MATERIAIS DIDÁTICOS PARA OS NOVOS E MULTILETRAMENTOS: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE GAMIFICADA

Autores

  • Juliana Vegas Chinaglia, UNICAMP
  • Márcia Macêdo Mendonça, UNICAMP

Palavras-chave:

Multiletramentos, Materiais didáticos, Objetos digitais de aprendizagem, Protótipos de ensino, Gamificação

Resumo

Este artigo tem como objetivo expor um panorama de materiais didáticos para o uso de novas tecnologias na escola, comparando-os com outros modelos que seriam mais coerentes com as práticas de novos e multiletramentos, da Web 2.0. Assim, apresentamos o tipo de material mais comum atualmente para essa
finalidade – os Objetos Digitais de Aprendizagem (ODAs) e Objetos Educacionais Digitais (OEDs) – para, em seguida, trazer à discussão outros tipos de materiais mais favoráveis a aprendizagens relativas aos multiletramentos e flexíveis como os protótipos de ensino e as atividades gamificadas. Acerca destas últimas, descrevemos um exemplo de atividade gamificada, ainda em construção, que será pilotada no âmbito de uma pesquisa-ação de doutorado, desenvolvida e orientada pelas respectivas autoras deste artigo. A atividade é destinada ao ensino de Língua Portuguesa e busca promover o trabalho colaborativo, a agência, habilidades de autoria multimidiática e exploração do ciberespaço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Integração currículo e tecnologias: concepção e possibilidades de criação de web currículo. In: ALMEIDA, M. E. B.; ALVES, R.M.; LEMOS, S. D. V. (Orgs.) Web Currículo: Aprendizagem, pesquisa e conhecimento com o uso de tecnologias digitais. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2014, p. 17-30.
_______; SILVA, M. G. M. Currículo, tecnologia e cultura digital: espaços e tempos de web currículo. Revista e-curriculum, São Paulo, v. 7, n. 1, Abril/2011, P. 1-19. Disponível em http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum. Acesso em 06/07/2017.
ARAÚJO, N. M. S. A avaliação de objetos de aprendizagem para o ensino de língua portuguesa: análise de aspectos tecnológicos ou didático-pedagógicos? In: ARAÚJO, J.; ARAÚJO, N. M. S. (Orgs.) EAD em tela: docência, ensino e ferramentas digitais. Campinas, SP: Pontes Editores, 2013, p. 179-207.
BARTON, David; HAMILTON, Mary. Local Literacies. Reading and Writing in one community. London: Routledge, 1998.
BRASIL, SEB/MEC. Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF: MEC/SEB, 2006.
CHINAGLIA, J. V. Objetos educacionais digitais, multiletramentos e novos letramentos em livros didáticos de Ensino Fundamental II. 161 p. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016. Disponível em http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305684. Acesso em 08 set 2017.
COPE, B. & KALANTZIS, M. Designs for Social Futures. In: COPE, B.; KALANTZIS, M. (Orgs.) Multiliteracies: Literacies Learning and the Design of Social Futures. Nova York, Routledge, 2006, p. 203-234.
______. New learning: elements of a Science of education. New York: Cambridge University Press, 2ª Ed., 2012.
DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequências didáticas para o oral e a escrita: Apresentação de um procedimento. In ROJO, R. H. R.; CORDEIRO, G. S. (Orgs., Trads.). Gêneros orais e escritos na escola. Tradução de trabalhos de Bernard Schneuwly, Joaquim Dolz & colaboradores. Campinas: Mercado de Letras, 2004[2000]. p. 95-128.
GEE, J. P. Pleasure, learning, videogames and life: the projective stance. In: LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. A new literacies sampler. New York: Peter Lang, 2007.
GORENDER, Jacob. Globalização, tecnologia e relações de trabalho. Estudos Avançados, 11 (29), 1997. p. 311-361.
GOODSON, I. Currículo, narrativa e o futuro social. Revista Brasileira de Educação, v. 12 n. 35 maio/ago. 2007. P. 241-252.
KAPP, K. M. The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. San Francisco: Pfeiffer, 2012.
LAHIRE, B. Culture écrite et inégalités scolaires: Sociologie de l’échec scolaire” à l’école primaire. Lyon: P. U. L., 1993.
LEFFA, V. J. Nem tudo que balança cai: Objetos de aprendizagem no ensino de línguas. Polifonia, Cuiabá, v. 12, n. 2, p. 15-45, 2006. Disponível em <http://www.leffa.pro.br/textos/ trabalhos/obj_aprendizagem.pdf> Acesso em 18 maio de 2013.
LEMKE, J. Letramento metamidiático: transformando significados e mídias. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, vol. 49(2), p. 455-479, jul/dez 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tla/v49n2/09.pdf. Acesso em 6 nov. 2012.
ROJO, R. H. R. Pedagogia dos multiletramentos: Diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, R. H. R.; MOURA, E. (Orgs.) Multiletramentos na escola. SP: Parábola, 2012(a). P. 11-32.
______. Materiais didáticos no ensino de línguas. In: MOITA LOPES, L. P da. (org) Linguística Aplicada na modernidade recente: festschrift para Antonieta Celani. São Paulo, SP: Parábola, 2013, p. 163-196.
SANTAELLA, Lúcia. A aprendizagem ubíqua substitui a educação formal?. Revista de Computação e Tecnologia (ReCeT), v. 2, n. 1, p. 17-22, 2010. Disponível em <http://revistas.pucsp.br/index.php/ReCET/article/view/3852/2515>. Acesso em 20 nov. 2016.
THE NEW LONDON GROUP (Cazden, Courtney, Bill Cope, Mary Kalantzis et al.). A pedagogy of multiliteracies: designing social futures. Harvard Educational Review, Cambridge, vol. 66, n.1, p. 60-92, spring 1996. Disponível em: <http://newlearningonline.com/~newlearn//wpcontent/
blogs.dir/35/files/2009/03/Multiliteracies_HER_Vol_66_1996.pdf>. Acesso em 6 nov. 2012.

Downloads

Publicado

2019-08-18

Como Citar

CHINAGLIA, J. V.; MENDONÇA, M. M. MATERIAIS DIDÁTICOS PARA OS NOVOS E MULTILETRAMENTOS: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE GAMIFICADA. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 9, n. 1, p. 39–52, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/1533. Acesso em: 27 jan. 2022.