PERCEPÇÃO E IMPACTOS NA PAISAGEM A PARTIR DA GERAÇÃO DE ENERGIA ALTERNATIVA EM PARQUES EÓLICOS NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Roberto Verdum Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lucile Lopes Bier Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lucimar de Fátima dos Santos Vieira
  • Adriano Andrade Formiga

Palavras-chave:

paisagem, impacto ambiental, parque eólico, aerogerador, dinâmica do sistema dunário

Resumo

O Pagus - Laboratório da Paisagem, Departamento de Geografia, Instituto de Geociências, UFRGS, tem como um dos objetivos desenvolver estudos das transformações na paisagem. Um dos temas são os parques eólicos que foram instalados nas paisagens no estado do Rio Grande do Sul a partir dos anos 2000. Assim, objetiva-se nesta pesquisa analisar os impactos quanto à percepção da paisagem e às interferências nas dinâmicas dunárias em parques eólico costeiros. Analisam-se as subjetividades de opinião da população, os produtos do sensoriamento remoto e os registros de campo. Identificam-se elementos subjetivos associados a esses parques e a sua aceitação, assim como, o avanço da urbanização, a remobilização das dunas e o comprometimento das lagoas intradunárias. Como resultado principal, nota-se que há o interesse no desenvolvimento de tecnologias limpas e alternativas para a geração de energia, mas existem impactos negativos ao meio e às estruturas nos parques eólicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucile Lopes Bier, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2013) . Atualmente é da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Geociências , com ênfase em Geografia Física.

Lucimar de Fátima dos Santos Vieira

Bióloga e Geógrafa. Professora do Departamento Interdisciplinar da Universidade do Rio Grande do Sul - Campus Litoral Norte. Pós-doc em Geografia. Doutora em Geografia (área: ambiente, ensino e território) pela UFRGS. Doutorado Sanduíche na Universidade do Maine, França. Mestre em Geografia pela UFRGS. Graduação em Geografia (UFRGS) e em Ciências Biológicas e Físicas e em Biologia (Universidade de Passo Fundo). Foi professora tutora à distância do Curso de Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural (Plageder) da UFRGS. Foi professora substituta da UFRGS. Atualmente é professora colaboradora dos Programas de Pós-Graduação em Geografia e Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural. Tem experiência na área de planos de manejos em unidades de conservação; diagnósticos socioeconômicos e ambientais em unidades de conservação; diagnósticos em leituras de paisagens para instalação de aerogeradores; laudos sócio antropológicos e geográficos em comunidades quilombolas e assessoria técnica na área socioambiental. Atua principalmente nos seguintes temas: paisagem, unidades de conservação, legislação ambiental, gestão ambiental, análise ambiental e territorial, reserva biológica estadual mata paludosa, plano de manejo, geoprocessamento, serviços ambientais, educação à distância e educação ambiental.

Adriano Andrade Formiga

Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

ABEEólica – Associação Brasileira de Energia Eólica. Disponível em: http://abeeolica.org.br Acesso: 03/02/2019.

ANEEL – AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Banco de Informações de Geração. Disponível em: http://www.aneel.gov.br/outorgas/ geracao/-/asset_publisher/mJhnKIi7qcJG/ content/big-banco-de-informacoes-de-geracao/655808.

Acesso: 03 fev. 2019.

CASTRO, L. L. P. de. Ocupação Urbana em Área Costeira: a Interface Urbano Ambiental na Orla Marítima do Campeche, Ilha de Santa Catarina. Dissertação (Mestrado em Urbanismo, História e Arquitetura) - Centro Tecnológico, Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Florianópolis, 2008.

BARBOZA, E. G, TOMAZELLI, L. J., DILLENBURG, S. R., ROSA, M. L. C. da C. Planície costeira do Rio Grande do Sul: erosão em longo período. Revista SUG (2009) Nº 15, 94-97 Sociedad Uruguaya de Geología. 2009.

BERQUE, A. Paisagem-Marca, Paisagem-Matriz: elementos da problemática para uma Geografia Cultural. In CORRÊA, R.L; ROSENDAHL, Z. (Orgs). Paisagem, Tempo e Cultura. Editora da UERJ, p. 84 – 91. Rio de Janeiro, 1998.

BIER, L. L. Estudo da paisagem: percepções sobre o Complexo Eólico de Osório/RS. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2016.

BIER, L. L. & VERDUM, R. Percepção da Paisagem: Aerogeradores em Tapes (RS). Revista Espaço Aberto, PPG – UFRJ, v. 4, p.47 – 64. Rio de Janeiro, 2014.

BIER, L. L. Estudo da Paisagem: implantação de aerogeradores em Tapes/RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2012.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: Métodos Qualitativo, Quantitativo e Misto. Artmed, 3ª edição. Porto Alegre, 2010.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Atlas Eólico do Estado do Rio Grande do Sul. Secretaria de Energia Minas e Comunicações. Porto Alegre: SEMC, 2002. Disponível em: http://ww1.sema.rs.gov.br/upload/ATLAS_EOLICO_ RS_ parte_ 001.pdf

Acesso em: 03 fev. 2019.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Atlas Socioeconômico do Estado do Rio Grande do Sul. Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão. Porto Alegre: SEPLAG, 2002. Disponível em: https://atlassocioeconomico.rs.gov.br/inicial Acesso em: 03 fev. 2019.

FORMIGA, A. A. Dinâmicas dunárias e interferências ambientais no Parque Eólico Elebrás Cidreira I – Tramandaí/RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2018.

MME – MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. Balanço Energético Nacional 2018 – Ano base 2017. Disponível em: http://www.mme.gov.br/documents Acesso: 03 fev. 2019.

SUERTEGARAY, D. M. A.; MOURA, N. S. V. Morfogênese do relevo do Estado do Rio Grande do Sul. In: VERDUM, R. et al. (Orgs) Rio Grande do Sul: paisagens e territórios em transformação. Editora da UFRGS, 2ª edição. Porto Alegre, 2012.

TAVARES, P.R. Impactos ambientais na avifauna associados às transformações da paisagem no Parque Eólico Tramandaí - Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2020.

TOMAZELLI, L.J.; DILLENBURG, S.R.; VILLWOCK, J.A., Late Quaternary geological history of Rio Grande do Sul coastal plain, southern Brazil. Revista Brasileira de Geociências, 30(3): 474-476. 2000.

VERDUM, R.; VIEIRA, L. de F. dos S.; PINTO, B. F.; SILVA, L. A. P. da. Paisagem: Leituras, Significados e Transformações. Editora da UFRGS. Porto Alegre, 2012.

Downloads

Publicado

2020-12-22

Como Citar

VERDUM, R.; BIER, L. L.; VIEIRA, L. de F. dos S.; FORMIGA, A. A. PERCEPÇÃO E IMPACTOS NA PAISAGEM A PARTIR DA GERAÇÃO DE ENERGIA ALTERNATIVA EM PARQUES EÓLICOS NO RIO GRANDE DO SUL . Revista GeoUECE, [S. l.], v. 9, n. 17, p. 7–23, 2020. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/GeoUECE/article/view/2175. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos