A REDE URBANA DA MESORREGIÃO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL: O PAPEL DAS CIDADES NOS CIRCUITOS DA AGRICULTURA MODERNIZADA

Autores

  • Oscar Sobarzo

Palavras-chave:

rede urbana, cidades medias, cidades de intermediação, agricultura modernizada

Resumo

No texto é analisada a rede urbana da Mesorregião Noroeste do Rio Grande do Sul considerando o papel que as cidades médias e as “cidades de intermediação” desempenham nos circuitos da agricultura modernizada. Conceituam-se as cidades médias como aquelas que exercem papéis regionais na rede urbana. A expressão “cidades de intermediação” constitui uma proposta inicial para denominar as cidades que, sem exercer um papel de articulação regional, possuem funções especificas de apoio às atividades agrícolas, participando em redes que extrapolam a escala regional. O ponto de partida para a análise da rede urbana foi o estudo das Regiões de Influência das Cidades de 2007, com destaque para as “capitais regionais” e os “centros sub-regionais”. Nessas cidades foram identificadas as principais empresas e serviços relacionados com a agricultura modernizada e o agronegócio. Também foram analisadas outras cidades que, embora não tenham destaque no estudo REGIC, desempenham importantes funções no contexto da agricultura regional. Em termos gerais, todas as cidades analisadas caracterizam-se por ser nós de intermediação na rede urbana, considerando que participam da inter-relação produtiva regional e inclusive, nalguns casos, participam em circuitos nas escalas nacional e global.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Regiões de influência das cidades – 2007. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.

CORRÊA, Roberto Lobato. O estudo da rede urbana: uma proposição metodológica. Revista Brasileira de Geografia, ano 50, n. 2, p. 107-124, abr.-jun. 1988.

ELIAS, Denise. Novas dinâmicas territoriais no Brasil agrícola. In: SPOSITO, Eliseu Savério; SPOSITO, Maria Encarnação; SOBARZO, Oscar (org.), Cidades médias: produção do espaço urbano e regional. São Paulo: Expressão Popular, 2006, p. 279-303.

______. Agricultura e produção de espaços urbanos não metropolitanos: notas teórico-metodológicas. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (org.). Cidades médias: espaços em transição. São Paulo: Expressão Popular, 2007, p. 113-138.

______. Redes agroindustriais e urbanização dispersa no Brasil. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.es/geocrit/-xcol/270.htm Acesso: 1 ago. 2014.

______. Agronegócio e novas regionalizações no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (ANPUR), v. 13, p. 153-170, nov. 2011.

______. Les territoires de l´agrobusiness au Brésil. Confins, v. 15, p. 1-20, 2012. Disponível em: http://confins.revues.org/7569 Acesso: 1 ago. 2014.

______. Globalização, agricultura e urbanização no Brasil. Acta Geográfica, v. 1, p. 13-32, 2013.

ELIAS, Denise; PEQUENO, Renato. Mossoró: agentes econômicos e reestruturação urbana (Relatório parcial de pesquisa). WORKSHOP DA REDE DE PESQUISADORES SOBRE CIDADES MÉDIAS. Tandil: ReCiMe, 2009.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA. Série Caracterização e Tendências da Rede Urbana do Brasil: Configuração atual e tendências da rede urbana. Volume 6: Redes urbanas regionais: Sul. Brasília: IPEA/IBGE/NESUR/Unicamp, 2000.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA. Série Caracterização e Tendências da Rede Urbana do Brasil: Configuração atual e tendências da rede urbana. Volume 3: Desenvolvimento regional e estruturação da rede urbana. Brasília: IPEA/IBGE/NESUR/Unicamp, 2002a.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA – IPEA. Série Caracterização e Tendências da Rede Urbana do Brasil: Configuração atual e tendências da rede urbana. Volume 1: Configuração atual e tendências da rede urbana. Brasília: IPEA/IBGE/NESUR/Unicamp, 2002b.

MOURA, Rosa. Arranjos urbano-regionais no Brasil: uma análise com foco em Curitiba. 2009. Tese (Doutorado em Geografia), Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

RIO GRANDE DO SUL. Rumos 2015: estudo sobre desenvolvimento regional e logística de transportes no Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Secretaria de Coordenação e Planejamento, 2006.

RÜCKERT, Aldomar. Metamorfoses do território: a agricultura de trigo/soja no Planalto Médio rio-grandense 1930-1990. Porto Alegre: UFRGS, 2003.

SANTOS, Milton. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1994.

______. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, María Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SOARES, Paulo Roberto Rodrigues; UEDA, Vanda. Cidades médias e modernização do território no Rio Grande do Sul. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (org.). Cidades médias: espaços em transição. São Paulo: Expressão Popular, 2007, p. 379-411.

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. Loteamentos fechados em cidades médias paulistas – Brasil. In: SPOSITO, Eliseu Savério; SPOSITO, Maria Encarnação; SOBARZO, Oscar (org.). Cidades médias: produção do espaço urbano e regional. São Paulo: Expressão Popular, 2006, p. 175-197.

_____. Passo Fundo: cidade média com funções comerciais, de serviços e de apoio ao agronegócio. In: Maria Encarnação Beltrão Sposito; Denise Elias; Beatriz Ribeiro Soares. (Org.). Agentes econômicos e reestruturação urbana e regional - Passo Fundo e Mossoró. 1ed.São Paulo: Expressão Popular, 2010, p. 29-100.

TEDESCO, João Carlos et al. Passo Fundo e a produção do território pós-anos 1950: migração e urbanização. In: BATISTELLA, Alessandro (org.). Passo Fundo, sua história. Passo Fundo: Méritos, 2007, p. 347-376.

Downloads

Publicado

2021-08-28

Como Citar

SOBARZO, O. . A REDE URBANA DA MESORREGIÃO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL: O PAPEL DAS CIDADES NOS CIRCUITOS DA AGRICULTURA MODERNIZADA. Revista GeoUECE, [S. l.], v. 4, n. 7, p. 36–63, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/6923. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos