A PARTICULARIDADE DE UM PROJETO MODERNIZADOR: VIRGÍLIO TÁVORA E O PROCESSO DE ELETRIFICAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ DE 1950 A 1980

Autores

  • Átila De Menezes Lima

Palavras-chave:

FORÇAS PRODUTIVAS, VIRGÍLIO TÁVORA, ELETRIFICAÇÃO, IDEOLOGIAS GEOGRÁFICAS, CAPITALISMO

Resumo

ESTA TESE TRATA DE UMA GEOGRAFIA HISTÓRICA E DE UMA HISTÓRIA TERRITORIAL DA EXPANSÃO DAS FORÇAS PRODUTIVAS CAPITALISTA NO ESTADO DO CEARÁ, NA CONJUNTURA HISTÓRICA DE 1950 ATÉ A PRIMEIRA METADE DOS ANOS DE 1980. ESTE PERÍODO É A BASE ONTOGENÉTICA DE CRIAÇÃO DAS INFRAESTRUTURAS PARA A MODERNIZAÇÃO, TANTO DO BRASIL COMO DO CEARÁ, EM ESPECÍFICO. É JUSTAMENTE NESTE MOMENTO DA HISTÓRIA NACIONAL QUE SE CONCRETIZAM COM MAIOR INTENSIDADE OS DEBATES E AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO CAPITALISMO NACIONAL VIA INDUSTRIALIZAÇÃO, CRIAÇÃO DE UM MERCADO NACIONAL E DIMINUIÇÃO DAS DESIGUALDADES REGIONAIS. EM ESCALA CEARENSE, PELA MEDIAÇÃO DO SUJEITO DO CAPITAL ATRÓFICO, VIRGÍLIO TÁVORA, INICIA-SE TODO UM PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DO CEARÁ COM ENFOQUE NA BASE TERRITORIAL. COM INFLUÊNCIAS DE CONCEPÇÕES GEOPOLÍTICAS (IDEOLOGIAS GEOGRÁFICAS) ADQUIRIDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA E DAS TESES CEPALINAS, VIRGÍLIO TÁVORA É O RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO PLANO DE ELETRIFICAÇÃO DO CEARÁ E UM GRANDE MEDIADOR PARA A CHEGADA, AO TERRITÓRIO CEARENSE, DA ENERGIA ELÉTRICA DA USINA DE PAULO AFONSO –BA. ALÉM DISSO, ELE FOI O RESPONSÁVEL PELA IMPLEMENTAÇÃO EFETIVA DO PRIMEIRO PLANO DE METAS GOVERNAMENTAIS – PLAMEG I COMO PROPOSTA DE RACIONALIZAÇÃO POLÍTICA E ECONÔMICA DO ESTADO CEARENSE. COM BASE EM VASTO ESTUDO DOCUMENTAL E ESTATÍSTICO, PODE-SE EVIDENCIAR QUE, AO SE ANALISAR O PAPEL DA ELETRIFICAÇÃO COMO UM SÍMBOLO E UMA EVIDÊNCIA DA MODERNIZAÇÃO, É POSSÍVEL CONCLUIR QUE, NA REALIDADE CEARENSE, ESTA FOI FUNDAMENTAL JUNTO COM OS INCENTIVOS FISCAIS PARA A ATRAÇÃO DE INDÚSTRIAS E PARA TRANSFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS NO ESTADO CEARENSE, ASSIM COMO NA CONCRETIZAÇÃO DO MODO DE VIDA URBANO CAPITALISTA QUE SE TORNOU BEM MAIS EVIDENTE NAS RELAÇÕES DE TRABALHO, DE CONSUMO E TROCA. O PAPEL DAS MEDIAÇÕES POLÍTICAS, POR MEIO DE UMA VISÃO ESTATAL GEOPOLÍTICA, PERMITE ASSINALAR QUE, PARA O DESENVOLVIMENTO DAS FORÇAS PRODUTIVAS NO CEARÁ, NO PERÍODO DE 1950 A 1980, SOBRETUDO PARA O PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO, SERIA NECESSÁRIO, ANTES DE MAIS NADA, MODERNIZAR O TERRITÓRIO, DOTÁ-LO DE INFRAESTRUTURAS, TENDO A ELETRIFICAÇÃO PAPEL-BASE NESTE QUEBRA-CABEÇA DE INSERÇÃO CEARENSE NA TRAGÉDIA FÁUSTICA DO DESENVOLVIMENTO E DE SUAS CONTRADIÇÕES.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAPES

Publicado

2021-08-28

Como Citar

DE MENEZES LIMA, Átila . A PARTICULARIDADE DE UM PROJETO MODERNIZADOR: VIRGÍLIO TÁVORA E O PROCESSO DE ELETRIFICAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ DE 1950 A 1980. Revista GeoUECE, [S. l.], v. 4, n. 7, p. 201–201, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/6933. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Defesa do PropGEO