ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL E AS PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS DA COMUNIDADE JOVEM DO MUNICÍPIO DE LAJES-RN

Autores

  • Marisa Ribeiro Moura de Abreu CMF
  • Samara dos Santos Forte Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Melissa de Freitas Nogueira Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • João Capistrano de Abreu Neto

Palavras-chave:

Educação ambiental, atitudes sustentáveis, preservação, meio ambiente

Resumo

É perceptível que a sociedade, em sua maioria, conhece o meio ambiente e sua importância para a sobrevivência humana, por isso a necessidade de preservá-lo. Fala-se que os jovens tem papel fundamental de cuidar e preservar o meio ambiente, pois são os responsáveis pelo futuro do mundo e das gerações futuras, por conseguinte, são os que mais deveriam ter atitudes sustentáveis. Todavia, apesar do amplo diálogo a respeito dos impactos que o meio ambiente vem sofrendo, a aplicabilidade da percepção já adquirida frequentemente não é colocada em prática. O objetivo da pesquisa foi analisar a percepção ambiental dos jovens do município de Lajes sobre suas práticas sustentáveis. Esta foi dividida em três etapas (análise bibliográfica, prática de campo e integração dos dados) e teve como finalidade ponderar a percepção por meio de metodologia exploratória e descritiva e questionário, onde avaliou-se a relação entre a teoria e a prática no cotidiano. Verificou-se que a percepção ambiental dos jovens e suas formas de agir quanto à preservação do meio, é insatisfatória, pois existe na teoria a noção do entendimento das ações que geram impactos ambientais, entretanto, na prática não é feito nada para reverter a situação da degradação ambiental. Não apenas os jovens, mas toda a sociedade junto com o governo deve ter práticas proativas quando o assunto é preservar o meio. Se faz necessário mais debate junto à comunidade para gerar mais ações em defesa do meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, R.; SCATENA, L. M.; LUZ, M. S. da. Percepção ambiental e políticas públicas – Dicotomia e desafios no desenvolvimento da cultura de sustentabilidade. Ambient. soc. [online]., vol. 20, n. 1, p. 43-64, 2017.

AUDINO, V. Elaboração de um instrumento sobre a percepção ambiental da população urbana para a sustentabilidade de cidades. 142 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação de Recursos Hídricos, Socioeconômica e Ambiental, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, 2017.

ANDRADE, A. L. R. A educação ambiental e a dialética materialista: concepções teóricas. Revista GeoUECE - Programa de Pós-Graduação em Geografia da UECE Fortaleza/CE, v. 3, nº 4, p. 294-313, jan./jun. 2014. Disponível em http://seer.uece.br/geouece. Acesso em: 10.11.2019.

BARBIERI, J. C. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. 3.ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

BARBIERI, J. C. Gestão Ambiental Empresarial. São Paulo: Saraiva, 2007.

BARS, R. Greve global pelo clima une gerações na Paulista. Site da União nacional dos estudantes, set. 2019. Disponível em: https://une.org.br/noticias/greve-global-pelo-clima-une-geracoes-na-paulista/. Acesso: 13.10.2019.

BOMFIM, A. M.; PICCOLO, F. D. Educação Ambiental Crítica: A questão ambiental entre os conceitos de cultura e trabalho. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, ISSN 1517-1256, v. 27, julho a dezembro de 2011.

BRASIL. Lei Federal no 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário oficial da União, Brasília, 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9795.htm. Acesso em: 10.02.2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Estatuto da Juventude, 2013. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12852.htm>. Acesso em: 12.10.2018.

BRASIL. Ministério da Educação. O jovem, o estatuto da juventude e a EC 65/2010, 2013. Disponível em: http://www.ambitojuridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=15. Acesso em: 12.10.2018.

BRAVO, T. L.; PEÇANHA, A. L.; WERNER, E. T.; SANTOS, A. A. O. Educação ambiental e percepção da implantação de coleta seletiva de lixo urbano em De Alegre, ES. R. gest. sust. ambient., Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 375-396, 2018.

