A relação texto e contexto em manuais didáticos no ensino-aprendizagem de língua inglesa

Uma análise da linguística sistêmico-funcional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46230/2674-8266-13-2874

Palavras-chave:

Ensino-Aprendizagem de Língua Inglesa, manuais didáticos, Linguística Sistêmico-Funcional, Texto, Contexto

Resumo

São vários os manuais de língua inglesa que circulam atualmente entre as instituições de ensino ao redor do Brasil e do mundo. A maioria deles têm suas bases solidamente enraizadas na Abordagem Comunicativa que, por sua vez, pauta-se no funcionalismo linguístico. Entretanto, algumas discussões acerca da autenticidade dos textos presentes nesses manuais parecem apontar para questões que giram em torno da relação texto e contexto. Assim, este trabalho, com a ajuda da Linguística de Corpus e da Linguística Sistêmico-Funcional, mais especificamente, dos conceitos de escolhas lexicogramaticais, contexto de cultura e contexto de situação, tem por objetivo investigar as primeiras atividades de compreensão e produção oral contidas em sete manuais didáticos de língua inglesa publicados ao longo de três décadas, a fim de averiguar como suas escolhas léxico-gramaticais, de domínio do texto, são tratadas em relação ao seu contexto de uso. Os resultados apontam que, no decorrer dessas décadas, alguns avanços não sistemáticos ocorreram nesses manuais, o que evidencia o papel do professor de língua inglesa como alguém que necessita utilizá-los de forma crítica. Além disso, o trabalho assinala a importância da Linguística de Corpus como ferramenta essencial no auxílio, planejamento e execução das atividades presentes nesses manuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Johwyson da Silva Rodrigues, Universidade Federal do Pará – UFPA

Doutor em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (PGET/UFSC), Florianópolis/SC. Mestre em Letras, área de concentração: Estudos Linguísticos, linha de pesquisa: Ensino e Aprendizagem, pela Universidade Federal do Pará (PPGL/UFPA). Licenciado em Letras: Licenciatura em Letras - Língua Inglesa pela Universidade Federal do Pará e Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Pará, vinculado à Faculdade de Letras Estrangeiras Modernas (FALEM), do Instituto de Letras e Comunicação (ILC) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Tem experiência na área dos Estudos da Tradução (Localização de Jogos Digitais) e na área da Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Inglesa (Ensino/aprendizagem de Língua Inglesa), atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos da Tradução, Gramática Sistêmico-Funcional, Multimodalidade e Análise Crítica do Discurso. E-mail: johwyson@yahoo.com

Referências

ALMEIDA, V. P. Competência Comunicativa e Abordagem Comunicativa: Dell Hymes Fragmentado. Signo. Santa Cruz do Sul, RS, v. 35, 2010, p. 44-57.

ANDRADE E SILVA, M. K. Autenticidade de materiais e ensino de línguas estrangeiras. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 20, n. 31, 2017, p. 1-29.

BACHMAN, L. F. Fundamental Considerations in Language Testing. New York: OUP, 1990.

BARBARA, L.; MACÊDO, C. M. M. Linguística sistêmico-funcional para a análise de discurso: um panorama introdutório. Cadernos de Linguagem e Sociedade, v. 10, n. 1, 2009, p. 89-102.

BARNABÉ, F. H. L. A competência comunicativa no ensino de línguas estrangeiras. Revista CBTecLE. São Paulo, SP, v.1, n.1, 2017.

BENNETT, M. Principi di Comunicazione Interculturale. Milano: Franco Angeli, 2002.

BERBER SARDINHA, T. Linguística de Corpus: histórico e problemática. D.E.L.T.A. v. 16, n. 2, 2000.

BERBER SARDINHA, T. Linguística de Corpus. São Paulo: Manole, 2004.

BOWEN, T. The functional approach. The Onestop Magazine. Macmillan Publishers, 2017. Disponível em: http://www.onestopenglish.com/methodology/methodology/teaching-approaches/teaching-approaches-functional-approaches-in-efl/-esl/146492.article. Acesso em: 19 out. 2017.

BROWN, D.; LEE H. Teaching by principles: an interactive approach to language pedagogy. 4 ed. São Francisco: Pearson ESL, 2015.

BRUMFIT, C. J. The practice of communicative teaching. ELT Documents. Oxford: Pergamon Press, 1986.

CANALE, M.; SWAIN, M. Theoretical bases of communicative approaches to Second language teaching and testing. Applied Linguistics. OUP, p. 1-47, 1980.

CANTONI, M. G. S. A interculturalidade no ensino de línguas estrangeiras: uma preparação para o ensino pluricultural: o caso do ensino de língua italiana. 2005. 141 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Universidade Federal do Paraná, 2005.

CHOMSKY, N. Aspect of the Theory of Syntax. MIT Press, 1969.

EGGINS, S. An Introduction to Systemic Functional Linguistics. UK: Pinter Publishers, 1994.

FINOCCHIARO, M.; BRUMFIT, C. The functional-notional approach from theory to practice. New York Oxford University Press, 1983.

FIRTH, J.R. Papers in Linguistics. Oxford: Oxford University Press, 1957, p. 1934-1951.

FUZER, C.; CABRAL, S. R. S. Introdução à Gramática Sistêmico-Funcional em Língua Portuguesa. Campinas: Mercado de Letras, 2014.

HALLIDAY, M.A.K; HASAN, R. Language, context, and text: aspects of language in a social-semiotic perspective. Deakin University Press, 1985.

HALLIDAY, M. A. K. An Introduction to Functional Grammar. 2. ed. London:

Edward Arnold, 1994.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. An introduction to functional

grammar. 3rd ed. London: Arnold, 2004.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. Halliday’s introduction to functional grammar. 4rd ed. London: Arnold, 2014.

HYMES, D. H. On communicative competence. in: PRIDE, J. B.; HOLMES, J. (Org.): Sociolinguistics. Selected Readings. Penguin, Harmondsworth, 1972. p. 269-293.

JULIANO RECSKI, L. Corpus linguistics at the service of English teachers. Litertura y Lingüística. Santiago, n. 17, p. 303-324, 2006.

JERÔNIMO, G. M.; BARBOZA, L. S.; RIBEIRO, K. R. Gêneros discursivos e autenticidade textual no ensino de língua estrangeira: uma análise de livros didáticos. Cadernos do IL, Porto Alegre, n. 46, 2013, p. 91-106.

MALINOWSKI, B. The problem of meaning in primitive languages. In: OGDEN, C. K.; RICHARDS, A. I. (Orgs.) The Meaning of Meaning, Supplement I. London: Kegan Paul, 1923, pp. 451-510.

MARTIN, J. English Text - System and Structure. Amsterdam: John Benjamins, 1992.

NASSAJI, H.; FOTOS, S. Teaching grammar in second language classrooms: Integrating form-focused instruction in communicative context. New York: Routeledge, 2011.

NO, K. S.; PARK, K. J. Self-introduction in Spoken Form: What makes KSE and ANSE different? Journal of Pan-Pacific Association of Applied Linguistics, Korea do Sul, v. 14, n. 2, 2010, p. 85-104.

NININ, M. O. G. Escrita acadêmica e gramática sistêmico-funcional: perspectivas para o ensino. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 54, n. 3, 2015, p. 593-619.

OLIVEIRA, E. N. A Linguística de Corpus no Ensino-Aprendizagem de Línguas: Um estudo de caso das práticas de professores da Educação Básica de Dourados. 2005. 220 f. Programa de Pós-Graduação em Linguística. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

POYNTON, C. Language and Gender: making the difference. Oxford: OUP, 1989.

RECSKI, L. J., Corpus linguistics at the service of English teachers. Literatura y Lingüística. Santiago, Chile. n. 17, 2006, p. 303-324.

