONAL: DESAFIOS E POSSIBILIDADES PARA A COOPERAÇÃO ENTRE OS PAÍSES
    THE INTERNATIONAL TAX REGIME: CHALLENGES AND POSSIBILITIES FOR COOPERATION BETWEEN COUNTRIES
    EL RÉGIMEN FISCAL INTERNACIONAL: DESAFÍOS Y POSIBILIDADES DE COOPERACIÓN ENTRE PAÍSES
    Jonatas de Pessoa Albuquerque MARTINS

     

  • Revista GeoUECE - V.7, N.12, 2018
    v. 7 n. 12 (2018)

    EDITORIAL
    No seu décimo segundo número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE) - GeoUECE, apresenta mais um conjunto de artigos voltados para a divulgação de pesquisas elaboradas pelas lentes da Geografia. Para a Comissão Editorial é sempre uma grande satisfação apresentar à comunidade acadêmica um novo número da GeoUECE, que conta com cinco artigos. O que marca este Número 12 é a perspectiva de leitura geográfica pelo recorte do espaço urbano não metropolitano, cujas temáticas versam pelas dinâmicas econômicas como eixo propulsor de transformações socieoespaciais e socioambientais. Diante do apresentado, convidamos todos os leitores (as) para uma agradável e instigante leitura da GeoUECE. Aproveitamento também para agradecer aos (as) autores (as) que escolheram a GeoUECE para publicar seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos (as) colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os artigos, desejamos uma boa leitura: que as inquietações levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.


    Comissão Editorial GEOUECE
    Janeiro 2018.

     

    SUMÁRIO

    Capa e Editorial

    ATIVIDADE PETROLÍFERA COMO VETOR DE TRANSFORMAÇÕES ECONÔMICAS E SOCIOESPACIAIS EM MACAÉ-RJ
    OIL ACTIVITY AS A VECTOR OF ECONOMIC AND SOCIO-SPATIAL TRANSFORMATIONS IN MACAÉ-RJ
    ACTIVIDAD PETROLERA COMO UN VECTOR DE TRANSFORMACIONES ECONÓMICAS Y SOCIO-ESPACIALES EN MACAÉ-RJ
    Nelson Jose Zampier Bonin

    INVESTIGAÇÃO DA TEMPERATURA DO AR DE PARANAVAÍ, PARANÁ: TENDÊNCIA DE AUMENTO
    THE INVESTIGATION OF THE AIR TEMPERATURE OF PARANAVAÍ, PARANÁ: INCREASE TREND
    INVESTIGACIÓN DE LA TEMPERATURA DEL AIRE DE PARANAVAÍ, PARANÁ: TENDENCIA DE AUMENTO
    Renan Valério Eduvirgem; Patrícia de Sousa; Maria Eugênia Moreira Costa Ferreira

    POLÍTICAS PÚBLICAS DE TURISMO E SUSTENTABILIDADE SOCIOCULTURAL: O CASO DOS PATAXÓ NO EXTREMO SUL DA BAHIA
    PUBLIC TOURISM AND SUSTAINABILITY POLICIES SOCIO-CULTURAL: THE CASE OF THE SOUTH END PATAXÓ OF BAHIA
    Clébia Rodrigues de Carvalho

    A RELEVÂNCIA SOCIOECONÔMICA DO PROGRAMA ESPACIAL BRASILEIRO
    THE SOCIOECONOMIC RELEVANCE OF THE BRAZILIAN SPACE PROGRAM
    LA RELEVANCIA SOCIOECONÓMICA DEL PROGRAMA ESPACIAL BRASILEÑO
    Denis Fernandes Alves, Pedro José Rebouças Filho

    A EMPRESA COMO AGENTE MULTIPLICADOR DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A REDE HOTELEIRA DE JERICOACOARA-CE EM DESTAQUE
    THE COMPANY AS A MULTIPLICATOR OF ENVIRONMENTAL EDUCATION: THE JERICOACOARA-CE HOTEL NETWORK IN HIGHLIGHT
    LA EMPRESA COMO AGENTE MULTIPLICADOR DE LA EDUCACIÓN AMBIENTAL: LA RED HOTELERA DE JERICOACOARA-CE EN DESTAQUE
    Ariela de Macedo Ricardo

  • Revista GeoUECE - V.6, N.11, 2017
    v. 6 n. 11 (2017)

    EDITORIAL

    No seu décimo primeiro número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE) - GeoUECE, apresenta mais um conjunto de artigos voltados para a divulgação de pesquisas em ciência geográfica. A proposta desta edição é de dar visibilidade às mais diversas abordagens geográficas, o que sempre foi o foco desta revista, com contribuições conceituais, teóricas e empíricas sobre problemáticas atuais. Para os editores é sempre uma grande satisfação apresentar à comunidade acadêmica um número da GeoUECE, que desta vez conta com cinco artigos. O que marca este Número 11 é a diversidade temática dos artigos selecionados para fazer parte desta edição, pois estão presentes discussões vinculadas às temáticas da cidade: legislação, vivências e espaços construídos; Gestão hídrica; Ensino na Geografia e Educação Ambiental. Assim, agradecemos aos (as) autores (as) que escolheram a GeoUECE para publicar seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos (as) colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os artigos, desejamos uma boa leitura: que as inquietações levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.

    CAPA E EDITORIAL

    ARTIGO 1

    CÓDIGOS DE POSTURAS E OUTRAS LEIS DISCIPLINANDO A CIDADE E SUAS EDIFICAÇÕES
    POSTURAL CODES AND OTHER LAWS DISCIPLINING CITY AND BUILDINGS
    CODES ET AUTRES LOIS POSTURES DE LA DISCIPLINE VILLE ET BÂTIMENTS 
    Maria Clélia Lustosa Costa

     

    ARTIGO 2 

    GESTÃO HÍDRICA DE CANAIS ABERTOS DO LAGO NORTE “INTERLAGOS”: UM ESTUDO DIRIGIDO A ÁREA VERDE DO CÓRREGO MELANCIAS
    WATER MANAGEMENT OF NORTH LAKE "INTERLAGOS" OPEN CHANNELS: A STUDY DIRECTED TO THE GREEN AREA OF THE WATERMELON STREAM
    Carlos Alexandre de Bortolo; Rosemery Cabral de Melo Silva; Maria Sueli Viana Furtado

     

