A PRODUÇÃO E A (RE)PRODUÇÃO CAPITALISTA DO ESPAÇO URBANO: UM ESTUDO DE CASO SOBRE O DESENVOLVIMENTO DESIGUAL E A SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL NO BAIRRO SÃO JOÃO, PATO BRANCO/PR

Autores

  • Leonardo Danielli Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Solismar Fraga Martins

Palavras-chave:

Segregação socioespacial. Acesso à moradia. Espaço urbano. Conflitos fundiários. Remoção forçada., Periferização, Acesso à moradia, Pato Branco, Espaço urbano, Conflitos fundiários, Remoção forçada

Resumo

O presente estudo analisa a produção capitalista do espaço urbano do bairro São João, localizado na malha urbana, zona oeste, do município de Pato Branco/PR. A criação do objeto de estudo remete o final da década de 1970 e início da década de 1980, realizado por meio de uma ação do Estado na esfera do poder público municipal, em um projeto denominado de “desfavelamento” das margens da BR-158, tendo como característica a remoção forçada dos moradores daquela área. No ano de 2015, o bairro foi contemplado com um conjunto habitacional com 180 casas financiadas pelo Programa Minha Casa Minha Vida. Passados mais de três décadas da criação do bairro, o presente artigo busca compreender como tais ações históricas ainda refletem negativamente na vida dos moradores da área os segregando socioespacialmente nessa porção do espaço urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

FRANCESCHETTO, Jaqueline Menegazzo. A percepção ambiental dos moradores do bairro São João no município de Pato Branco – PR. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional. Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Paraná, Pato Branco, 2016.

GONÇALVES, Carlos Walter Porto. Paixão da terra: ensaios críticos da ecologia e geografia. Rio de Janeiro: Rocco, 1984.

GOTTDIENER, Mark. A produção social do espaço urbano. São Paulo: EDUSP, 1993. 312 p.

HARVEY, David. A justiça social e a cidade. Tradução de: Armando Corrêa da Silva. São Paulo: Hucitec, 1980. 291 p.

IBGE (Brasil). Estimativas de população para o ano de 2019: Tabelas de estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2019. [S. l.], 1 jul. 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9103-estimativas-de-populacao.html?=&t=resultados. Acesso em: 11 de set. de 2019.

IPARDES. Sudoeste Paranaense: especificidades e diversidades. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Paraná, 2009. Disponível em: http://www.ipardes.gov.br/biblioteca/docs/Sudoeste%20Paranaense_especificidades%20e%20diversidades.pdf. Acesso em: 21 de set. de 2019.

LEFÈBVRE, Henri. A produção do espaço. Tradução: Doralice Barros Pereira e Sérgio Martins (do original: La production de l’espace. 4e éd. Paris: Éditions Anthropos, 2000). Primeira versão: início - fev. 2006

LEFÈBVRE, Henri. A revolução urbana. Tradução de Sérgio Martins. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2008178 p.

PATO BRANCO. Lei N° 444, de 1° de julho de 1982. Altera o nome do bairro de Independência para São João. 1982. Disponível em: <http://www.camarapatobranco.com.br/uploads/laws/1/1982/444.pdf.>. Acesso em: 22 de ago. de 2018.

PATO BRANCO. Informações gerais. Pato Branco, 2019. Disponível em: http://www.patobranco.pr.gov.br/omunicipio/informacoes-gerais/. Acesso em: 14 de out. de 2019.

PIZATO, Elaine. Das margens da BR 158 ao Bairro São João: direito à moradia e à cidade em Pato Branco – PR. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) – Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Paraná: Toledo, 2016.

RODRIGUES, Arlete Moysés. Desigualdades socioespaciais: a luta pelo direito à cidade. Cidades, v. 4, n. 6, p. 73-88, ago. 2007. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/revistacidades/article/viewFile/571/602. Acesso em: 10 out. 2019.

RODRIGUES, Arlete Moysés. Moradias nas cidades brasileiras. 10. ed. São Paulo: Contexto, 2017. 72 p.

SOJA, Eduard. W. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Tradução: Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1993. 323 p.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. 2. ed. São Paulo: StudioNobel, 1998. 391 p.

Downloads

Publicado

2021-08-24

Como Citar

DANIELLI, L.; MARTINS, S. F. A PRODUÇÃO E A (RE)PRODUÇÃO CAPITALISTA DO ESPAÇO URBANO: UM ESTUDO DE CASO SOBRE O DESENVOLVIMENTO DESIGUAL E A SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL NO BAIRRO SÃO JOÃO, PATO BRANCO/PR. Revista GeoUECE, [S. l.], v. 10, n. 18, p. 80–100, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/4040. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos