Ciência e obscurantismo em contexto de crise: a superação do capitalismo como uma vela na escuridão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v3i1.2980

Resumo

O texto trata do antagonismo entre ciência e anticiência no contexto da crise do capitalismo das últimas décadas. É síntese de pesquisa teórico-bibliográfica. Indicam-se os fundamentos ontológicos da ciência na práxis fundante do ser social, o trabalho. Abordam-se os contornos epistemológicos-ontológicos da práxis científica, partindo de uma análise histórico-sistemática. Apresentam-se alguns nexos entre o capitalismo atual e os ataques sistemáticos nos últimos tempos ao pensamento crítico e à ciência. Destaca-se que os ataques ao caráter emancipador da práxis desantropomorfizadora da ciência situam-se num contexto de contradições entre o desenvolvimento das forças produtivas e as coercitivas relações de produção capitalistas.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Frederico Jorge Ferreira Costa, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

  Doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE-UECE). Diretor do Instuto de Estudos e Pesquisa do Movimento Operário (IMO). Coordenador do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE).

Karla Raphaella Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Educação. Professora do Centro Universitário Maurício Nassau. Vice-coordenadora do Grupo de Pesquisas Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE). E-mail: karla_raphaella@hotmail.com

Alisson Slider do Nascimento de Paula, Centro Universitário Inta (UNINTA)

Doutor em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professor do Centro Universitário Inta (UNINTA). Coordenador do Grupo de Pesquisa em Trabalho e Política Educacional (GPTPOED).  E-mail: alisson.slider@yahoo.com.

Referências

BUNGE, Mario. La ciência, su metodo y su filosofía. Buenos Aires: Siglo Veinte, 1973.
COYNE, Jerry A. Por que a evolução é uma verdade. São Paulo: JSN, 2014.
HARVEY, David. 17 contradições e o fim do capitalismo. São Paulo: Boitempo, 2016.
KARL, Marx. Contribuição à crítica da economia política. São Paulo: Expressão Popular, 2008.
KARL, Marx e ENGELS, Friedrich. Manifesto comunista. 1. ed. revista. São Paulo: Boitempo, 2010.
KARL, Marx e ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã: crítica da mais recente filosofia alemã em seus representantes Feuerbach, B. Bauer e Stirner, e do socialismo alemão em seus diferentes profetas (1845-1846). São Paulo: Boitempo, 2007.
KLEIN, Naomi. Não basta dizer não: resistir à nova política de choque e conquistar o mundo do qual precisamos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2017.
LEWONTIN, Richard e LEVINS, Richard. El biólogo dialéctico. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: RyR, 2015.
LUKÁCS, György. Por uma ontologia do ser social, 2. São Paulo: Boitempo, 2013.
LUKÁCS, Georg. Estética 1: la peculiaridad de lo estético, cuestiones preliminares y de principio. Volumen 1. Barcelona: Ediciones Grijalbo, 1982.
LUKÁCS, Georg. Marx y el problema de la decadencia ideologica. México D.F.: Siglo Veintuno Editores, 1986.
KARL, Marx. O capital: crítica da economia política, Livro I, o processo de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.
MOSLEY, Michael e LYNCH, John. Uma história da ciência: experiência, poder e paixão. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.
NOVACK, George. As origens do materialismo. São Paulo: Sundermann, 2015.
TAMBOSI, Orlando. A cruzada contra as ciências: quem tem medo do conhecimento? Florianópolis: Ed. UFSC, 2010.
ROBERTS, Alice. Evolution: the human story. London: DK, 2011.
ROVELLI, Carlo. Anaximandro de Mileto: o nascimento do pensamento científico. São Paulo: Edições Loyola, 2013.
TYSON, Neil de Grace e GOLDSMITH, Donald. Origens: catorze bilhões de anos de evolução cósmica. São Paulo: Planeta do Brasil, 2015.

Downloads

Publicado

2020-04-10

Como Citar

COSTA, F. J. F.; PEREIRA, K. R. C.; DE PAULA, A. S. do N. Ciência e obscurantismo em contexto de crise: a superação do capitalismo como uma vela na escuridão. Cadernos do GPOSSHE On-line, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 144–162, 2020. DOI: 10.33241/cadernosdogposshe.v3i1.2980. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/2980. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Crise da educação em tempos de neoconservadorismo