    ARTIGO 3

    ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL E ENSINO DE GEOGRAFIA EM FORTALEZA/CE: VIVÊNCIAS PRÁTICAS E DESAFIOS COTIDIANOS
    FULL-TIME SCHOOL AND GEOGRAPHY TEACHING IN FORTALEZA/CE:  PRATICAL LIVING AND EVERYDAY CHALLENGES
    ESCUELA DE TIEMPO COMPLETO Y LA ENSEÑANZA DE GEOGRAFIA EN FORTALEZA / CE: VIVENCIAS PRÁCTICAS Y DESAFÍOS COTIDIANOS 
    Thiago Cavalcante; Glauciana Alves Teles

     

    ARTIGO 4

    REFLEXÕES SOBRE A INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE GEOGRAFIA
    REFLECTIONS ON INTERDISCIPLINARITY IN GEOGRAPHY EDUCATION
    REFLEXIONES SOBRE LA INTERDISCIPLINARIDAD EN LA ENSEÑANZA DE GEOGRAFÍA 
    Thais Coelho Lopes 

  • Revista GeoUECE - V.6, N.10, 2017
    v. 6 n. 10 (2017)

    EDITORIAL

    No seu décimo número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE), apresenta mais um conjunto de artigos voltado para a divulgação de pesquisas cientificas em ciência geográfica.  A proposta desta edição é de dar visibilidade às mais diversas abordagens geográficas, o que sempre foi o foco desta revista, com contribuições conceituais, teóricas e empíricas sobre problemáticas atuais. Para os editores é sempre uma grande satisfação apresentar à comunidade acadêmica um número da GeoUECE, que desta vez conta com sete artigos. O que marca este Número 10 é a diversidade temática dos artigos selecionados para fazer parte desta edição, pois estão presentes discussões vinculadas às temáticas do Planejamento Ambiental, Geografia e Ideologia, Indústria, Impactos Socioambientais, Ensino na Geografia e Gestão Hídrica. Assim, agradecemos aos autores que escolheram a GeoUECE para publicarem seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os artigos, desejamos uma rica leitura: que as inquietações levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.

    CAPA E EDITORIAL

    SUMÁRIO

    ARTIGO 1

    INDÚSTRIA E DINÂMICA ECONÔMICA: ALGUNS APONTAMENTOS SOBRE O SETOR DE FERTILIZANTES EM UBERABA - MG
    INDUSTRY AND ECONOMIC DYNAMICS: SOME REFLECTIONS THE ABOUT THE FERTILIZERS SECTOR IN UBERABA – MG
    INDUSTRIA Y DINÁMICA ECONÓMICA: ALGUNOS APUNTES SOBRE EL SECTOR DE FERTILIZANTES EN UBERABA – MG
    Maria Terezinha Serafim Gomes; Marcos Kazuo Matushima; Nadia Jamaica Chagas

    ARTIGO 2

    INSTRUMENTOS DE ENSINO NA GEOGRAFIA: USO DO LÚDICO COMO FERRAMENTA CRÍTICA DE CONSCIENTIZAÇÃO
    INSTRUMENTS OF TEACHING IN GEOGRAPHY: USE OF LÚDICO AS A CRITICAL CONSCIENTIZATION TOOL
    INSTRUMENTOS DE ENSEÑANZA EN GEOGRAFÍA: USO DEL LÚDICO COMO HERRAMIENTA CRÍTICA DE CONCIENTIZACIÓN
    Kaio Santos Diniz

    ARTIGO 3

    COMPLEXO EÓLICO CHAPADA DO PIAUÍ I: UMA ANÁLISE PARA O MUNICÍPIO DE MARCOLÂNDIA (PIAUÍ, BRASIL)
    WIND ENERGY COMPLEX CHAPADA DO PIAUI I: AN ANALYSIS FOR THE CITY OF MARCOLANIA (PIAUI, BRAZIL)
    COMPLEJO EÓLICO CHAPADA DEL PIAUÍ I: UN ANÁLISIS PARA EL MUNICIPIO DE MARCOLANDIA (PIAUÍ, BRASIL)
    Jaerle Rodrigues Campêlo; 
    Thaís Batista Lovate; Elvis Reis de Oliveira; Emanuel Lindemberg Silva Albuquerque

    ARTIGO 4

    OS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS NA PLANÍCIE FLUVIAL DO RIO POTI, ESTADO DO CEARÁ: O CASO DA BARRAGEM LAGO DE FRONTEIRAS
    SOCIO-ENVIRONMENTAL IMPACTS IN THE POTI RIVER FLOODPLAIN, CEARA STATE: THE CASE OF THE LAGO DE FRONTEIRAS DAM
    LOS IMPACTOS SOCIOAMBIENTALES EN LA PLANIFICACIÓN FLUVIAL DEL RIO POTI, ESTADO DEL CEARÁ: EL CASO DEL BARRAGUE LAGO DE FRONTEIRAS
    Antônia Martovania de Sousa Monte; Andrea Almeida Cavalcante; Francisca Silvania de Sousa Monte; João César Abreu de Oliveira Filho

    ARTIGO 5

    PLANEJAMENTO AMBIENTAL COSTEIRO NO BRASIL: UM OLHAR CRÍTICO SOBRE O PROJETO ORLA
    COASTAL ENVIRONMENTAL PLANNING IN BRAZIL: A LOOK ON THE ORLA PROJECT
    PLANEACIÓN AMBIENTAL COSTEIRO EM BRASIL: UMA ANÁLISIS DEL PROYECTO ORLA
    Maria Bonfim Casemiro; Fábio Perdigão Vasconcelos; Fábio de Oliveira Matos; Otávio Augusto de Oliveira Lima Barra

    ARTIGO 6

    GEOGRAFIA E IDEOLOGIA: GEOGRAFIA ESPECULATIVA E IGNORANTE (ENSAIO CRÍTICO)
    GEOGRAPHY AND IDEOLOGY: GEOGRAPHY SPECULATIVE AND IGNORANT (CRITICAL TEST)
    GÉOGRAPHIE ET IDÉOLOGIE: GÉOGRAPHIE SPÉCULATIF ET IGNORANTE (ESSAI CRITIQUE)
    Marquessuel Dantas de Souza

    ARTIGO 7

    CONTRASTES SOCIOESPACIAIS DO ESGOTAMENTO SANITÁRIO EM FORTALEZA (1991-2010)
    SOCIOGEOGRAPHIC INEQUALITIES OF THE SANITARY SEWAGE SYSTEM IN FORTALEZA (1991-2010)
    CONTRASTES SOCIOESPACIALES DEL ALCANTARILLADO EN FORTALEZA (1991-2010)
    Victor Régio da Silva Bento

  • Revista GeoUECE - V.5, N.9, 2016
    v. 5 n. 9 (2016)

    EDITORIAL

    No seu nono número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE), apresenta mais um conjunto de artigos voltado para a divulgação de pesquisas científicas em ciência geográfica.

