Princípios teóricos e metodológicos sobre análise de necessidades para planejamento de cursos de Línguas para Fins Específicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46230/2674-8266-15-8611

Palavras-chave:

Análise de necessidades, Línguas para fins específicos, Necessidades de aprendizagem, Situação-alvo, LinFE

Resumo

A análise de necessidades torna-se característica-chave para planejar qualquer curso baseado em uma abordagem de Línguas para Fins Específicos (LinFE), pois o foco central deste diagnóstico é identificar as reais necessidades de aprendizagem e da situação-alvo dos aprendizes. Isso posto, este artigo tem por objetivo discutir premissas teóricas sobre análise de necessidades ao considerá-la como a base primária de planejamento e organização de cursos com abordagem LinFE, seja em línguas materna ou estrangeira, a partir de uma revisão crítica e bibliográfica sobre o assunto (HOLMES, 1981; HUTCHINSON; WATERS, 1987; ROBINSON, 1991;  DUDLEY-EVANS; ST. JOHN, 1998). O artigo também se detém sobre  os vários instrumentos para a realização da análise de necessidades, como questionários, entrevistas, observação, coleta de dados, textos usados nos cursos, consulta informal com patrocinadores, aprendizes, entre outros. A discussão no artigo pontua que, além da análise de necessidades do aprendiz, considera-se, também, como pressuposto para qualquer curso de LinFE: o conhecimento da situação-alvo, os objetivos específicos relacionados às necessidades e a relação com o conhecimento da área de estudo do aprendiz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus de Souza Araújo, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Possui Graduações em Licenciatura em Letras-Língua Portuguesa (1997) e Licenciatura em Letras-Língua Inglesa (1999) pela Universidade Federal do Pará, Especialização em Língua Inglesa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais-PUC-MG (2003), Mestrado em Letras: Linguística pela Universidade Federal do Pará (2006) e Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC-SP (2017). É Professor Adjunto 4 da Universidade Federal do Pará, em regime de dedicação exclusiva, atuando no Curso de Licenciatura em Letras-Língua Inglesa da Faculdade de Letras Estrangeiras Modernas (FALEM) e no Programa de Pós-Graduação em Criatividade e Inovação em Metodologias de Ensino Superior (PPGCIMES), ambos dessa Universidade.

Referências

BERWICK, R. Needs assessment in language programming: from theory to practice. In: JOHNSON, R. K. (org.). The second language curriculum. Cambridge: Cambridge University Press, 1989. p. 48-62. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9781139524520.006

BRINDLEY, G. The role of needs analysis in adult ESL programme design. In: JOHNSON, R. K. (org.). The second language curriculum. Cambridge: Cambridge University Press, 1989. p. 63-78. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9781139524520.007

CELANI, M. A. A. Ensino de línguas estrangeiras: olhando para o futuro. In: CELANI, M. A. A. (org.). Ensino de segunda língua: redescobrindo as origens. São Paulo: EDUC, 1997. p. 147-161.

COLLINS, H. Wide-scope needs analysis: requirements and feasibility. In: PASCHOAL, M. S. Z.; CELANI, M. A. A. (org.). Linguística Aplicada: da aplicação da linguística à linguística transdisciplinar. São Paulo: EDUC, 1992. p. 179-192.

DUDLEY-EVANS, T.; ST JOHN, M. J. Developments in English for specific purposes: a multi-disciplinary approach. Cambridge: Cambridge University Press, 1998.

GRAVES, K. Designing language courses: a guide for teachers. Boston: Heinle e Heinle, 2000.

HOLLIDAY, A.; COOKE, T. An ecological approach to ESP. In: Issues in ESP: Lancaster practical papers in English language educational 5. Lancaster: Lancaster University Press, 1982. p. 123-143.

HOLMES, J. What do we mean by ESP? Projeto Nacional Ensino de Inglês Instrumental. Working Paper 2, CEPRIL, PUC-SP, São Paulo, 1981.

HOWATT, A. P. R. A history of English language teaching. Oxford: Oxford University Press, 1984.

HUTCHINSON, T; WATERS, A. English for specific purposes: a learning-centered approach. Cambridge: Cambridge University Press, 1987. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9780511733031

LONG, M. H Second language needs analysis. Cambridge: Cambridge University Press, 2005. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9780511667299

MUNBY, J. Communicative syllabus design. Cambridge: Cambridge University Press, 1978.

NUNAN, D. Second language teaching and learning. Heinle & Heinle Publishers, 1999.

ONODERA, J. Análise de necessidades do uso da língua inglesa na execução de tarefas em uma empresa multinacional. 2010. 119 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.

RAMOS, R. C. G. De instrumental a LinFE: percursos e equívocos da área no Brasil. In: SILVA JÚNIOR, A. F. (org.). Línguas para fins específicos: revisitando conceitos e práticas. Campinas, SP: Pontes, 2019. p. 23-41.

______. Tendências de ensino de inglês para fins específicos em contextos profissionais. Conferência proferida no I Seminário do Grupo de Estudos em Inglês Aeronáutico (GEIA). São José dos Campos, São Paulo, 26 de maio de 2015 (cópia impressa).

______. Instrumental no Brasil: a desconstrução de mitos e a construção do futuro. In: FREIRE, M.; ABRAHÃO, M. H.; BARCELOS, A. M. (orgs.). Linguística Aplicada e contemporaneidade. São Paulo: ALAB; Campinas: Pontes, 2005. p. 109-123.

ROBINSON, C. R. ESP Today: a practitioner’s guide. UK: Prentice Hall Internacional, 1991.

SARDINHA, T. B. et al. (org.). Tecnologias e mídias no ensino de inglês: o corpus nas “receitas”. São Paulo: Macmillan, 2012.

STREVENS, P. ESP after twenty years: a re-appraisal. In: TICKOO, M. L. (ed.). ESP: state of the art. Anthology series 21. SEAMEO Regional Language Center.

Downloads

Publicado

2023-04-07

Como Citar

ARAÚJO, M. de S. Princípios teóricos e metodológicos sobre análise de necessidades para planejamento de cursos de Línguas para Fins Específicos . Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 15, n. 1, p. 92–110, 2023. DOI: 10.46230/2674-8266-15-8611. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/8611. Acesso em: 25 jul. 2024.