Geodiversidade e Patrimônio Espeleológico da Caverna da Pedra da Cachoeira, Altamira/PA

  • Luciana Martins Freire Universidade Federal do Pará
  • Joselito Santiago de Lima Instituto Federal do Pará
Palavras-chave: Espeleologia, Geodiversidade, Amazônia, Caverna da Pedra da Cachoeira

Resumo

A geodiversidade refere-se aos aspectos físicos da natureza, as quais incluem temas relacionados às geociências. As paisagens espeleológicas, por sua vez, configuram-se como uma bela amostra dessa geodiversidade. Nesse sentido, considerando que a Espeleologia é uma atividade de múltiplo sentido (científico, esportivo, turístico e sociocultural), essa pesquisa objetivou realizar uma análise geoecológica da paisagem natural da Caverna da Pedra da Cachoeira, pertencente ao conjunto de cavernas da Província Espeleológica Altamira-Itaituba, localizada no município de Altamira, na Região do Xingu Paraense. A metodologia foi baseada na Geoecologia das Paisagens, que possibilitou uma maior articulação entre os diferentes aspectos de formação e funcionamento da paisagem. A Caverna de Pedra da Cachoeira tem características interessantes e atrativas ao lazer e turismo. A caverna, desenvolvida em arenito, tem uma bela diversidade de espeleotemas entre os seus salões e galerias, definindo-a como um patrimônio espeleológico, além de uma cachoeira próxima, com uma queda d’água em paredão de arenito. Foram reconhecidas as riquezas espeleológicas da caverna e de seu entorno, as quais tornaram possível empreender planos que visem a conservação do patrimônio geológico, bem como formas de uso e ocupação da caverna adequados.

Publicado
2020-07-21