    A proposta de dar visibilidade às mais diversas abordagens geográficas continua sendo o foco da revista, com contribuições conceituais, teóricas e empíricas sobre problemáticas atuais. Para os editores é sempre uma grande satisfação apresentar à comunidade acadêmica um novo número da GeoUECE, que desta vez conta com artigos e resenha.

    O que marca este Número 9 é a diversidade temática e escalar dos artigos selecionados, pois estão presentes discussões vinculadas às temáticas da migração e fronteira; gestão e preservação de bacias hidrográficas; espaço e empreendedorismo social; Geografia e Filosofia. A resenha, produzida pelo geógrafo Leandro Bruno, tem como foco a interpretação da obra de NAYYAR, D. A corrida pelo crescimento. Países em desenvolvimento na economia mundial. Rio de Janeiro: Contraponto, 2014. 319p.

    Agradecemos aos autores que escolheram a GeoUECE para publicarem seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os artigos, desejamos uma rica leitura: que as inquietações levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.

    Editorial - Capa e Sumário


    ARTIGOS
    MEDEIA E GOTA D’ÁGUA: ESPAÇOS EM DESVARIO E O DEVIRVIDA
    Jones Dari GOETTERT
    05-29

    ÍNDICE DE PRESSÃO SOCIOECONÔMICA (IPS) NOS MUNICÍPIOS DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DO CAIS (PI), NORDESTE DO BRASIL: PROPOSIÇÃO E APLICAÇÃO
    Francílio de Amorim dos SANTOS; Cláudia Maria Sabóia de AQUINO
    30-47

    REFLEXÕES E PROPOSIÇÕES SOBRE O EMPREENDEDORISMO SOCIAL
    Emerson Dias de OLIVEIRA; Vanessa TEIXEIRA
    48-66

    AVALIAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA MICROBACIA B-5.1 DO RIO COCÓ, FORTALEZA-CE
    Adriano Paiva FEITOSA; Tarcila Martins MELO
    67-92

    MONTESQUIEU E A GEOGRAFIA, OU A IMPORTÂNCIA DA “NATUREZA” NA TEORIA DO ESTADO E DO DIREITO
    Marquessuel Dantas de SOUZA
    93-103

    CRÉDITO SUSTENTÁVEL: A FORÇA DA METODOLOGIA DO PROGRAMA CREDIAMIGO
    José Erlândio do NASCIMENTO; Pedro José REBOUÇAS FILHO
    104-117


    RESENHAS
    L. B. “NAYYAR, D. A. A corrida pelo crescimento. Países em desenvolvimento na economia mundial. Rio de Janeiro: Contraponto, 2014. 319p.
    Leandro Bruno SANTOS
    118-122

  • Revista GeoUECE - V.5, N.8, 2016
    v. 5 n. 8 (2016)

    EDITORIAL
    No seu oitavo número, a Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE), apresenta mais um conjunto de artigos voltado para a divulgação de pesquisas científicas em ciência geográfica. Nesta edição, a GeoUECE pretende dar mais um salto qualitativo na busca de sua melhor visualização e audiência, sobretudo ao apresentar um novo projeto gráfico, em sintonia com o conteúdo revelado pelos textos.

    A proposta de dar visibilidade às mais diversas abordagens geográficas continua, com contribuições conceituais, teóricas e empíricas sobre problemáticas atuais. Para os editores é sempre uma grande satisfação apresentar à comunidade acadêmica um novo número da GeoUECE, que desta vez conta com sete artigos e vários resumos de teses e dissertações defendidas no PropGeo entre janeiro e junho de 2016.

    O que marca este Número 8 é a diversidade temática e escalar dos artigos selecionados, pois estão presentes discussões vinculadas ao ensino de Geografia; à regionalização e integração territorial do turismo; à dinâmica geoeconômica internacional; ao planejamento urbano em pequenas cidades; ao saneamento básico e expansão urbana; e às políticas públicas em micro bacias hidrográficas. De igual modo, o artigo sobre a contribuição do professor Marcos Nogueira de Souza para os estudos geomorfológicos e geoambientais é um destaque desta edição.

    A diversidade temática e as escalas das dinâmicas e processos geográficos também estão presentes nos resumos das teses e dissertações defendidas no PropGeo neste primeiro semestre de 2016. Elas representam a investigação do novo na geografia, ao ampliar o estudo de diferentes questões e suscitar importante debate acadêmico.

    Agradecemos aos autores que escolheram a GeoUECE para publicarem seus trabalhos e, da mesma forma, estendemos os agradecimentos aos colegas pareceristas, em especial por primarem pela qualidade na seleção do conteúdo publicado. Aos que acessam os artigos, desejamos uma rica leitura: que as inquietações levantadas estimulem a produção e o debate da Geografia contemporânea.
    Comissão Editorial GEOUECE.
    Junho de 2016.

     

    EDITORIAL

    EDIÇÃO Volume 5, número 8, 2016
    01-05


    ARTIGOS

    A PRODUÇÃO SOCIAL DO ESPAÇO E O ENSINO DA CIDADE DE SÃO GONÇALO
    Ana Claudia Ramos SACRAMENTO; Camila Vianna de SOUZA
    06-32

    O PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO E OS DILEMAS DA INTEGRAÇÃO TERRITORIAL NO NOROESTE DO CEARÁ
    Lenilton Francisco de ASSIS
    33-52

    PERSPECTIVAS DO PLANEJAMENTO URBANO EM PEQUENAS CIDADES: RIO DE CONTAS (BA), UM CONTEXTO PARA REFLEXÃO
    Alexandre Custódio de Jesus DIAS; Janio SANTOS
    53-77

    UM OLHAR SOBRE A MUDANÇA DA COMPOSIÇÃO DO PIB CHINÊS: IMPACTOS E AS ALTERNATIVAS PARA A ECONOMIA BRASILEIRA
    Pedro José REBOUÇAS FILHO; Talita Soares JUSTINO
    78-92

    CONTRIBUIÇÕES DO GEÓGRAFO MARCOS JOSÉ NOGUEIRA DE SOUZA AOS ESTUDOS GEOMORFOLÓGICOS E GEOAMBIENTAIS
    Francisco Jonh Lennon Tavares da SILVA; Cláudia Maria Sabóia de AQUINO
    93-109

    O PROJETO DE MICROBACIAS II E A INSERÇÃO DOS PEQUENOS CAFEICULTORES DE PARDINHO E PRATÂNIA NA CADEIA PRODUTIVA DO CAFÉ
    Vania Cristina dos Santos PEDRO
    110-136


    A EXPANSÃO URBANA DA CIDADE DE EUNÁPOLIS E SUA INTERFACE COM A OFERTA DE SANEAMENTO BÁSICO
    Maria Emília dos S. GONÇALVES; Gilson Santos da SILVA; Marcus Antonius da Costa NUNES
    137-167


    TESES DEFENDIDAS NO PROPGEO JAN./JUN./2016
    DIFUSÃO DO AGRONEGÓCIO E REESTRUTURAÇÃO URBANO-REGIONAL NO OESTE BAIANO
    Camila Dutra dos SANTOS
    168-169

    AGRONEGÓCIO E URBANIZACÀO: REDE URBANA FUNCIONAL AO AGRONEGÓCIO DA FRUTICULTURA (RN/CE)
    Maria Lucenir Jerônimo CHAVES
    170-170

    FRAGILIDADE AMBIENTAL DECORRENTE DAS RELAÇÕES SOCIEDADE/NATUREZA NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO: O CONTEXTO DO MUNICIPIO DE QUIXADÁ-CE Andrea Bezerra CRISPIM
    171-171

    MODERNIZAÇÃO E AGLOMERAÇÃO PRECÁRIA: UM ESTUDO GEOGRÁFICO DAS FEIRAS DE COMÉRCIO DA CONFECÇÃO EM CIDADES DO INTERIOR DO NORDESTE BRASILEIRO - CARUARU, EM PERNAMBUCO; APRAZÍVEL/SOBRAL, NO CEARÁ, E SERRINHA, NA BAHIA
    Luiz Antônio Araújo GONÇALVES
    172-173

    DESIGUALDADES SOCIOESPACIAIS NA CIDADE MÉDIA DE ARAGUAÍNA – TO
    Roberto Antero da SILVA
    174-174

    DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS NO PROPGEO JAN./JUN./2016
    REDE DE FLUXOS: AS INTERAÇÕES ESPACIAIS DO PORTO DO MUCURIPE – FORTALEZA – CEARÁ
    Washington Bezerra de OLIVEIRA
    175-175

    RECUPERAÇÃO AMBIENTAL E O ECOSSISTEMA MANGUEZAL DO RIO CEARÁ: SUBSÍDIOS PARA A AREA ENTORNO DO VILA VELHA FORTALEZA,CEARÁ
    Barbara Alexandra Costa GOMES
    176-177

    AMBIENTES HIPERSALINOS NO LITORAL SEMIÁRIDO BRASILEIRO: ZONA ESTUARINA DO RIO APODI-MOSSORÓ (RN)
    David Hélio Miranda de MEDEIROS
    178-179

    RISCO DE INUNDAÇÃO EM ENCLAVES ÚMIDOS NO SEMIÁRIDO: UM ESTUDO DA BACIA DO RIO SALAMANCA, BARBALHA/CEARÁ
    Denise da Silva BRITO
    180-180

    COMPARTIMENTAÇÃO GEOAMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CARIRIAÇU-CE COMO SUBSÍDIO A PROPOSTAS DE ZONEAMENTO AMBIENTAL
    Francisco Edigley MACÊDO
    181-181

    A ATIVIDADE COMERCIAL COMO ESSÊNCIA DO URBANO: UM ESTUDO DE LIMOEIRO DO NORTE, CE
    Kelbia Geisa Oliveira Chaves
    182-182

    DINÂMICA ESPACIAL DA FEIRA LIVRE DE SÃO BENTO EM CASCAVEL/CE
    Maria Regiane da COSTA
    183-184

    DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DA SUB-BACIA DO RIO CAXITORÉ –CEARÁ ATRAVÉS DE UM ÍNDICE DE DETERIORAÇÃO FÍSICO-NATURAL
    Marilia de Fátima Barros DAMASCENO
    185-185

    “PEDRAS QUE CANTAM”: O PATRIMÔNIO GEOLÓGICO DO PARQUE NACIONAL DE JERICOACOARA, CEARÁ, BRASIL
    Suedio Alves MEIRA
    186-187

    PROPOSTA DE ZONEAMENTO GEOAMBIENTAL PARA A ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL SERRA DA MERUOCA, CEARÁ
    Joselito Santiago de LIMA
    188-189 

  • Revista GeoUECE - V.4, N.7, 2015
    v. 4 n. 7 (2015)

    EDITORIAL

    A Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará – PROPGEO/UECE, completa 3 anos com a publicação do Volume 4, Número 7, seguindo os princípios norteadores deste periódico, qual seja, contribuir para a divulgação de pesquisas científicas na área de Geografia. É sempre seguindo essa premissa que apresentamos à comunidade acadêmica este novo número da Geouce. Ele conta com 10 artigos, 7 resumos de teses e 8 resumos de dissertações defendidas no PROPGEO entre julho e dezembro de 2015. Os artigos publicados revelam a ampliação do alcance da Revista, sobretudo ao apresentar resultados de pesquisas realizadas em vários estados do Brasil e até em outros países. Avança, desse modo, na sua intenção de se tornar um importante veículo de divulgação científica da produção geográfica, sempre plural e de ampla aceitação entre os pesquisadores.

    Do conjunto de 10 artigos selecionados, dois possuem escopo de análise sobre  rede urbana e as cidades médias nas regiões Sul e Nordeste do Brasil, observadas a partir de vetores como o agronegócio, o comércio e os serviços modernos. O urbano também se faz presente nas discussões vinculadas ao espaço público, aos aspectos atrelados à fluidez territorial em cidades fronteiriças, e em questões atinentes ao poder político. Em todos esses casos, além de exemplos no Brasil, como o de Foz de Iguaçu/PR, são apresentadas situações também para o caso de Portugal. Outras temáticas são enfatizadas na compreensão das dinâmicas geográficas, em especial os trabalhos que apresentam metodologias inovadoras no estudo da influência morfoestrutural no dessecamento de movimento de massas e nos processos fluviais do semiárido brasileiro, com destaque para os recortes empíricos realizados no Ceará. De igual maneira, a geografia do Rio Grande do Norte é lida a partir das interações natureza-sociedade, com ênfase nas condicionantes climáticas e na distribuição espacial das economias fundantes do estado, ou seja, a sucrocultura e a pecuária.

