CARACTERIZAÇÃO PEDOGEOMORFOLÓGICA DE UMA TRANSIÇÃO NEOSSOLOS QUARTZARÊNICOS – ESPODOSSOLOS, NA RESERVA DA SAPIRANGA, MATA DE SÃO JOÃO - BA

  • Ilo Cesar Menezes de Andrade Universidade Federal da Bahia
  • Jéssica da Mata Lima Universidade Federal da Bahia
  • Alisson Duarte Diniz, Dr. Universidade Federal da Bahia
  • Maria Eloísa Cardoso da Rosa, Dra.
Palavras-chave: Pedogeomorfologia, Topossequência, Neossolo - Espodossolo

Resumo

A partir das relações entre pedogênese e morfogênese, o presente trabalho objetivou realizar um estudo Pedogeomorfológico de uma topossequência localizada na Reserva da Sapiranga, APA Litoral Norte do Estado da Bahia, considerando a associação entre as características morfológicas da cobertura pedológica e os atributos topográficos da vertente. Utilizando-se do método da Análise Estrutural da Cobertura Pedológica (Boulet et al.,1982), foi possível compreender a relação entre a gênese, organização e distribuição espacial dos solos e os processos geomorfológicos que ocorrem em uma das vertentes da área de estudo, localizada em uma zona de transição entre os Tabuleiros Costeiros e a Planície Quaternária do Litoral Norte da Bahia. Os resultados obtidos demonstraram que os Espodossolos tiveram origem a partir de depósitos arenosos e que processos geomorfológicos, posteriores e atuais na vertente, passaram a remover essa cobertura arenosa de montante substituindo-a por uma cobertura pedológica de matriz mais fina a jusante.

Publicado
2020-09-23