Cadernos do GPOSSHE On-line https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE <p><em>Os Cadernos do GPOSSHE On-line</em>&nbsp;são uma publicação semestral do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana – GPOSSHE, que faz parte do Instituto de Estudos e Pesquisas do Movimento Operário – IMO. O GPOSSHE está vinculado ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE-UECE). Seu objetivo é tornar público artigos resultantes de estudos e pesquisas e&nbsp;abordem temas de ciências humanas, em particular de educação, história e questão social, a partir das coordenadas teóricas do humanismo, do historicismo concreto e da razão dialética. Também compõem o escopo da revista a publicação de resenhas de obras relevantes para os debates nas referidas áreas, sejam elas de autores(as) nacionais ou estrangeiros(as).</p> pt-BR frederico.costa@uece.br (Frederico Jorge Ferreira Costa) alisson.slider@yahoo.com (Alisson Slider do Nascimento de Paula) sex, 19 out 2018 00:00:00 -0300 OJS 3.1.1.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Realismo literario y pedagogía socialista https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/486 <p>El artículo se ocupa de examinar la compilación de ensayos de György Lukács <em>Der russische Realismus in der Weltliteratur</em> (1946, 1951) –en particular los estudios dedicados a Gorki y Makarenko– con vistas a analizar algunos temas centrales: las bases metodológicas de una crítica literaria marxista, la discusión sobre la función social y humana de la literatura, la relación entre literatura y vida social, los principios de una pedagogía y una ética marxistas.</p> Miguel Vedda ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/486 dom, 07 out 2018 00:00:00 -0300 A categoria da particularidade como mediação para a produção do conhecimento https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/487 <p>O artigo tem como objetivo apresentar as análises de György Lukács sobre a categoria da particularidade, na sua relação dialética com a universalidade e a singularidade. Trata-se de resultado de estudo teórico acerca da obra do autor, o qual visa explicitar as contribuições da teoria marxista na superação de perspectivas analíticas que supervalorizam ou subestimam a singularidade e a universalidade, assim como daquelas que realizam reducionismos mecanicistas, por desconsiderarem as complexas mediações dialéticas. A busca por suplantar, tanto as generalizações teóricas abstratas, quanto as simplificações, na produção do conhecimento, encontra, na teoria da objetividade do autor húngaro, a ampliação dos fundamentos marxianos sobre a unidade contraditória entre fenômeno e essência. O <em>tertium datur</em> lukacsiano entre a totalidade abstrata e a imediaticidade fragmentada contribui para destacar a necessária apreensão dialética das mediações complexas para a adequada direção da ação humana. O esforço do autor é direcionado para a superação da fetichização empirista, que apaga as contradições mais profundas do ser-propriamente-assim e seu vínculo com as legalidades fundamentais, assim como a fetichização da razão. Nesse sentido, a singularidade, a particularidade e a universalidade são entendidas como categorias lógicas que possuem uma gênese ontológica, por isso, tanto a teoria científica, quanto a teoria estética têm o mesmo referente objetivo, representando, ao mesmo tempo, uma relação de unidade e distinção.</p> Gisele Masson ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/487 dom, 07 out 2018 15:52:54 -0300 György Lukács e os limites da democratização do socialismo soviético https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/521 <p>György Lukács, diante da possibilidade de influenciar positivamente nos rumos da democratização do socialismo real, especialmente da União Soviética, nos anos 1960, interrompe seus escritos da <em>Ontologia</em> e redige um ensaio sobre a democratização, que levou o nome de <em>Demokratiesierungschrift </em>[Escrito sobre a democratização], e que foi submetido ao Partido Comunista Húngaro com sua consequente censura e indeferimento para publicação. Não obstante a crítica lukácsiana ao socialismo realmente existente e sua evocação a uma virtual democracia socialista, sua posição em relação à transição socialista no Leste Europeu é demasiada branda e desconsidera a factual não ultrapassagem do modo de produção do capital nas sociedades de transição pós-capitalistas.