Multimodalidade e Letramento visual crítico no ensino de Língua Inglesa

Investigando as propostas de atividade de produção de texto do livro didático Time to Share

Palavras-chave: Multimodalidade, Letramento visual crítico, Ensino de Língua Inglesa

Resumo

Este artigo objetiva investigar o ensino de Língua Inglesa como Língua Adicional (LA) por meio das atividades de produção textual do Livro Didático Time to share (AGA; MARTÍNEZ, 2015), do livro do professor do 9º ano do Ensino Fundamental, para verificar como o ensino de produção de texto, que integra linguagens e semioses, pode revelar letramento visual crítico. Este trabalho está respaldado nos estudos da multimodalidade de Kress e Van Leeuwen (1996, 2006), Jewitt (2009), Bezemer e Kress (2008, 2016); do letramento visual crítico de Callow (2008, 2012, 2013) e em abordagens para o ensino de produção de texto propostas por Ribeiro (2016, 2018). Os resultados revelaram que as propostas de produção de texto do livro do 9º ano trazem temáticas relevantes para se trabalhar no ensino de inglês. Entretanto, quando se trata de produção textual, para além do modo verbal, a análise revelou que o livro apresenta uma abordagem insuficiente com relação aos textos que integram palavras e imagens, apesar de ter uma aparência visualmente atraente. Assim, o livro didático acaba limitando as agências dos letramentos para o sistema escrito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANSTEY, M.; BULL, G. Teaching and learning multiliteracies: changing times, changing literacies. Australia: International Reading Association, 2006. p. 19-55.

BAMFORD, A. The visual literacy white paper. Adobe Systems Pty Ltd: Australia, 2003. Disponível em: http://wwwimages.adobe.com/content/dam/Adobe/en/education/pdfs/visual-literacywp . Acesso em: 19 mar. 2018.

BEZEMER, J.; KRESS, G. The textbook in a changing multimodal landscape. ResearchGate, [s.l.], 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/285770618_The_textbook_in_a_changing. Acesso em: 20 mar. 2018.

BEZEMER, J.; KRESS, G. Writing in multimodal texts: a social semiotic account of designs for learning. Written Communication, University of Minnesota, USA, v. 25, n. 2, p. 166-195, 2008. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/0741088307313177. Acesso em: 28 mar. 2018.

CALLOW, J. The shape of text to come: how image and text work. Australia: PETAA, 2013.

CALLOW, J. The rules of visual engagement: images as tools for learning. Screen Education, Australia, v. 65, p. 72-79, 2012. Disponível em: http://search.informit.com.au/documentSummary;res=IELHSS;dn=51997993813633. Acesso em: 30 abr. 2018.

CALLOW, J. Show me: principles for assessing students’ visual literacy. The Reading Teacher, v. 61, n. 8, p. 616-626, 2008. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/20204641?seq=1#page_scan_tab_contents com acesso em: 30 abr. 2018.

CAZDEN, C.; COPE, B.; FAIRCLOUGH, N.; GEE, J. et al. A Pedagogy of Multiliteracies: Designing Social Futures. Harvard Educational Review, Harvard, n. 66.1, Spring 1996.

COPE, B.; KALANTZIS, M. (ed.) Multiliteracies – Literacy learning and the design of

social futures. London: Routledge, 2000.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Learning by design, 2000. Disponível em: https://newlearningonline.com/learning-by-design/pedagogy. Acesso em: 25 de jan. de 2020.

JEWITT, C. (Ed.). The Routledge handbook of multimodal analysis. London: Routledge, 2009.

KRESS, G. Multimodality: a social semiotic approach to contemporary communication. London: Routledge, 2010.

KRESS, G. Literacy in the new media age. London: Routledge, 2003.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. 2nd ed. London: Routledge, 2006.

LOPES, M. Pesquisa Interpretativista em Linguística Aplicada: a linguagem como condição e solução. DELTA. Vol. 10, n.2, p. 329-338, 1994.

RIBEIRO, A. E. Escrever, hoje: palavra, imagem e tecnologias na educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2018.

RIBEIRO, A. E. Textos multimodais: leitura e produção. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.

ROJO, R. Multiletramentos na escola. São Paulo: Ed. Parábola, 2012.

SERAFINI, F. Reading the visual: an introduction to teaching multimodal literacy. London: Teachers College Press, 2014.

THE NEW LONDON GROUP. A pedagogy of multiliteracies: designing social futures. Harvard Educational Review, v. 66, n. 1, p. 60-93, Spring 1996. Disponível em: http://newarcproject.pbworks.com/f/Pedagogy%2Bof%2BMultiliteracies_New%2BLondon%2BGroup.pdf. Acesso em: 14 dez. 2017.

VAN LEEUWEN, T. Multimodality. In: SIMPSON, J. (Ed.). The Routledge Handbook of Applied Linguistics. London: Routledge, 2011. p. 668-682.

VAN LEEUWEN, T. Introducing social semiotics. London: Routledge, 2005.

VIEIRA, J. A. Novas perspectivas para o texto: uma visão multissemiótica. In: ROCHA, H.; BOU MAROUN, C. R. G.; FERRAZ, J. A. (Orgs.) Reflexões sobre a língua portuguesa: uma abordagem multimodal. – Petrópolis – RJ. Editora Vozes, 2007, p. 09-33.

Publicado
2020-09-21
Como Citar
DE OLIVEIRA, R. H.; COSTA, M. E.; DA SILVA, M. Z. Multimodalidade e Letramento visual crítico no ensino de Língua Inglesa. Revista Linguagem em Foco, v. 12, n. 2, p. 269-291, 21 set. 2020.