Presencial ao online:

metodologias na educação a distância durante e após pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11786

Palavras-chave:

Pandemia; Metodologia; Educação a Distância.

Resumo

Com o advento da pandemia global, a educação enfrentou desafios significativos, levando instituições de ensino a se adaptarem rapidamente para garantir a continuidade do processo educacional. Nesse contexto, a transição do ensino presencial para o online se tornou uma realidade para milhões de estudantes e professores em todo o mundo. Este artigo examina as práticas metodológicas adotadas na Educação a Distância (EAD) durante e após o período da pandemia, com o objetivo de analisar como as instituições de ensino se adaptaram às mudanças abruptas e os impactos dessas mudanças na qualidade da educação atual. Primeiramente, será abordado os desafios enfrentados pelos educadores ao migrar do ensino presencial para o online, incluindo questões relacionadas à infraestrutura tecnológica, acessibilidade e desigualdades socioeconômicas. Em seguida, serão apresentadas as diferentes abordagens metodológicas utilizadas para tornar o ensino a distância mais eficiente e efetivo. A metodologia utilizada no estudo baseia- se em pesquisa bibliográfica.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carla Garcia Medeiros , Universidade Federal do Pará

Graduada em Pedagogia e Graduação em andamento em Letras pela Universidade Federal do Pará.

Referências

ARROYO, Miguel G. Outros sujeitos, Outras pedagogias. Petrópolis-RJ: Vozes, 2014.

BRASIL. Leis e Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394/96, 20 dez. 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, ano 134, n. 248, p. 27833-27841.

BERBEL, Neusi Aparecida Navas. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan/jun 2011.

CONFORTO, Debora; VIEIRA, M. C. Smartphone na Escola: Da Discussão Disciplinar Para a Pedagógica. Latin American Journal of Computing, v. II, p. 43-54, 2015.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: Educação como prática da liberdade. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

JUNIOR, V. B. A., MONTEIRO, J. C. S. Educação e covid-19: as tecnologias digitais mediando a aprendizagem em tempos de pandemia. ISSN 2675-1291| DOI: http://dx.doi.org/10.46375/encantar.v2.0011 Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade - Bom Jesus da Lapa, v. 2, p. 01-15, jan./dez. 2020.

LANDIM, C. M. das M. P. F. Educação a distância: algumas considerações. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 1997.

MARIA, Alana. Um cortejo pela liberdade de fé. Disponível em: <https://caririrevista.com.br/caminhada-defesa-liberdade-religiosa-cariri/>. Acesso em: 01 agosto 2023.

MORAN, José. Metodologias ativas e modelos híbridos na educação. Publicado em YAEGASHI, Solange e outros (Orgs). Novas Tecnologias Digitais: Reflexões sobre mediação, aprendizagem e desenvolvimento. Curitiba: CRV, 2017, p.23-35.

NISKIER, A. Educação a distância: a tecnologia da esperança. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2000.

PRADO, Rosane Aparecida do Prado. PRADO, Marta Lenise do. REIBNITZ, Kenya, Schimdt. Desvelando o significado da avaliação no ensino por competência para enfermeiros educadores. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2012 jan/mar;14(1):112-21.

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

GARCIA MEDEIROS , C. Presencial ao online: : metodologias na educação a distância durante e após pandemia. Cadernos do GPOSSHE On-line, [S. l.], v. 7, n. 2, 2023. DOI: 10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11786. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/11786. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos