Educação Infantil: tecendo considerações sobre o planejamento pedagógico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v6i1.8057

Palavras-chave:

Planejamento Pedagógico,, Educação Infantil, Pedagogia Histórico-Crítica

Resumo

Este artigo destaca a importância do planejamento pedagógico para a Educação Infantil à luz dos fundamentos da pedagogia histórico-crítica. Sendo a Educação Infantil, parte integrante da educação escolar, é responsável pela transmissão planejada dos conhecimentos historicamente sistematizados. Para tanto, a aprendizagem implica em um ensino organizado e sistematizado com práticas fundamentadas na teoria e mediante a intencionalidade do professor, fornecendo às crianças pequenas subsídios para a socialização do patrimônio cultural da humanidade. Este estudo foi realizado por meio de pesquisa bibliográfica com base nos fundamentos da teoria pedagógica histórico-crítica e do método dialético.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rosane Faganello Zanon, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Unioeste

Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - UNIGUAÇU. Especialista em Psicopedagogia Clinica e Institucional pela Pós-Graduação da UNIGUAÇU - Faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu. Especialista em Educação Especial Inclusiva pela Faculdade São Brás. Especialista em Educação Infantil pela Universidade Estadual de Maringá - UEM.

Julia Malanchen, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Unioeste

Doutora em Educação Escolar pela UNESP/Araraquara. Pós-doutorado em Educação e Currículo no Institute of Education University College London em Londres no Reino Unido. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste/Cascavel, mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC na linha de Educação, História e Política. Professora Adjunta no Centro de Educação, Letras e Saúde e no Programa de Pós-Graduação em Ensino na UNIOESTE/Campus de Foz do Iguaçu. Membro do grupo de pesquisa Estudos Marxistas em Educação da UNESP/ Araraquara e do Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Sociedade e Educação no Brasil, GT da Região Oeste do Paraná, HISTEDOPR na Unioeste.

Referências

ABRANTES, Angelo Antonio; BARROS, Camila Freitas; ORPINELLI, Camila. Pensando ponto por ponto: literatura infantil e os conteúdos humanos. In: MAGALHÃES, Cassiana; CARBONIERI, Juliana. (orgs.). A teoria como condição da liberdade docente na educação infantil. Curitiba: CRV, 2020. p. 117-131

DUARTE, Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 2. ed. rev. e ampl. Campinas: Autores Associados, 2001.

DUARTE, Newton. Vamos brincar de Alienação? A brincadeira de papéis sociais na sociedade alienada. In: ARCE, Alessandra; DUARTE, Newton. (orgs). A brincadeira de papéis sociais na educação infantil. São Paulo: Editora Xamã, 2006. p. 89-97.

DUARTE, Newton. Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos: contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Campinas: Autores Associados, 2016.

ELKONIN, Daniil Borisovich. Característica general del desarrollo psíquico de los niños. In: SMIRNOV, A.A. et al. Psicología. México: Grijalbo, 1969. p. 493-503.

ELKONIN, Daniil Borisovich. Sobre el problema de la periodización del desarrollo psíquico en la infancia. In: DAVIDOV, Vasili; SHUARE, Marta. (Org.). La psicología evolutiva y pedagogía en la URSS. Moscou: Progresso, 1987. p. 125-142.

GALVÃO, Ana Carolina; LAVOURA, Tiago Nicola; MARTINS, Lígia Márcia. Fundamentos da didática histórico-crítica. 1. ed. Campinas: Autores Associados, 2019.

LAZARETTI, Lucinéia Maria. A organização didática do ensino na Educação Infantil: implicações da Teoria Histórico-Cultural. 204 f. Tese (Doutorado em Educação) –Universidade Federal de São Carlos, São Carlos/SP, 2013.

LAZARETTI, Lucinéia Maria; MELLO, Maria Aparecida. Como ensinar na Educação Infantil? Reflexões sobre a didática e o desenvolvimento da criança. In: PASQUALINI, Juliana Campregher; TEIXEIRA, Lucas André; AGUDO, Marcela de Moraes (org.). Pedagogia Histórico-Crítica: Legado e Perspectivas. 1. ed. Uberlândia: Navegando, 2018, v. 1. p. 117-133.

