Uma rodada de perguntas com os membros do Grupo de Trabalho Linguagem e Tecnologias (ANPOLL)

Palavras-chave: linguagem e tecnologias, pesquisas, teorias, metodologias, ensino

Resumo

Este texto é resultado de uma entrevista feita pela revista Linguagem em Foco com pesquisadores do Grupo de Trabalho (GT) Linguagem e Tecnologias, da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL). Propusemos, por e-mail, uma rodada de três perguntas a todos os pesquisadores do GT. As perguntas foram as seguintes: (1) a partir da sua perspectiva de estudos e pesquisas, o que você diria que falta sabermos sobre as relações entre linguagem e tecnologia? Em outras palavras, que lacunas teóricas, metodológicas e/ou práticas faltam ser preenchidas?; (2) quão longe ou perto estamos de preencher essas lacunas? De que precisamos para preenchê-las?; (3) em que os conhecimentos adquiridos com as pesquisas mencionadas ajudariam a área de Linguagem e Tecnologia, o professor, o aluno, enfim, o cidadão? Dos vinte e seis pesquisadores que compõem o GT, obtivemos a resposta de onze professores. As respostas foram organizadas em ordem alfabética e dispostas abaixo de cada pergunta de forma sequencial. As discussões compiladas nesta entrevista nos dão a dimensão das atuais pesquisas que estão sendo feitas na área de Linguagem e Tecnologia. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Cristina Komesu, Universidade Estadual Paulista - Unesp

É docente e pesquisadora do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de São José do Rio Preto e do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos da mesma Instituição. É doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, 2005), tendo realizado estágio no exterior na Université de Paris XII, França (2002-2003). Fez pós-doutorado em Linguística Aplicada na Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, é coordenadora de rede internacional de pesquisa Literacies in Different Fields of Knowledge e membro pesquisador de projeto Universal/CNPq (2019-em andamento).

Kyria Rebeca Finardi, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Doutora em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina com estágio pós-doutoral realizado na Universidade de Genebra. Professora da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) no Departamento de Linguagens, Cultura e Educação do Centro de Educação e membro permanente dos Programas de pós-graduação em Linguística na linha de Linguística Aplicada (PPGEL) e em Educação na Linha de Educação e Linguagens (PPGE). Bolsista de Produtividade em Pesquisa Cnpq (PQ).

Marcelo El Khouri Buzato, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

Doutor em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas, com estágio pós-doutoral realizado na Universidade da Califórnia. Professor livre-docente e coordenador do Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada da Universidade Estadual de Campinas. Participa do GT Linguagem e Tecnologias da ANPOLL. Coordena o grupo de pesquisa Linguagem, Tecnologias e Pós-humanidade/sociedade, do CNPq.

Raquel da Cunha Recuero, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutora em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora e pesquisadora do Centro de Letras e Comunicação da Universidade Federal de Pelotas e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem experiência na área de Comunicação e Linguística Aplicada, com ênfase em redes sociais na Internet, discurso mediado pelo computador e difusão de informações na Internet.

Roberta Varginha Ramos Caiado, Universidade Católica de Pernambuco - Unicap

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco com estágio pós-doutoral em Linguística Aplicada pela UCPEL. Professora da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Editora chefe da Hipertextus Revista Digital, periódico científico do NEHTE - Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologias Digitais. Atualmente, coordena a Pós-graduação Stricto Sensu da Universidade Católica de Pernambuco.

Robson Santos de Oliveira, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Doutor em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco com estágio de pós-doutoral pela Universidade Federal do Ceará. Professor adjunto na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) na área de Ciência da Computação e do programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras) das Universidades de Pernambuco (UPE) e  UFRPE/UAG, com orientações desenvolvidas na área de multimodalidade e tecnologias educacionais.

Rodrigo Camargo Aragão, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Doutor em Linguística (UFMG) com estágio na Universidade de Sevilha. Fez o estágio pós-doutoral na UFMG e na Universidade de Jyväskylä. Atua nos Programas de Pós-graduação e Licenciatura em Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Pesquisa linguagens, tecnologias e emoções em experiências de ensino e aprendizagem de línguas. Tem interesse em desdobramentos da cibernética e do pensamento sistêmico de Maturana para compreensão de inter-relações entre linguagem, cognição e cultura.