</p> Claudinei Cássio de Rezende ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/521 qui, 11 out 2018 00:00:00 -0300 Distopia, estranhamento e a deformação do indivíduo https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/491 <p>O texto aqui apresentado representa um esforço de compreensão da literatura distópica a partir de um viés marxiano e lukaciano. A partir da obra <em>1984, </em>de George Orwell, procura-se analisar os elementos relativos ao estranhamento a partir das constatações de Marx e das reflexões de Lukács a respeito da literatura. O estranhamento é uma categoria central para o pensamento marxiano e, mesmo, para a melhor compreensão de Lukács. Assim, este texto procura revisar os pontos centrais do romance como literatura essencialmente burguesa, mas, fundamentalmente, apontar que o tipo de texto que se caracteriza como distópico pode se apresentar como uma denúncia da decadência ideológica. Neste caso, a partir do momento em que a burguesia, assumindo o controle econômico e político da sociedade, recua em seus propósitos revolucionários, passa a um posicionamento conservador da ordem social. Essa posição conservadora reflete-se, de maneira importante, na produção ideológica, que passa a ser justificadora e naturalizadora da ordem social capitalista burguesa. A negação da distopia se apresenta precisamente nos marcos do aprofundamento do estranhamento que a decadência ideológica provoca. Ao levar a um limite extremo as consequências do estranhamento, Orwell (2015) expõe as contradições não só do Stalinismo, objeto direto da crítica do livro que foi aqui tomado como base, mas também do objeto indireto de sua crítica, que é a própria sociedade baseada na contradição entre capital e trabalho.</p> Vilson Aparecido da Mata, Leonardo Coutinho ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/491 seg, 08 out 2018 00:00:00 -0300 Tópicos sobre o realismo lukacsiano como método histórico-sistemático https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/522 <p>O presente artigo visa apresentar apontamentos sobre o método histórico-sistemático a partir das reflexões de Carlos Nelson Coutinho, expor o sistema categorial de Lukács mostrado pelo autor brasileiro, no sentido de afirmar a necessidade do método para o julgamento do realismo em arte. Isso se justifica na tentativa de superar posições reducionistas que afirmam a concepção de arte realista de Lukács, mas que não esclarecem o modo de julgar uma obra de arte, literária, mais especificamente. Ao olvidar o movimento metodológico, corre-se o risco de transformar o realismo num supra conceito desvinculado do movimento do real e que, pré-estabelecido, julga de fora as concreções objetivas artísticas através de parâmetros subjetivos do crítico.</p> Karla Raphaella Costa Pereira, Frederico Jorge Ferreira Costa ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/522 qui, 11 out 2018 00:00:00 -0300 Marxism and Education https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/488 <p>The article rests substantially on the work of John Holloway, especially his early articles in <em>Common Sense: Journal of the Edinburgh Conference of Socialist Economists</em>. On this foundation, it is argued, firstly, that the importance of Marxism resides in its capacity to pinpoint fragilities and weaknesses in the constitution, development and rule of capital in contemporary society. Understanding these fragilities sharpens the critical edge of any movements aimed at social transformation out of the madhouse of capital.</p> Gleen Rikowski ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/488 seg, 08 out 2018 00:00:00 -0300 Trabalho, dinheiro e fetichismo https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/489 <p>O referido texto busca empreender uma análise acerca da categorias marxianas: trabalho, dinheiro e fetichismo. Para tal empreendimento recorrerá às obras clássica do próprio Marx.