LAZARETTI, Lucinéia Maria; MAGALHÃES, Giselle Modé. A primeira infância vai à escola: em defesa do ensino desenvolvente para todas as crianças. Obutchénie: R. de Didat. e Psic. Pedag. Uberlândia, MG, v. 3, n. 3, p. 1-21, set./dez. 2019. ISSN: 2526-7647.

LAZARETTI, Lucinéia Maria. O que ensinar na educação infantil? Interações entre planejamento e prática pedagógica. Youtube, 30 mar. 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=mZMDI2Kdo0k. Acesso em: 25 out. 2021.

LAZARETTI, Lucinéia Maria. SACCOMANI, Maria Cláudia da Silva. Dos balbucios às palavras: o ensino da oralidade na Educação Infantil à luz da perspectiva histórico-cultural. Momento - Diálogos em Educação, [S. l.], v. 30, n. 01, 2021. DOI: 10.14295/momento.v30i01.13131. Disponível em: https://periodicos.furg.br/momento/article/view/13131. Acesso em: 13 set. 2021.

LEONTIEV, Alexis Nikolaivitch. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

LURIA, Alexander Romanovich. Vigotski. In: VIGOTSKI, Lev Semenovich, LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Aléxis, Nikolaevich. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2017. p. 21-37.

MARTINS, Lígia Márcia. O ensino e o desenvolvimento da criança de zero a três anos. In: ARCE, Alessandra; MARTINS, Lígia Márcia (org). Ensinando aos pequenos de zero a três anos. 2. ed. Campinas: Editora Alínea, 2012. p. 93-121.

MARTINS, Lígia Márcia. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2013.

PASQUALINI, Juliana Campregher. Contribuições da psicologia histórico-cultural para a educação escolar da criança de 0 a 6 anos: desenvolvimento e ensino em Vigotski, Leontiev e Elkonin. 2006. 207 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2006.

PRESTES, Zoia. Quando não é quase a mesma coisa: traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2012.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11. ed. rev. Campinas: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, Dermeval. O conceito dialético de mediação na pedagogia histórico-crítica em intermediação com a psicologia histórico-cultural. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 7, n. 1, p. 26-43, jun. 2015.

SILVA, Greice Ferreira da. “Que história é essa?” A literatura infantil como instrumento de inserção da criança na cultura escrita. In: MAGALHÃES, Cassiana; CARBONIERI, Juliana. (orgs.). A teoria como condição da liberdade docente na educação infantil. Curitiba: CRV, 2020. p. 105-116.

UMBELINO, Janaina Damasco. A atividade pedagógica promotora do desenvolvimento humano: contribuições da educação em Cuba. 1. ed. Curitiba: Appris, 2021.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras escogidas. Tomo III. Madri: Visor, 1995.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras escogidas. Tomo IV. Madri: Visor, 1996.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras escogidas. Tomo II. Madri: Visor, 2001.

VIGOTSKII, Lev Semionovitch. Aprendizagem e Desenvolvimento Intelectual na Idade Escolar. In: VIGOTSKI, Lev Semenovich, LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Aléxis, Nikolaevich. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2017. p. 103-117.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch; LURIA, Alexander Romanovich. (1930). Estudos da história do comportamento: Símios, homem primitivo e criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

ZANON, Rosane Faganello. A organização do trabalho pedagógico para crianças de dois e três anos de idade à luz da Pedagogia Histórico-Crítica. 2022. 129 f. Dissertação (Mestrado em Ensino) – Programa de Pós-Graduação. Área de concentração: Ciências, Tecnologia, Linguagens e Cultura. Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE. Foz do Iguaçu, Paraná, 2022.

Downloads

Publicado

2022-03-09

Como Citar

ZANON, R. F.; MALANCHEN, J. Educação Infantil: tecendo considerações sobre o planejamento pedagógico. Cadernos do GPOSSHE On-line, [S. l.], v. 6, n. 1, 2022. DOI: 10.33241/cadernosdogposshe.v6i1.8057. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/8057. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Fluxo Contínuo