Rodrigo Esteves de Lima Lopes, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

Doutorado em Linguística Aplicada pelo IEL/Unicamp. Professor da Universidade Estadual de Campinas no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e Departamento de Linguística Aplicada (DLA), atuando na graduação e na pós-graduação. É coordenador do GT de Linguagens e Tecnologias da ANPOLL e vice-presidente da Associação de Linguística Sistêmico-Funcional da América Latina (ALSFAL).

Suzi Marques Spatti Cavalari, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp

Doutora em Estudos Linguísticos pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Professora de língua inglesa da UNESP. Na pós-graduação, atua na área de Linguística Aplicada, linha de Ensino e Aprendizagem de Línguas, enfocando principalmente os seguintes temas: aprendizagem em teletandem, autonomia e avaliação.

Valdir Silva, Universidade do Estado do Mato Grosso - UNEMAT

Doutor em Linguística Aplicada pela Faculdade de Letras (FALE/UFMG). Professor do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade do Estado do Mato Grosso. (UNEMAT) e do mestrado Interinstitucional em Letras. Líder do Grupo de Pesquisa/CNPq Linguagem, Tecnologia e Contemporaneidade em Linguística Aplicada (LINTECLA) e do projeto "Linguagem, redes sociais e dispositivos móveis: resiliência e adaptações nas práticas de ensino e de aprendizagem contemporâneas".

Vilson Leffa, Universidade Católica de Pelotas - UCPEL

PhD em Linguística Aplicada. Doutorou-se em Linguística Aplicada pela Universidade do Texas, trabalhou na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na Universidade Católica de Pelotas, foi pesquisador visitante da Universidade da Califórnia, em Irvine e da Universidade Federal de Pelotas. Foi duas vezes presidente da Associação de Linguística Aplicada do Brasil (ALAB), atuou como coordenador da área de Artes e Letras na FAPERGS. Foi avaliador do Plano Nacional do Livro Didático em língua estrangeira, coordenador do GT de Linguística Aplicada da ANPOLL, líder de grupo de pesquisa do CNPq. Criou o Periódico Linguagem e Ensino.

Referências

BRIDLE, J. A nova idade das trevas: A tecnologia e o fim do futuro. São Paulo: Todavia, 2019.

FLUSSER, V. O mundo codificado. São Paulo: Cosac Naif, 2007.

FLUSSER, V. A escrita: há futuro para a escrita?. São Paulo: Annablume, 2010.

HOFFMAN, D. S. The Web of Hate: Extremists Exploit the Internet. 1996.

KRESS, G. Against Arbitrariness: The Social Production of the Sign as a Foundational Issue in Critical Discourse Analysis. Discourse & Society. 1993. 4(2), 169–191. https://doi.org/10.1177/0957926593004002003.

LÉVY, P. A revolução contemporânea em matéria de comunicação. A Revolução Contemporânea Em Matéria de Comunicação. 1998. 9, 37–49. https://doi.org/10.15448/1980-3729.1998.9.3009.

MOROZOV, E. A cidade inteligente: Tecnologias urbanas e democracia. São Paulo: Ubu Editora, 2019.

NOBLE, S. U. Algorithms of oppression: How search engines reinforce racism. New York: NYU Press, 2018.

RIEDER, B. Engines of order: A mechanology of algorithmic techniques. Amsterdam: Amsterdam University Press, 2020.

Publicado
2020-08-28
Como Citar
KOMESU, F. C.; FINARDI, K. R.; BUZATO, M.; RECUERO, R.; CAIADO, R. V.; DE OLIVEIRA, R.; ARAGÃO, R.; LOPES, R.; CAVALARI, S.; SILVA, V.; LEFFA, V. Uma rodada de perguntas com os membros do Grupo de Trabalho Linguagem e Tecnologias (ANPOLL). Revista Linguagem em Foco, v. 12, n. 2, p. 1-31, 28 ago. 2020.