Resenha do BUCKINGHAM, D. The media education manifesto. Cambridge, Londres: Polity Press: 2019, 128p.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46230/2674-8266-13-5018

Palavras-chave:

Educação para os meios, Letramento midiático, Letramento crítico

Resumo

David Buckingham, em "The media education manifesto", expõe os limites de uma educação midiática regida por governos conservadores e reivindica princípios e práticas de uma educação crítica, que forme cidadãos conscientes e atuantes em um mundo cada vez mais mediado pelas relações midiáticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Conselho Nacional de Educação; Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Ensino Médio. 2018. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/>. Acesso em 22 de agosto de 2021.

BUCKINGHAM, D. The media education manifesto. Cambridge, Londres: Polity Press: 2019, 128p.

MARX, K.; ENGELS, F. Manifesto do Partido Comunista, 1848. Porto Alegre: L&PM, 2009.

RIBEIRO, A. Do fosso às pontes: um ensaio sobre natividade digital, nativos jr. e descoleções. Revista da Abralin, V. XVIII , N. 1, 2019, 24p.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

VALENTINI, V. B.; LOPES, R. E. de L. Resenha do BUCKINGHAM, D. The media education manifesto. Cambridge, Londres: Polity Press: 2019, 128p. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 13, n. 3, p. 217–224, 2021. DOI: 10.46230/2674-8266-13-5018. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/5018. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Resenhas