Cadernos do GPOSSHE On-line https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE <p><em>Os Cadernos do GPOSSHE On-line</em>&nbsp;são uma publicação semestral do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana – GPOSSHE, que faz parte do Instituto de Estudos e Pesquisas do Movimento Operário – IMO. O GPOSSHE está vinculado ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE-UECE). Seu objetivo é tornar público artigos resultantes de estudos e pesquisas e&nbsp;abordem temas de ciências humanas, em particular de educação, história e questão social, a partir das coordenadas teóricas do humanismo, do historicismo concreto e da razão dialética. Também compõem o escopo da revista a publicação de resenhas de obras relevantes para os debates nas referidas áreas, sejam elas de autores(as) nacionais ou estrangeiros(as).</p> Universidade Estadual do Ceará pt-BR Cadernos do GPOSSHE On-line 2595-7880 As Contribuições do pedagogo para a promoção da integralidade da atenção e do cuidado prestados a adolescentes de semiliberdades no Distrito Federal https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/845 <p>Este artigo tem como objetivo discutir as contribuições do pedagogo como membro de equipes multiprofissionais, que têm como atribuições a garantia do cuidado e da atenção integral de adolescentes em conflito com a lei. Nesse sentido, busca caracterizar a integralidade em saúde no regime de semiliberdade; especificar o papel do pedagogo em atuação em espaços não escolares; verificar as interrelações entre equipe de trabalho e adolescentes e as relações entre socioeducação e integralidade em saúde. O universo de estudo foi constituído pelas equipes técnicas, de socioeducadores e de gestores, com atuação nas três unidades de semiliberdade do Distrito Federal. A pesquisa realizada teve uma natureza qualitativa, e o estudo de caso como método de pesquisa adotado, se configurando como um estudo de caráter descrito e exploratório, havendo pesquisa com o universo das três casas de semiliberdade do DF. As técnicas e instrumentos de coleta de dados constaram de análise documental; revisão bibliográfica; observação participante e entrevistas semiestruturadas.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Palavras Chave: semiliberdade, menor infrator, pedagogo, integralidade.</p> Alex Leonardo Ribeiro Clélia Maria de Sousa Parreira Ferreira Oviromar Flores ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-03-09 2019-03-09 2 1 xx xx Marx para crianças https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/1149 <p>O presente artigo busca fazer uma análise do referido livro à luz da teoria de Marx. O lançamento de livros sobre o pensamento de Marx para o público infanto-juvenil é algo recente. No Brasil, o recente lançamento do livro “O capital” para crianças despertou a ira dos inimigos do marxismo, assim como <em>O deus dinheiro</em>, do artista espanhol Maguma, que se baseia nos Manuscritos econômico-filosóficos de Marx para explorar o desejo insaciável do consumismo no capitalismo. Tendo em vista os interesses antagônicos, é imprescindível que as novas gerações que compõem esta numerosa classe trabalhadora tenham acesso à teoria marxiana a fim de iluminar o caminho a ser seguido. Contudo, é preciso alertar que, neste tempo de crise que atravessamos, com os desfechos da política parlamentar, sobretudo no Brasil, o marxismo tem sido combatido mediante uma abordagem vulgar que não só denigre a imagem deste grande pensador do século XIX, mas principalmente contribui para o rebaixamento do seu autêntico pensamento. Isso coloca para os defensores do marxismo a tarefa de buscar elevar o estatuto ontológico da teoria de Marx tão seriamente levada a cabo por muitos marxistas, entre os quais se destacam Lukács e Mészáros.</p> Maria Edna de Lima Bertoldo ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2019-03-09 2019-03-09 2 1 xx xx