Tecnologias digitais e formação de professores

Implicações para as práticas de ensino de professores de cursos de licenciatura em Letras

Palavras-chave: Formação docente, Tecnologias digitais, Professores de cursos de Letras

Resumo

Este artigo objetiva investigar as implicações das tecnologias digitais em práticas de ensino de professores de cursos de licenciatura em Letras. Para isso, esta pesquisa é de abordagem qualitativa e tem como corpus informações oriundas da aplicação de uma entrevista estruturada com docentes que lecionam em cursos de licenciatura em Letras de uma universidade pública do interior da Paraíba. A fim de ancorar nossas análises, recorremos às discussões acerca da formação docente na contemporaneidade (BEHERENS, 2007; CELANI, 2002; FREIRE; LEFFA, 2013; PERRENOUD, 2002, dentre outros), e às reflexões sobre a formação de professores de línguas frente às novas tecnologias digitais (BALADELI, 2013; BOERES, 2018; IMBERNÓN, 2011; MARZARI, 2014; MARZARI; LEFFA, 2013). Este estudo evidencia que o uso de tecnologias digitais nas práticas de ensino dos docentes em questão implica mudanças em suas atuações pedagógicas e no processo de ensino- aprendizagem de línguas. Evidencia-se também a necessidade de utilizar tais tecnologias com objetivos específicos para tornar o ensino mais promissor, bem como a compreensão de que os dispositivos tecnológicos são ferramentas que auxiliam o trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, M. Etnografia da prática escolar. Campinas, SP: Papirus, 1995.

BALADELI, A. P. D. Desafios na formação continuada de professores de inglês para o uso pedagógico da internet. Jundiaí: Paco Editorial, 2013.

BEHRENS, M. O paradigma da complexidade na formação e no desenvolvimento profissional de professores Universitários. Educação. Porto Alegre/RS, ano XXX, n. 3 (63), p. 439-455, set./dez. 2007.

BOERES, S. O letramento e a organização da informação digital aliados ao aprendizado ao longo da vida. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 483-500, mar. 2018.

CELANI, M. A. A. Um programa de formação contínua. In: CELANI, M. A. A. Professores e formadores em mudança: relato de um processo de reflexão e transformação da prática docente. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2002. p. 18-35.

CHESTERMAN, A.; WILLIAMS, J. The Map: A Beginner’s Guide to Doing Research in Translation Studies. Manchester: St. Jerome, 2009.

DIONÍSIO, A. P. Análise da conversação. In: BENTES, A.; MUSSALIN, F. (org.). Introdução à linguística: domínios e fronteiras. vol. 2. São Paulo: Cortez, 2006. p. 69-99.

FREIRE, M. M.; LEFFA, V. J. A auto-heteroecoformação tecnológica. In: MOITA LOPES, L. P. Linguística aplicada na modernidade recente. São Paulo: Parábola, 2013. p. 59-78.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

LOPES, C. R. Repensando os saberes: mudanças nos paradigmas epistemológicos e a formação de professores de língua estrangeira. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 13-3, p. 941-962, 2013.

MARZARI, G. Q.; LEFFA, V. J. O letramento digital no processo de formação de professores de línguas. Tear: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 2, n. 2, p. 1-18, 2013.

MARZARI, G. Q. Repensando a sala de aula a partir do letramento digital. Entretextos, Londrina, v. 14, n. 2, p. 07-25, jul./dez. 2014.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução Catarina Eleonora F. da Silva et al. 2. ed. São Paulo: Cortez/UNESCO, 2000.

NASCIMENTO, A. K. O. O Ensino de língua inglesa sob o viés dos letramentos digitais. In: ZACCHI, V. J.; STELLA, P. R. (org.). Novos letramentos, formação de professores e ensino de língua inglesa. Maceió: EDUFAL, 2014. p. 53-73.

PEREIRA, J. E. D. Formação de professores: pesquisa, representações e poder. 2. ed. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2007.

PERRENOUD, P. et al. As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Tradução Cláudia Schilling e Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.

WALLACE, M. Training foreign language teachers: a reflective approach. Cambridge: Cambridge University Press, 1991.

Publicado
2020-09-21
Como Citar
DE SOUSA JÚNIOR, M.; DA SILVA, F. G.; COSTA, M. A. Tecnologias digitais e formação de professores. Revista Linguagem em Foco, v. 12, n. 2, p. 150-169, 21 set. 2020.