    O Nordeste do Brasil, a partir das suas interações escalares, continua sendo o foco de análise de trabalhos que versam sobre as atividades agropecuárias desenvolvidas em pequenos municípios do estado de Alagoas. Eles apresentam situações de permanência e de mudança e são interpretados considerando inúmeros aspectos da produção do espaço, tais como, a estrutura fundiária, os agentes políticos e econômicos e os mais diversos gêneros produtivos cultivados no campo. Também segue essa linha o artigo que discorre sobre a modernização das atividades agrícolas no sertão do estado do Sergipe. Toda essa diversidade de escalas, de processos e de dinâmicas está presente também nos resumos de teses e dissertações defendidas no PROPGEO no último semestre de 2015. Neles estão contidas, assim como nos artigos, inúmeras análises que enriquecem o debate teórico e metodológico da Geografia.

    Agradecemos a todos que escolheram a Revista GEOUECE para publicarem seus trabalhos, assim como, esperamos que aqueles que a acessem tenham uma profícua leitura. Os agradecimentos se estendem aos colegas pareceristas que primam pela qualidade do que é publicado, contribuindo para a produção de uma Geografia que se dinamiza e se renova a cada dia.

    Comissão Editorial GEOUECE,
    Dezembro de 2015.


    ARTIGOS
    A REDE URBANA DA MESORREGIÃO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL: O PAPEL DAS CIDADES NOS CIRCUITOS DA AGRICULTURA MODERNIZADA
    Oscar SOBARZO
    09-35 

    EVOLUÇÃO DO COMÉRCIO E DOS SERVIÇOS EM UMA CIDADE MÉDIA NO BRASIL
    Edna Maria Jucá COUTO; Denise ELIAS
    36-63

    INDICADORES MORFOMÉTRICOS DOS PROCESSOS FLUVIAIS NO ALTO CURSO DO RIO MUNDAÚ, CEARÁ, BRASIL
    Augusto César Praciano SAMPAIO; Abner Monteiro Nunes CORDEIRO; Frederico de Holanda BASTOS
    64-76

    A INFLUÊNCIA MORFOESTRUTURAL NO DESENCADEAMENTO DE MOVIMENTOS DE MASSA NO MACIÇO DE URUBURETAMA, CEARÁ, BRASIL
    Danielle Lopes de Sousa LIMA; Abner Monteiro Nunes CORDEIRO; Frederico de Holanda BASTOS
    77-87

    FISCALIZAR COM FLUIDEZ: O NÓ LOGÍSTICO ADUANEIRO DE FOZ DO IGUAÇU-PR E O USO CORPORATIVO DO TERRITÓRIO
    Roberto França da SILVA JUNIOR
    88-102

    DISCUTINDO O ESPAÇO PÚBLICO NA CIDADE CAPITALISTA CONTEMPORÂNEA: UMA ABORDAGEM EM SEUS DIFERENTES CONCEITOS NA CIÊNCIA GEOGRÁFICA
    Carlos Alexandre de BORTOLO
    103-125

    CONDICIONANTES NATURAIS E DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ECONOMIAS FUNDANTES DO RIO GRANDE DO NORTE: SUCROCULTURA E PECUÁRIA NOS SÉCULOS XVII E XVIII
    Marco Túlio Mendonça DINIZ; Diogo Bernardino Santos de MEDEIROS; George Pereira de OLIVEIRA
    126-152

    UMA ANÁLISE SOBRE AS PRINCIPAIS ATIVIDADES AGROPECUÁRIAS E SUA ESPACIALIDADE NO MUNICÍPIO DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS – AL
    Aparecida Marta Barbosa COSTA; Juliana Antero da SILVA; Antônio Marcos Pontes de MOURA
    153-165

    O VOTO E AS ESCALAS DE PLEITOS ELEITORAIS: EXEMPLOS DE CIDADES PORTUGUESAS
    Daniel Cirilo AUGUSTO
    166-180

    “SERTÃO MODERNIZADO”: TRANSFORMAÇÕES NAS ATIVIDADES AGRÍCOLAS DO MUNICÍPIO PORTO DA FOLHA/SE
    José Natan Gonçalves da SILVA; Sônia de Souza Mendonça MENEZES
    181-200


    TESES DEFENDIDAS NO PROPGEO JUL./DEZ./2015

    A PARTICULARIDADE DE UM PROJETO MODERNIZADOR: VIRGÍLIO TÁVORA E O PROCESSO DE ELETRIFICAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ DE 1950 A 1980
    Átila de Menezes LIMA
    201-201

    PRÁTICAS PRODUTIVAS E DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL NO REORDENAMENTO TERRITORIAL DO ALTO JAGUARIBE – CEARÁ
    Cristiane e Castro Feitosa MELO
    202-203

    MOBILIDADE, TRABALHO E INTERAÇÕES SOCIOESPACIAIS: O COMPLEXO INDUSTRIAL E PORTUÁRIO DO PECÉM - CIPP NO CONTEXTO DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA
    Glauciana Alves TELES
    204-205
    DEGRADAÇÃO, DESERTIFICAÇÃO E RECOMPOSIÇÃO AMBIENTAL NO SERIDÓ OCIDENTAL, ESTADO DA PARAÍBA
    Iaponan Cardins de Sousa ALMEIDA
    206-207

    ANÁLISE AMBIENTAL DA PLATAFORMA CONTINENTAL DO ESTADO CEARÁ – NORDESTE DO BRASIL
    Marcus Vinicius Chagas da SILVA
    208-209

    ANÁLISE INTEGRADA DA EVOLUÇÃO DA PAISAGEM NO ESTUÁRIO DO RIO ACARAÚ - CE
    Paulo Roberto Silva PESSOA
    210-210

    POR ONDE ANDAM OS COQUEIRAIS? OS TERRITÓRIOS TENSIONADOS E AS TENSÕES TERRITORIAIS NO ESTADO DO CEARÁ
    Tereza Sandra Loiola VASCONCELOS
    211-212

    DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS NO PROPGEO JUL./DEZ./2015
    PRODUÇÃO DE TERRITÓRIOS NA FEIRA DA RUA JOSÉ AVELINO - FORTALEZA – CE
    Evelize Teixeira de Oliveira SOUSA
    213-213

    INDÚSTRIAS E SEGURANÇA AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE MARACANAÚ-CE
    Graziela Gonçalves Sousa e SILVA
    214-214