</p> Osvaldo Coggiola ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/489 seg, 08 out 2018 00:00:00 -0300 Reformismo em desencanto https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/226 <p>Os primeiros anos do século XXI foram marcados pelas tentativas de reforma do Estado, em diversos países da América Latina. As políticas aplicadas representaram um avanço para os trabalhadores, no entanto não foram capazes de modificar sensivelmente as relações entre capital e trabalho, bem como, nos mais diversos países, os governos tem sido apeados do poder, por vias democráticas ou não. Por que as reformas do Estado não conseguiram modificar de modo permanente a situação da classe trabalhadora? Essa é a pergunta que o presente trabalho procura responder, por meio de um levantamento bibliográfico sobre a concepção de Estado em Marx, recorrendo assim a reflexão marxista, para compreender que os esforços por reformar o Estado e garantir um capitalismo mais humano, bem como uma emancipação das classes trabalhadoras sem contrariar a lógica do sistema capitalista terminam por perpetuar a exploração, ao apresentar como conquistas, algumas concessões feitas pela burguesia, concessões essas que ao primeiro sinal de crise são suspensas. O objetivo da pesquisa é mostrar que o Estado no capitalismo é irreformável, tendo, portanto, que ser substituído pelos trabalhadores por uma nova forma de organização para que a exploração do homem pelo homem possa ser interrompida.</p> Wagner Pires da Silva, Erlene Pereira Barbosa, Paulo Henrique Freitas Maciel, Ana Carmita Bezerra de Souza ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/226 sex, 05 out 2018 00:00:00 -0300 A educação integral no ensino médio brasileiro https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/523 <p>O artigo traz resultados de pesquisas realizadas pelo Grupo GESTOR – Pesquisa em Gestão da Educação e Políticas do Tempo Livre em torno da temática da Educação Integral no Ensino Médio Brasileiro. O objetivo geral do artigo foi debater o contexto atual em torno da Educação Integral no Ensino Médio. Através de uma pesquisa com palavras-chave (integral, integrada, ensino médio) foi feita uma seleção de documentos e posterior análise através da categorização por temas, conforme a concepção dialógica de Bakhtin (1997). Os resultados da pesquisa indicam que a Educação Integral, no contexto do Ensino Médio, vem sendo utilizada para a disputa pela captura da subjetividade dos jovens, pelo Capital, bem como para compensar a ausência de políticas públicas em torno da projeção integral, diante do avanço do ideário neoliberal, na perspectiva de guarda e controle dos jovens.</p> Katharine Ninive Pinto Silva ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/523 qui, 11 out 2018 00:00:00 -0300 Perspectivas para a formação didático-pedagógica de bachareis e tecnólogos https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/490 <p>Este artigo apresenta achados de uma investigação mais ampla desenvolvida no curso de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Tem como objetivo analisar as motivações dos professores para o ingresso na carreira docente e identificar as aprendizagens acadêmicas e profissionais que contribuíram para a constituição do "ser" professor. Acreditamos que tal análise possa contribuir para o aprofundamento dos estudos sobre o significado didático-pedagógico da formação dos professores, buscando a melhoria e inovação das práticas realizadas em sala de aula, no contexto da Educação Profissional e Tecnológica. A pesquisa qualitativa foi desenvolvida no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE), <em>campus</em> de Fortaleza onde realizamos entrevista semiestruturada junto a cinco docentes bacharéis e tecnólogos que lecionam nas disciplinas profissionalizantes dos cursos tecnológicos; teve como fundamentação teórica, principalmente, o pensador György Lukács (2013) acerca da centralidade do trabalho e do estabelecimento de posições teleológicas, além de autores como Marcelo (2009), Saviani (2007), Machado (2008; 2011), dentre outros. O estudo aponta para a importância da constituição de uma teleologia direcionada para a formação didático-pedagógica dos professores que já exercem suas funções nos cursos tecnológicos do IFCE no intuito de contribuir para a ressignificação dos seus conhecimentos e o desenvolvimento de experiências voltadas para uma práxis docente planejada, crítica e reflexiva.</p> Isabel Magda Said Pierre Carneiro, Maria Marina Dias Cavalcante, Fátima Maria Nobre Lopes ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/490 seg, 08 out 2018 00:00:00 -0300