RODRIGUES, R. F. L.; NAVEIRA, C. H. Linguística de Corpus e inglês para aviação: pesquisa com aplicação didática a partir de um projeto de extensão. Revista CBTecLE. São Paulo, v. 02, n. 01, 2020, p. 1-14.

RYDBLOM, O. You still say hello!: A corpus study of the greeting words hi, hey and hello in spoken American English., 2014. 80f. Dissertação. Universidade de Lineu, Suécia, 2014.

SALOMAO, A. C. B. Vizinhança global ou proximidade imposta? Impactos da comunicação intercultural mediada por computador sobre o papel da cultura no ensino de língua inglesa. DELTA, v. 27, n. 2, 2011, p. 235-256.

SARMENTO, S.; LAMBERTS, Denise Von Der Heyde. O papel do livro didático no ensino de inglês: aspectos sobre sua importância, escolha e utilização. (Con)textos Linguísticos, v. 10, p. 291-300, 2016.

SOUZA, R. A teoria sistêmico funcional: uma contribuição para trabalhar como texto. Revista Interdisciplinar Margens. Belém, PA, v. 09, n. 13, 2015, p. 208-219.

SILVA, G. B.; MUSSI, M. V. F. Por uma (re)definição do ensino de competências à luz do Interacionismo Sociodiscursivo. Veredas – Interacionismo Sociodiscursivo. Juiz de Fora, MG. v. 21, n. 03, 2017, p. 579-594.

TEIXEIRA, A. P. G. A. O desenvolvimento da competência comunicativa intercultural na aula de PLE: representações e práticas (inter)culturais. Um estudo de caso. 2013. 530f. Tese. Universidade do Porto, Porto, 2013.

TÍLIO, R. A Representação do Mundo no Livro Didático de Inglês: Uma Abordagem Sócio-Discursiva. The ESPecialist. São Paulo, v. 31, n. 2, 2010, p. 167-192.

VIAN JUNIOR O.; SOUZA M. M. Linguística Sistêmico-Funcional e suas contribuições à pesquisa linguística no contexto brasileiro. Odisseia, Natal, RN, v. 2, n. esp., 2017, p. 185-203.

WILKINS, D. A. Notional Syllabuses. Oxford: Oxford University Press, 1976.

Manuais didáticos citados:

ABBS, B.; FREEBAIRN, I. Building Strategies – Student’s Book 1. UK: Longman, 1979.

CASTRO, O.; KIMBROUGH, V. In Touch: A Beginning American English Series. Student’s Book 1. México: Longman, 1982.

MCCARTHY, M.; MCCARTEN, J.; SANDIFORD, H. Touchstone 2nd Edition. Book 1. Cambridge: Cambridge University Press, 2014.

OXEDEN, C.; LATHAM-KOENIG, C.; SELIGSON, P. New English File Elementary. Oxford: Oxford University Press, 2004.

RICHARDS, J. C. Interchange 3rd edition. Book 1. Cambridge: Cambridge University Press, 2005.

SELIGSON, P.; LETHABY, C.; GONTOW, C.; ABRAHAM, T.; English ID. Level 1. Student's Book. Richmond Publishing, 2013.

SOARS, J.; SOARS, L. Headway: Intermediate. Oxford: Oxford University Press, 1986.

SOARS, J.; SOARS, L. American Headway. Book 1. Oxford: Oxford University Press, 2001.

SILVA, F. H. Englisn in Brazil. Basic 1. São Paulo: Difusão Nacional do Livro, 1983.

SILVA, J. E. et al. Uma análise sistêmico-funcional do texto didático para o ensino-aprendizagem de inglês no ensino médio. Anais IV FIPED... Campina Grande: Realize Editora, 2012. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/artigo/visualizar/288. Acesso em: 02 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

RODRIGUES, J. da S. A relação texto e contexto em manuais didáticos no ensino-aprendizagem de língua inglesa: Uma análise da linguística sistêmico-funcional. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 13, n. 3, p. 9–33, 2021. DOI: 10.46230/2674-8266-13-2874. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/2874. Acesso em: 20 out. 2021.