A sociologia vê o cinema?

Uma janela para ver as cores berrantes de Amarelo manga.

  • Ana Maria Roland
Palavras-chave: Cinema, Sociologia, Amarelo Manga

Resumo

A partir da análise de um filme brasileiro, este ensaio destaca um tema caro à história da arte e à formação
das nações: a representação de dramas e personagens do povo. Observando a construção do roteiro, o tratamento visual e dramatúrgico de Amarelo manga, se estabelecem relações desta película com algumas matrizes do cinema e da literatura moderna. E, ainda, se põe em foco um eixo da formação brasileira, as heranças ibéricas. O estudo orienta-se por uma questão teórica, o exame de limitações epistemológicas
da sociologia no trato da arte, exercitando, em resposta, uma possibilidade analítica aberta por estetas
contemporâneos, que conciliam poética e linguagem com sociologia e história.

Publicado
2018-11-27