A ideologia da transformação digital

automatismos, solucionismos e alienação técnica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46230/2674-8266-15-12380

Palavras-chave:

alienação técnica, solucionismo, Inteligência Artificial, automatismo, transformação digital

Resumo

O texto aborda a importância de considerar as interações sociais e as relações de poder ao analisar a evolução das tecnologias e suas implicações sociotécnicas. Critica a mistificação da Inteligência Artificial promovida pelo marketing das grandes empresas e destaca a necessidade de compreender os sistemas algorítmicos e suas influências econômicas, políticas e ideológicas. Aponta a alienação técnica e o solucionismo como elementos que limitam a compreensão das tecnologias e propõe uma abordagem crítica e propositiva para construir outras tecnologias que atendam às necessidades e visões de mundo das sociedades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Amadeu Silveira, Universidade Federal do ABC (UFABC)

Graduado em Ciências Sociais (1989), mestre (2000) e doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2005). É professor associado da Universidade Federal do ABC (UFABC). É membro do Comitê Científico Deliberativo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber). Integrou o Comitê Gestor da Internet no Brasil (2003-2005 e 2017-2020). Coordenou o Governo Eletrônico da Prefeitura de São Paulo e criou o projeto Telecentros-SP (2001-2002). Presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (2003-2005). Foi membro do Conselho de Administração do SERPRO (2003-2005) e do Conselho de Administração da PRODAM-SP (2013-2014). Pesquisa as implicações tecnopolíticas dos sistemas algoritmos; Inteligência Artificial e ativismo; as relações entre comunicação e tecnologia; sociedades de controle e privacidade; práticas colaborativas na Internet. Autor dos livros: Tudo sobre tod@s: redes digitais, privacidade e venda de dados pessoais; Exclusão Digital: a miséria na era da informação; Software Livre: a luta pela Liberdade do conhecimento; entre outros. É pesquisador do CNPq /Produtividade em Pesquisa - 2. 

Referências

BARBROOK, R.; CAMERON, A. A ideologia californiana: uma crítica ao livre mercado nascido no Vale do Silício. Trad. Marcelo Träsel. Porto Alegre/União da Vitória: BaixaCultura / Monstro dos Mares, 2018.

BARTHÉLÉMY, J. Fifty key terms in the works of Gilbert Simondon. In: SIMONDON, Gilbert. Being and technology. Edinburgh Universirty Press, 2012, p. 203-231.

BEATY, T. Bill Gates: Technological innovation would help solve hunger. Associated Press. [S.L] 13 set, 2022. Disponível em: https://apnews.com/article/russia-ukraine-science-technology-africa-e51baf120c03c206eceeb92f0634e87c. Acesso em: 11 fev, 2024.

CASTELLS, M. A Galáxia Internet: reflexões sobre a Internet, negócios e a sociedade. Zahar, 2003.

DELEUZE, G. Post-Scriptum sobre as sociedades de controle. In: DELEUZE, G. Conversações. Tradução de Peter Pál Pelbart. Rio de Janeiro: Editora 34, 1992. p. 219-226

GATES, B. The Age of AI has begun. In: GatesNotes- The blog of Billl Gates. [S.L], 21 mar, 2023. Disponível em: https://www.gatesnotes.com/The-Age-of-AI-Has-Begun. Acesso em: 11 fev, 2024.

KNICKREHM, M.; BERTHON, B.; DAUGHERTY, P. Digital disruption: the growth multiplier. Accenture Strategy, v. 1, p. 1-11, 2016. Disponível em: http://www.metalonia.com/w/documents/Accenture-Strategy-Digital-Disruption-Growth-Multiplier.pdf. Acesso em: 11 fev, 2024.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. Boitempo Editorial, 2015.

MCLUHAN, M. A Galáxia de Gutenberg: a Formação Do Homem Tipográfico. Companhia Editora Nacional; 1977.

MOROZOV, E. Big tech: a ascensão dos dados e a morte da política. São Paulo: Ubu Editora, 2018.

NORTON, P. Autonorama: uma história sobre carros “inteligentes”, ilusões tecnológicas e outras trapaças da indústria automotiva. São Paulo: Autonomia Literária, 2023.

OECD. "Vectors of digital transformation", OECD Digital Economy Papers. Paris, n. 273, p. 1-38, 2019a. https://doi.org/10.1787/5ade2bba-en. Disponível em: https://www.oecd-ilibrary.org/docserver/5ade2bba-en.pdf?expires=1707756933&id=id&accname=guest&checksum=AC34C03E035B30F1202C09CCB32E6C7B. Acesso em: 09 fev. 2024.

OECD. Measuring the Digital Transformation: A Roadmap for the Future, OECD Publishing, Paris, mar 2019b. https://doi.org/10.1787/9789264311992-en. Disponível em: https://www.oecd.org/publications/measuring-the-digital-transformation-9789264311992-en.htm. Acesso em: 30 jan, 2024.

PASQUINELLI, M.; JOLER, V. The Nooscope Manifested: AI as Instrument of Knowledge Extractivism [S.L]. Fritz, 2020. Disponível em: https://nooscope. ai/. Acesso em: 11 fev, 2024.

SANTOS, M. Técnica, espaço, Tempo, globalizaçao e meio técnico-científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1996.

SIMONDON, G. A individuação à luz das noções de forma e de informação. Rio de Janeiro: Editora 34, 2020a.

SIMONDON, G. Do Modo De Existência Dos Objetos Técnicos. Rio de Janeiro: Contraponto Editora, 2020b.

WESTERMAN, G.; CALMÉJANE, C.; BONNET, D.; FERRARIS, P.; MCAFEE, A. Digital Transformation: A roadmap for billion-dollar organizations. Capgemini ConsultinG/MIT Center for Digital Business and Capgemini Consulting, 2011.

Downloads

Publicado

2024-05-14

Como Citar

SILVEIRA, S. A. A ideologia da transformação digital: automatismos, solucionismos e alienação técnica. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 15, n. 3, p. 11–25, 2024. DOI: 10.46230/2674-8266-15-12380. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/12380. Acesso em: 23 jul. 2024.