Professor, Ética e Rede social

Um estudo acerca de postagens no Facebook que envolvem crianças da educação infantil

  • Áurea Machado de Aragão Universidade Federal de Sergipe - UFS
  • Willamis de Santana Alves Universidade Federal de Sergipe - UFS https://orcid.org/0000-0002-3938-5118
Palavras-chave: Ética, Professor, Facebook

Resumo

As redes sociais se transformaram em populares comunidades virtuais, onde diversos usuários estão conectados diariamente. Contudo, pesquisas apontam que seu uso, inclusive do Facebook, trouxe um crescimento elevado de casos de preconceitos e intolerância. Assim, é relevante a discussão do Facebook não apenas como um espaço de entretenimento, mas também como um ambiente virtual que  disponibiliza ferramentas de exposição da vida social dos sujeitos. Nesse sentido, o objetivo deste artigo foi refletir acerca de postagens de professores no Facebook sobre discentes da educação infantil. O trabalho se desenvolveu através da pesquisa de algumas postagens do Facebook como objeto analítico para método de investigação de cunho qualitativo, a observação foi direta, sistemática e não participativa, baseada em teorias de autores como James (2014), Bauman (2011) e Comparato (2006), além de normatizações do Estatuto da Criança e do Adolescente (1990) e da Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Gradativamente, veem-se casos de crianças que desfrutam de perfis em redes sociais, e quando elas não são usuárias de uma conta, familiares ou terceiros continuam a propagar seus feitos, hábitos ou atividades por meio de postagens na rede, isto facilita a criança ser vítima de casos de ciberbullying e pedofilia. Observou-se a necessidade de legislação relacionada a conflitos de direitos dos internautas menores e adolescentes alicerçada na sua vulnerabilidade como se apresenta no ECA e na Constituição brasileira. Políticas públicas de cunho preventivo e educativo na assistência de seus interesses que lhes garantam exposição mais segura nas redes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APPLE, C. Superexposição de alunos por escolas pode colocar crianças em risco; veja como protegê-las: Redes sociais aproximam família da rotina escolar, mas alguns cuidados precisam ser tomados. R7. 2015. Disponível em: <https://noticias.r7.com/educacao/superexposicao-de-alunos-por-escolas-pode-colocar-criancas-em-risco-veja-como-protege-las-07072015>. Acesso em: 22 ago. 2020.

BAUMAN, Z. Que oportunidades tem a ética no mundo globalizado de consumidores? IN: BAUMAN, Z. A ética é possível num mundo de consumidores? Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Lei Federal n. 8069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente.

COMPARATO, F. K. Ética: direito, moral e religião no mundo moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

GITOMER, J. Boom de Mídias Sociais. São Paulo: M.Books do Brasil Ltda, 2012.

JAMES, C. Disconnected: youth, mew media, and the ethics gap. London: Library of Congress Cataloging-in-Publication, 2014.

KIRKPATRICK, D. O efeito Facebook – Os bastidores da história da empresa que conecta o mundo. Tradução Maria Lúcia de Oliveira. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2011.

MANGUEIRA, G.; FRAGA, L. Casos de Racismo. F5 News. 2018.

Disponível em:<https://www.geledes.org.br/web-registra-cerca-de-100-mil-casos-de-racismo-em-uma-decada/>. Acesso em: 13 jul. 2019.

MARQUES, P. Tecnologia e Ciência. R7. 2018. Disponível em: <https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/brasil-e-o-2-pais-com-mais-casos-de-bullying-virtual-contra-criancas-11072018>. Acesso em: 13 jul. 2019.

MENEZES DE SOUZA, L.M.T. O professor de inglês e os letramentos no século XXI: métodos ou ética? IN: JORDÃO, C.M. et al. Formação desformatada: práticas com professores de língua inglesa. Campinas: Pontes, 2011b. p. 279-303.

PINTO, D. Redes sociais: quais são os dilemas envolvidos na exposição dos alunos. Revista Educação. 2015. Disponível em: <https://revistaeducacao.com.br/2015/11/04/redes-sociais-quais-sao-os-dilemas-envolvidos-na-exposicao-dos-alunos/>. Acesso em: 22 ago. 2020.

TEIXEIRA, P. B. Caiu na rede. E agora: gestão e gerenciamento de crises nas redes sociais. São Paulo: Évora, 2013.

Publicado
2020-09-21
Como Citar
DE ARAGÃO, ÁUREA; DE SANTANA ALVES, W. Professor, Ética e Rede social. Revista Linguagem em Foco, v. 12, n. 2, p. 190-206, 21 set. 2020.