    UMA PROPOSTA DE DELIMITAÇÃO DA ÁREA DE DEGRADAÇÃO/DESERTIFICAÇÃO DE CANINDÉ, CEARÁ
    Jáder Ribeiro de LIMA
    215-215

    REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA PAISAGEM SERRANA DE MARANGUAPE - CE
    Junia de Cássia Ferreira FIRMEZA
    216-217

    A NOVA GEOGRAFIA DO COCO: REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA, TERRITORIALIZAÇÃO DO CAPITAL E DINÂMICAS SOCIOESPACIAIS
    Leandro Vieira CAVALCANTE
    218-219

    METROPOLIZAÇÃO DO CONSUMO: AS TRANSFORMAÇÕES DO COMÉRCIO VAREJISTA EM MARACANAÚ
    Rafael Brito GOMES
    220-221

    SEMIÁRIDO, USO E OCUPAÇÃO E DEGRADAÇÃO AMBIENTAL: O CASO DA SERRA DO ESTÊVÃO EM QUIXADÁ–CE
    Rafaela Martins Leite MONTEIRO
    222-222

  • Revista GeoUECE - V.4, N.6, 2014
    v. 4 n. 6 (2015)

    EDITORIAL

    O Programa de Pós-graduação em Geografia da UECE, através de sua revista eletrônica GeoUECE, propõe-se a destacar trabalhos que contribuam para realçar temas da atualidade da literatura geográfica. Adiciona-se a esse propósito a divulgação do que seu corpo de docentes e discentes produzem de pesquisa pela pós-graduação em Geografia na Universidade Estadual do Ceará. Outra vertente do conteúdo da GeoUECE é a apresentação das ideias de destacados pesquisadores, através de entrevista. Essas três abordagens estão presentes nesta edição, depois de cuidadosa avaliação de nossos pareceristas.

    Cerca de nove artigos, tratando de múltiplos aspectos do espaço geográfico, nos oferecem novos conhecimentos sobre sustentabilidade, degradação ambiental, análise antropogênica, espaço industrial, geografia dos transportes e ensino. Esses trabalhos se referem a unidades territoriais do Ceará, Piauí, Maranhão, Alagoas e Sergipe. Os que tratam do ensino de geografia, o fazem na correlação com as mudanças climáticas e com os currículos do ensino fundamental.

    As dissertações defendidas no Propgeo se voltam ao estudo de condomínios fechados, portos, turismo, zoneamento ecológico e econômico, situando-os em realidades da capital e do interior do estado do Ceará. Três das quatro teses defendidas neste semestre elegeram como laboratório de pesquisa partes do território cearense. Francisco Sérgio Pinheiro dedicou-se ao estudo da morfodinâmica de uma sub-bacia hidrográfica; Emanuel Lindemberg Albuquerque situou suas pesquisas nas condições ambientais de algumas bacias hidrográficas costeiras para oferecer subsídios ao ordenamento territorial de parte da região metropolitana de Fortaleza; Francisco Edmar Silva direcionou suas preocupações com a biodiversidade da Serra de Baturité com vista às unidades de conservação. O geógrafo Carlos Ubirajara realçou as relações entre religião, Estado e educação, num tratamento metodológico da geohistoricidade do município de Garanhuns, em Pernambuco.

    Por fim, em amplitude internacional, duas entrevistas. A primeira, com o arquiteto e urbanista da Universidade de Lleida, na Catalunha, Espanha, Prof. Dr. Josep Maria Llop-Torné, tratando de cidades médias e planejamento urbano de seu país, com a doutoranda Maria Jucá e com o Dr. Wagnar Amorim da UNESP de Presidente Prudente-SP. A segunda, conduzida pelo Prof. Dr. Juscelino Eudâmidas Bezerra (UNB e Propgeo), tratando de Geografia do Trabalho com um dos maiores estudiosos do tema, Prof. Dr. Andrrew Herod do Departamento de Geografia da Universidade da Geórgia, EUA.

    Acreditamos que esta edição da GeoUECE venha contribuir para aprofundar o conhecimento de realçantes assuntos que se inserem no corpus científico da ciência geográfica.


    Prof. Dr. Luiz Cruz Lima
    Coordenador da Revista GeoUECE

  • Revista GeoUECE - v.3, n.1 Especial - LEPOP, 2014
    v. 3 n. 1 Especial (2014)

    EDITORIAL

    Durante cerca de dez anos as atividades do Laboratório de Estudos da População – LEPOP, pertencente ao curso de Geografia da Universidade Estadual do Ceará – UECE, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Geografia, desenvolveram seus trabalhos dialogando com colegas, estudantes de graduação e pós-graduação, no sentido de apreender as tessituras que engendram a produção do espaço, considerando, em especial, aquelas inerentes à cidade de Fortaleza. Como outras grandes cidades brasileiras, a metrópole cearense apresenta um quadro de contrastes marcado por desigualdades sociais que se manifestam na paisagem urbana, instigando à pesquisa, à reflexão e ao debate como caminhos para o desvendamento da realidade. Foi nessa perspectiva que Adelita Neto Carleial e José Meneleu Neto organizaram esta coletânea. Ela é a expressão do trabalho desenvolvido pelo LEPOP que, não obstante a diversidade de enfoques apresentados, os estudos têm em comum a articulação entre a problemática empírica e a fundamentação teórica. De um modo geral, apoiam-se nos escritos geniais de Henri Lefebvre, um meio seguro para a investigação da realidade. Ao seguirem essa orientação, os autores imprimiram às suas pesquisas uma dimensão que extrapola o meramente empírico, o senso comum, mantendo o rigor que exige a pesquisa.

    A presente publicação contempla nove artigos, que revelam preocupação dos autores com o pensamento crítico, expressa na compreensão do espaço como produto das relações sociais, ao adotarem uma postura crítica, ao mesmo tempo extrapolando a compartimentação dos saberes. O texto de Adelita Neto Carleial, que abre essa Revista e tem por título “Movimentos sociais em Fortaleza e a crítica da ideologia urbanística”, aborda a relação entre movimentos sociais e produção do espaço. O espaço entendido em seu movimento contraditório ao engendrar lutas sociais e, portanto, espaciais, tendo a cidade como cenário. A estudiosa salienta, todavia, que os movimentos têm caráter crítico e político, à medida que se dirigem contra o Estado e o capitalismo.