CAPRA, F. Alfabetização ecológica: o desafio da educação do século 21. In: TRIGUEIRO, A. (Coord.). Meio ambiente no século 21. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

CARVALHO, V. G.; ESTENDER, A. C. Conscientização ambiental contribuindo para eliminar o desperdício e ampliar as ações a favor do meio ambiente. Revista Desafios, v. 04, n. 02, 2017.

COIMBRA, J. A. A. O outro lado do meio ambiente. São Paulo: Cetesb, 1985.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. São Paulo: Gaia, 399p. 2004.

FAGGIONATO, S. Percepção ambiental. Material de Apoio – Textos, 2009. Disponível em: http://educar.sc.usp.br/biologia/textos/m_a_txt4.html. Acessado em: 10.10.2019.

FERNANDES, R. S.; SOUZA, V. J.; PELISSARI, V. B.; FERNANDES, S. P. O uso da percepção ambiental como instrumento de gestão em aplicações ligadas às áreas educacional, social e ambiental, 2004. Disponível em: http://www.redeceas.esalq.usp.br/noticias/Percepcao_Ambiental.pdf. Acesso em: 30.01.2018.

FERREIRA, M. R. Produção e conhecimento sobre degradação ambiental: uma incursão na psicologia ambiental. Tese (Doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 1997.

GAMA, C. da. Maioria dos jovens não sabe proteger o meio ambiente. Site Veja, fev. 2009. Disponível em: https://veja.abril.com.br/brasil/maioria-dos-jovens-nao-sabe-proteger-o-meio-ambiente/. Acesso em: 08.09.2019.

GEORGIN, J.; OLIVEIRA, G. A. Práticas de conscientização ambiental em escolas públicas de Ronda Alta/RS. REMOA, v.14, n.3, mai-ago, p.3378-3382, 2014.

GERAÇÃO Greta: como são os jovens que disseram basta à destruição do planeta. Site Brasil El País Semanal, set. 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/09/16/eps/1568642428_048593.html. Acesso em: 10.10.2019.

GOMES, J. N. D.; SANTOS, L. A. dos; APARECIDA, A. Educação ambiental na conscientização e preservação do meio ambiente: unidade escolar Zezita Sampais, Buriti dos Lopes, PI. Ambiente & Educação, v. 23, n. 1, p. 225-247, 2018.

HOLTZER, W. A geografia humanista anglosaxônica: de suas origens aos anos 90. Revista Brasileira de Geografia. Rio de Janeiro, v. 55, n. 1/4, p. 109-145, 1993.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Perfil dos estados e dos municípios brasileiros: Lajes-RN. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Evolução da população dos municípios brasileiros: Lajes-RN. Rio de Janeiro: IBGE, 2019.

INSTITUTO AKATU. Consumo Consciente. 21 jul 2011. Disponível em: http://www.akatu.org.br/Temas/Consumo-Consciente/Posts/Quer-uma-boa-dica-Pratique-os-8-Rs-do-consumo-consciente. Acesso em: 22.08.2019.

INSTITUTO Heráclito: projetos e consultoria. Plano Diretor Participativo: Município de Lajes-RN (Leituras técnicas e jurídicas). ALICERCES PARA A APLICAÇÃO EFICIENTE DA POLÍTICA URBANA E DA GESTÃO TERRITORIAL. GEOGESTÃO Geoinformação e Gestão Territorial Ltda. Florianópolis-SC, 2018.

JACOBI, P. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010015742003000100008&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 05.02.2019.

LOUREIRO, C. F. B. Trajetória e fundamentos da educação ambiental. São Paulo: Cortez, 2007.

MACEDO, R. L. G. Percepção e conscientização ambiental. Lavras, MG: Editora UFLA/FAEPE, 132p., 2000.

MAIA, J. S. S. Educação ambiental crítica e formação de professores. Curitiba: Appris, 2015.

MALAFAIA, G.; RODRIGUES, A. S. de L. Percepção ambiental de jovens e adultos de uma escola municipal de ensino fundamental. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 7, n. 3, p. 266-274, jul./set. 2009.

MARQUES, L. M.; CARNIELLO, M. A.; NETO, G. G. A percepção ambiental como papel fundamental na realização de pesquisa em educação ambiental. Revista Travessias: Pesquisa em Educação, Cultura, Linguagem e Artes. Vol. 4, nº 3, 2010.

MAZZARINO, J. M.; ROSA, D. C. da. Práticas Pedagógicas em Educação Ambiental: o necessário caminho da auto-formação. Ambiente & Educação. v.18 (2), p. 121- 144, 2013.

MMA. Ministério do Meio Ambiente. Juventude e Meio ambiente: Grupo interministerial discute política e programa para o setor, com apoio da sociedade civil, 2013. Disponível em: https://mma.gov.br/informma/item/8995-juventude-e-meio-ambiente. Acesso em: 20.10.2019.

MORAES, E. C. O olhar dos jovens sobre a problemática ambiental. Cienc. Cult., vol. 71, nº 1, São Paulo, Jan./Mar., 2019.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2. ed. São Paulo: Editora Cortez, 2000.

MOURA DE ABREU, M. R.; ABREU NETO, J. C. de; QUEIROZ, V. L. de; FARINON, L. de R. M. Práticas metodológicas para a análise da percepção ambiental dos alunos do IFRN-Campus Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte, Brasil. GEOTemas, Pau dos Ferros, RN, Brasil, v. 08, n. 3 de 2018.

MOURA, A. C. de O. S. de. Sensibilização: diferentes olhares na busca dos significados. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Educação Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande, 2004.

NICOLAU, M. Metodologia do trabalho científico. Paraíba, 2013.

OLIVEIRA, D. F. & PINTO, L. T. A Educação Ambiental Desenvolvida na Escola Estadual D. Pedro I no Munícipio de Mazagão. Caderno Meio Ambiente e Sustentabilidade, 4(3): 138–155, 2014.

ONU lança iniciativa pelos direitos dos jovens a um meio ambiente saudável. Site das Nações Unidas Brasil, mai. 2019. Disponível em: https://nacoesunidas.org/onu-lanca-iniciativa-pelos-direitos-dos-jovens-a-um-meio-ambiente-saudavel/. Acesso em: 13.06.2019.

PACHECO, E.; SILVA, H. P. Compromissos epistemológicos do conceito de percepção ambiental. 2006. Disponível em: < http://www.ivtrj.net/sapis/2006/pdf/EserPacheco.pdf>. Acesso em: 13.10.2019.

RODRIGUES, M. L; MALHEIROS, T. F; FERNANDES, V; DARÓS, T. D. A Percepção Ambiental Como Instrumento de Apoio na Gestão e na Formulação de Políticas Públicas Ambientais. Saúde Soc. São Paulo, v. 21, supl. 3, p. 96-110, 2012.

TOALDO, A. M.; MEYNE, L. S. A educação ambiental como instrumento para a concretização do desenvolvimento sustentável. I Congresso Internacional de Direito Ambiental e Ecologia Política – UFSM e III Seminário Ecologia Política e Direito na América Latina. Revista Eletrônica do Curso de Direito. UFSM. v. 8, 2013.

TUAN, Y. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. Trad. Lívia de Oliveira. São Paulo: Difel, 2012.

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

MOURA DE ABREU, M. R.; FORTE, S. dos S.; NOGUEIRA, M. de F.; ABREU NETO, J. C. de. ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL E AS PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS DA COMUNIDADE JOVEM DO MUNICÍPIO DE LAJES-RN. Revista GeoUECE, [S. l.], v. 9, n. 17, p. 104–128, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/2232. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos