Resenha do CANCLINI, Néstor Garcia. Cidadãos substituídos por algoritmos. São Paulo: EdUSP, 2021, 212p.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46230/2674-8266-15-11711

Palavras-chave:

Resenha, Canclini, Cidadania, Algoritmos, redes sociais

Resumo

Esta resenha aborda a obra "Cidadãos Substituídos por Algoritmos" de Néstor García Canclini, cujo objetivo é demonstrar que, no estado atual, o uso de redes sociais em massa, com consciência e engajamento político, funciona como uma nova forma de exercício da cidadania. Ao longo do livro, o autor dialoga sobre a maneira pela qual a mobilização pelas redes já propiciaram importantes embates revolucionários neste século. Dessa forma, a obra apresenta uma perspectiva bastante positiva do uso da tecnologia, sendo ela capaz, inclusive, de formatar novas formas de participação social que estão além da mobilização partidária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Breno Rodrigo de Oliveira Alencar, Instituto Federal do Pará (IFPA)

Professor do Instituto Federal do Pará, Campus Belém. Possui doutorado em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Pará (2019), mestrado em Ciências Sociais com ênfase em Antropologia (2011) e Graduação em Ciências Sociais com concentração na área de Antropologia pela mesma universidade (2008). Atualmente é coordenador do Núcleo de Pesquisa em Educação e Cibercultura (NUPEC), Presidente do Comitê Científico Local do IFPA/Campus Belém (gestão 2022-2024) vice-líder do Grupo Interdisciplinar de Estudo e Pesquisa em Cultura, Educação e Política (GICEP) da mesma instituição, membro do Grupo de Pesquisa Transdisciplinar sobre Corpo, Saúde e Emoções (CORPOSTRANS) com sede na Universidade Federal do Piauí, do Grupo de Pesquisa em Antropologia na Educação Básica e do Conselho Editorial do IFPA.

Christiane do Socorro Ramos dos Santos, Instituto Federal do Pará (IFPA)

Graduada em Letras (Língua Portuguesa) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, campus Belém. Especialização (em andamento) em Linguagens e Artes na Formação Docente (IFPA). Resenhista no Laboratório de Tradução do Núcleo de Pesquisa em Educação e Cibercultura (NUPEC/LABTEC) - IFPA. Estuda literatura feminina oitocentista, literatura fantástica de vertente gótica, Teoria Literária e Literatura Comparada.

Referências

BUONO, R.; TAVARES, P. A era dos brasileiros interconectados. Revista Piauí, 2023. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/era-dos-brasileiros-hiperconectados/. Acesso em 30 jan 2024.

G1. Brasileiros não se sentem representados por políticos em exercício, aponta pesquisa. G1, 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/brasileiros-nao-se-sentem-representados-por-politicos-em-exercicio-aponta-pesquisa.ghtml. Acesso em: 30 jan. 2024.

CANCLINI, N. G. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1995.

CANCLINI, N. G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EdUSP, 2011.

CANCLINI, N. G. Cidadãos Substituídos por Algoritmos. Trad.: Diego A. Molina. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2021.

DELEUZE, G. Conversações. São Paulo: Ed. 34, 1992.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

OLIVEIRA, L. Bloqueio do Telegram cria barreiras, mas não impede organização de extremistas. Folha de São Paulo, 2023. Disponível em https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2023/04/bloqueio-do-telegram-cria-barreira-mas-nao-impede-organizacao-de-extremistas.shtml. Acesso em 23 de setembro de 2024.

ZYGMUNT, B. "As redes sociais são uma armadilha". El País, Madrid, 09 jan. 2016. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2015/12/30/cultura/1451504427_675885.html. Acesso em: 26 jun 2023.

Downloads

Publicado

2024-05-14

Como Citar

ALENCAR, B. R. de O.; SANTOS, C. do S. R. dos. Resenha do CANCLINI, Néstor Garcia. Cidadãos substituídos por algoritmos. São Paulo: EdUSP, 2021, 212p. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 15, n. 3, p. 168–174, 2024. DOI: 10.46230/2674-8266-15-11711. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/11711. Acesso em: 23 jul. 2024.