    Em “Aglomerados subnormais: definição, limitações e críticas”, Roberto Antero da Silva revela as difíceis condições de moradia de grande parcela da população brasileira e, ainda, o fato delas estarem concentradas nas grandes metrópoles ou regiões metropolitanas. A maior parte desses domicílios está na Região Sudeste, a mais rica do país, que concentra também os maiores índices de riqueza denotando a efetiva concentração socioespacial.

    Ainda na linha do texto anterior, “Aglomerados subnormais em Fortaleza: representações de desigualdades socioespaciais”, Yara Maria Castro de Oliveira, com base no setor censitário especial do IBGE, denominado aglomerado subnormal, discute a referida problemática, em específico, na cidade de Fortaleza, apreendendo a relação desse tipo de moradia com o meio natural.

    No texto “Habitação em Fortaleza: expressão da contradição urbana”, Anna Emília Maciel Barbosa parte da afirmação que, para se entender a problemática da habitação, é necessário pensar o par cidade legal x cidade ilegal como uma contradição (que se manifesta no setor imobiliário), abordando a relação intrínseca entre produção da habitação e a segregação socioespacial em nossas cidades.

    O tema da favela, tão caro aos estudos urbanos, é desenvolvido por Sharon Darling de Araújo Dias, que estabelece uma espacialização desse fenômeno em Fortaleza. A autora resgata o processo de formação dos espaços de moradia precária, na cidade, revelando o cuidado com a contextualização histórica e a formulação teórica embasada em Henri Lefebvre. As questões relativas à infraestrutura urbana continuam atraindo a atenção dos estudiosos da cidade face à manutenção das contradições na distribuição desigual do que se denominou como serviços de consumo coletivo.

    O texto de Evelize Teixeira de Oliveira Sousa “Política habitacional brasileira e construção do lugar: o caso do Conjunto Ceará - Fortaleza - CE” prossegue na abordagem sobre habitação, resgatando as políticas habitacionais iniciadas ainda no período militar. A autora destaca o processo de mudança na tipologia dos domicílios e transformação do lugar em bairro.

    Diego Silva Salvador e Gleison Maia Lopes, no artigo “Fortaleza e a máscara verde: o caso do Parque Ecológico do Cocó”, enfatizam a problemática ambiental urbana, destacando as suas formas de apreensão e
    consequentes tensões entre os agentes envolvidos na produção da cidade.

    Luiz Antônio Araújo Gonçalves discute o comércio ambulante de confecções no contexto de Fortaleza, à luz dos ensinamentos de Henri Lefebvre, relacionando-o à produção do espaço urbano. Ao estabelecer a espacialidade dessa atividade centra a sua atenção no embate entre a norma urbana, que rege os espaços públicos, e as formas de resistência, enfatizando as implicações socioespaciais desse processo.

    Finalizando esta publicação, Átila de Menezes Lima aborda o planejamento no Ceará no período 1960-1980. Seu texto revela o cuidado com a dimensão teórica e a preocupação com a pesquisa documental. Demostra, sobretudo, a relação entre o planejamento governamental e as estratégias do desenvolvimento capitalista tendo a geopolítica como mote central do seu percurso.

    Conclui-se, portanto, sobre a relevância desta publicação, pela diversidade dos temas, pluralidade, compromisso com os fundamentos teóricos e postura crítica. Congratulamo-nos, assim, com os pesquisadores do LEPOP e, em especial, com a professora Adelita Neto Carleial e José Meneleu Neto que apostaram na seriedade, no trabalho e compromisso materializados na realização dessa coletânea de textos.

    Zenilde Baima Amora
    Professora Dra. do ProPGeo/UECE

  • Revista GeoUECE - V.3, N.5, 2014
    v. 3 n. 5 (2014)

    EDITORIAL

    Com a eclosão da segunda maior catástrofe da humanidade, o capitalismo tomou um impulso vertiginoso, destacando-se novos objetos criados com as contribuições da ciência e das técnicas. Pari passu, o tempo e o espaço foram aglutinados no processo da louca corrida pelo domínio dos mercados. Com isso, surgiram novas formas de conhecimento dos segredos da natureza, o que necessitaria de outros meios para difusão das descobertas e das experiências, mais com o fim de elevar o acúmulo do capital. Os veículos de comunicação se redefiniram para, em poucas décadas, atender as exigências do que hoje chamamos de época da velocidade, com resultados extravagantes para todas as nações. Daí, as mídias se esforçarem para atender a simultaneidade dos fatos. As revistas eletrônicas estão no ranking desses instrumentais da comunicação.

    No Brasil, através das agências de fomento como Capes e CNPq, os cursos de pósgraduação foram induzidos a adotarem esse tipo de mídia, a fim de apressarem a divulgação dos resultados de seus trabalhos acadêmicos, tanto através de artigos científicos, como de difusão de teses e dissertações. Como a pesquisa tenta aproximar-se da realidade, as revistas são intermediárias para a divulgação dos resultados dos esforços das investigações e da revelação de novas ideias brotadas no labor dos pesquisadores.

    O Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará - ProPGeo, através de sua revista eletrônica em sua segunda edição de 2014, oferece ao mundo científico uma dezena de importantes artigos que tratam de propostas inovadoras para a geografia atual, crítica aos descalabros do capitalismo no campo e na cidade, pontuações sobre novos conhecimentos da natura naturans ou primeira natureza , contribuições para o ensino.

    A revista, ainda, põe nas mãos dos estudiosos dezessete trabalhos resultantes de investigações, tratando de variados temas: do espaço amazônico ao nordestino, com maior amplitude da realidade do estado do Ceará. A relação saúde e espaço cearense mereceu atenção de dois desses estudos; a natureza no território do Ceará (paisagens submersas, geoparque, brejos de altitude) serviu de objeto em sete das pesquisas concluídas; relações de produção se expressam em duas outras pesquisas; indústria e urbanização serviram de foco em uma das pesquisas; o turismo foi à preocupação de uma jovem mestranda; a paisagem de um fragmento da cidade de Fortaleza serviu de discussão sobre resiliência; como interface sociedade e natureza outra pesquisa estudou uma APA do Ceará; a interiorização do ensino superior foi tema para a dissertação de parte da Amazônia, enquanto o Piauí foi abordado em trabalho da geohistória de Teresina.

    Sempre ressaltamos que a qualidade dos textos neste nosso periódico se deve ao processo de rigorosa avaliação de nossos pareceristas, colegas de diferentes universidades, que vêm contribuindo para a valorização da difusão dos trabalhos científicos, nesta época em que se exige rapidez no repasse dos resultados de nossas pesquisas.


    Prof. Dr. Luiz Cruz Lima
    Coordenador da Revista GeoUECE

  • Revista GeoUECE - V.3, N.4, 2014
    v. 3 n. 4 (2014)

    EDITORIAL

    Depois de três números editados no biênio 2012-2013, a Revista GeoUECE prossegue em sua trajetória de divulgar conhecimento de ampla abrangência geográficas: questões teórico-metodológicas da Geografia; saberes e práticas do conhecimento geográfico, níveis de análise e conteúdo da Geografia; Cenários tendenciais e novos temas emergentes, dentre outros. Deve-se reconhecer que a Geografia - ciência do espaço ou do território - tem raízes antigas. Mas a um só tempo, é setor do conhecimento de recente desenvolvimento.

    Envolvendo conhecimentos múltiplos e objetivos temáticos de amplo espectro, um periódico de cunho geográfico por excelência, deve refletir essas circunstâncias. É o que se expõe neste quarto número semestral da GeoUECE, divulgando temas multivariados, tendo, em comum, as relações natureza x sociedade. Há evidente primazia de artigos ligados à problemática urbana e que tratam de contradições em áreas metropolitanas; da segregação socioespacial e fragmentada em cidades médias; das assimetrias das relações entre verticalidades e horizontalidades; dos indicadores socioambientais de clima urbano e saúde. Acrescenta-se um trabalho vinculado à localização das unidades industriais das montadoras de autoveículos no Mercosul. Referente ao ensino de Geografia, um artigo trata das mudanças de natureza didática através de uma ação efetiva da cartografia escolar. Há também especificidades no que tange aos condicionantes da institucionalização de unidades regionais no Brasil, da Geografia Eleitoral através da relação entre política partidária e eleitores e das concepções teóricas da educação ambiental e a dialética materialista. Sobre temas associados ao contexto socioambiental, apresenta-se um artigo de natureza metodológica referente à analise sistêmica da paisagem e sua aplicabilidade ao estudo do litoral. Saúde ambiental e gestão de água potável expõem os problemas fundamentais da gestão pública em um meio de abundancia das disponibilidades hídricas. Um último artigo trata da apropriação da natureza e principais repercussões dos processos erosivos no Médio Solimões, Amazonas.

    Ressalta-se, assim, que a percepção da GeoUECE é conduzida no sentido de não existência de uma só Geografia. Admite-se uma constelação de saberes geográficos que se sustentam na diversidade e na pluralidade desses saberes.

    Profa. Dra. Maria Lúcia Brito Cruz
    Coordenadora do ProPGEO da UECE

  • Revista GeoUECE - V.2, N.3, 2013
    v. 2 n. 3 (2013)

    EDITORIAL

    Com satisfação, a equipe da Revista GeoUece edita este terceiro número semestral, finalizando o ano de 2013. Não agrega maior quantidade de textos devido à avaliação rigorosa, sempre submetida a dois ou três de nossos pareceristas, dedicados colegas de diferentes centros acadêmicos brasileiros.

    Por certo, em breve, a GeoUece entrará no seleto conjunto de periódicos avaliados pela Capes, forte motivo de atrair mais produção intelectual do país e do exterior. Essa atenção de nossa agência de fomento da pós-graduação se dá no início de novo triênio de avaliação dos Cursos e Programas de todas as áreas do conhecimento, desenvolvidos pelas IES nacionais, incluindo-se os periódicos científicos. Do conjunto de oito artigos selecionados, três se aproximam ao tratamento da natureza, aos quais um outro se correlaciona, ao abordar a ordem territorial, tratando do circuito espacial do biodiesel. Dois artigos tratam dos movimentos sociais, um voltado à educação não formal e o segundo, às associações dos catadores de resíduos sólidos, tendo ambos a cidadania como centro de preocupação. Completando o conjunto, dois se dedicam ao tratamento da dispersão espacial das unidades produtivas no Brasil: um se voltando à favorecida dinâmica do agronegócio no centro-oeste e nordeste brasileiros e, o segundo, às indústrias no oeste paulista.

    Em 2013, novas defesas de um doutorando e uma de mestrando, incluindo-se, aqui, seus títulos, autores e orientadores, além de resumos. Os editores saúdam os novos pos-graduandos, para enriquecerem nossa plêiade de titulados do país.

    Inserimos uma resenha do último livro do geógrafo Antonio Carlos Robert Moraes – “Território na Geografia de Milton Santos - , recentemente, publicado pela editora Annablume. Agradecemos a todos que escolheram nossa Revista para publicarem seus trabalhos, assim como aqueles que a acessarem para uma boa leitura. Esses agradecimentos se estendem e se renovam a colegas pareceristas que primaram pela qualidade do que é aqui publicado para o grande público da Geografia.


    Comissão Editorial. 

  • Revista GeoUECE - V.2, N.2, 2013
    v. 2 n. 2 (2013)

    EDITORIAL

    Com imenso júbilo, apresentamos à comunidade acadêmica o segundo número da Revista GEOUECE. Tal periódico é resultado de trabalho coletivo dos docentes e discentes do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (ProPGeo). No final de 2012, veio a lume o primeiro número da revista, no intuito de apresentar a produção de pesquisadores das mais diferentes paragens de nosso país e de outros centros acadêmicos do mundo. Através dos contadores de acesso no sistema, temos o conhecimento que milhares de leitores do Brasil e de vários países, como México e Estados Unidos, acessam nosso periódico, o que contribui para fortalecer nosso empenho em trabalhar, com mais rigor, para manter essa divulgação de trabalhos científicos. Nesta edição, formatada com 9 (nove) artigos e 19 (dezenove) resumos das dissertações e teses defendidas no PROPGEO (primeiro semestre de 2013), encontraremos trabalhos com múltiplos "olhares geográficos", que permitem a leitura do espaço na sua totalidade. Do ponto de vista da origem acadêmica dos autores, verificamos que o alcance da nossa revista já atinge todo território nacional, pois este volume está permeado de resultados de pesquisas acadêmicas realizadas em universidades de vários estados do Brasil. É fácil notar que o espaço urbano mereceu atenção de maior parte dos trabalhos ora publicados nesta edição. Os temas tratam, ora de conflitos e tensões espaciais, ora da produção e da organização do espaço, com destaque para a problemática ambiental, a cultura, a economia urbana e a formação metropolitana. Para termos esse conjunto de trabalhos publicados, importante foi a contribuição de nossos pareceristas, sempre atentos às normas e às técnicas do bem escrever, com dedicação e responsabilidade acadêmica.

    Comissão Editorial.