AS REPRESENTAÇÕES DE MASCULINIDADES E FEMINILIDADES NOS ROMANCES DE BANCA DE DIANA PALMER NOS ANOS DE 1990

Autores

  • Roberta Manuela Barros de Andrade UFC
  • Antonio Marcos Fonseca do Nascimento UECE
  • Tatiane Lima de Freitas UECE

Palavras-chave:

Literatura de massa, Romances sentimentais, Relações de gênero, Patriarcalismo, Dominação masculina

Resumo

Diana Palmer é uma das autoras mais lidas de romances sentimentais mundo afora. No Brasil, seus livros viraram best sellers de bancas de revistas, estando no patamar dos mais vendidos durante toda a década de 1990. Entrementes, a forma peculiar como a autora descreve as relações de gênero em seus romances é motivo de controvérsias entre seus próprios leitores. O perfil traçado como característico para suas personagens, tanto masculinos quanto femininos, de viés extremamente conservador, parece entrar claramente em choque com os valores que regiam as relações entre os sexos na última década do século XX, o que torna o seu sucesso estrondoso digno de um maior escrutínio acadêmico. Assim, tomamos como pergunta-chave deste estudo como as relações de gênero são apresentadas por Diana Palmer e em que medida refletem posicionamentos patriarcais encontrados na sociedade. Baseados neste contexto, este trabalho tem, pois, como foco analisar as representações de masculinidade e de feminilidade presentes nas obras da autora durante o período histórico citado. O presente trabalho tem como objetivo produzir uma análise do discurso, nos moldes de Thompson (1995), destas representações a partir de três de suas obras mais populares nesse período, as quais tornaram-se corpus de análise para esta pesquisa: Acreditar outra vez, Anjo do Oeste e Adeus ao Amor. Para tal, traçamos uma relação entre o seu discurso e a ideologia que o suporta no que diz respeito às representações do masculino e do feminino ali presentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR, Neuma. Perspectivas feministas e o conceito de patriarcado na sociologia clássica e no pensamento sociopolítico brasileiro. In: AGUIAR, Neuma. Gênero e Ciências Sociais. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos,1997.
ANDRADE, R. M. B; SILVA, E. H. A vida em cor de rosa: o romance sentimental e a ditadura militar no Brasil. Revista Famecos (Online), v. 17, p. 41-48, 2010b.
ANDRADE, R. M. B; SILVA, E. H. Corpos que falam: erotismo, amor e paixão no romance sentimental. Comunicarte, v. 30, p. 9-25, 2010a.
ANDRADE, R. M. B; SILVA, E. H. O Consumo de Romances e o Universo Feminino: As práticas de Leitura dos Livros do Coração. Interin (UTP), v. 15, p. 50-63, 2013.
ANDRADE, R. M. B; SILVA, E. H. O Império das Emoções e a Literatura Sentimental no Brasil. Contracampo (UFF), v. 22, p. 32-44, 2011.
BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.
BUN, J. C. The effects of romance novel readership on relationship beliafs, romantic ideals and relational satisfaction. Tese de Doutorado. Boston College, 2007.
DUNGEE, P. M. I. Integrated Marketing Communications at Harlequim Entreprises: the marketing of happily ever after. Dissertação de Mestrado. Seton Hall University, 2003.
PALMER, Diana. Acreditar outra vez. São Paulo: nova cultural, 1993 (coleção Sabrina 824).
PALMER, Diana. Adeus ao Amor. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1990. (Coleção Júlia, n° 789)
PALMER, Diana. Anjo do oeste. São Paulo: nova cultural, 1995 (coleção Sabrina 892).
SAMONÀ, Carmelo: Los códigos de la novela sentimental. In: Historia y crítica de la literatura española. Barcelona: Crítica, 1980.
SHAPIRO, Judith. Antropology and the study of gender. Soundings, an interdisciplinary journal, No.4;446-65, 1988.
STRATHERN, Marilyn. The gender of the gift. California: University of California Press, 1988.
THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: Teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. 4ª ed. Petrópolis: Vozes, 1995.
WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília. Editora da UNB, 2004.

Downloads

Publicado

2019-08-20

Como Citar

DE ANDRADE, R. M. B.; DO NASCIMENTO, A. M. F.; DE FREITAS, T. L. AS REPRESENTAÇÕES DE MASCULINIDADES E FEMINILIDADES NOS ROMANCES DE BANCA DE DIANA PALMER NOS ANOS DE 1990. Revista Linguagem em Foco, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 119–132, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/1560. Acesso em: 20 abr. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)