Estágio supervisionado em educação infantil:

O elemento destaque à formação do professor

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11781

Palavras-chave:

Estágio supervisionado; Educação infantil; Formação de professores; Identidade docente.

Resumo

O presente artigo apresenta as contribuições do estágio supervisionado em educação infantil na formação de professores iniciantes, objetivando refletir a formação docente ao partir para a prática, sendo possível conhecer o cotidiano de professores que atuam na primeira etapa da educação básica, e compreendendo os desafios que cercam sua atuação, e a construção de sua identidade profissional, a partir de uma experiência vivenciada durante o curso de licenciatura em Pedagogia na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), em Sobral, Ceará. Para tanto, fundamentou-se em autores como: Lucena (2012), Silva (1999), Pimenta (1996), Rodrigues (2016), Drumond (2019), e outros que ressaltam a importância do estágio supervisionado no processo de formação profissional, possibilitando um elo entre teoria e prática para o melhor discernimento dos acadêmicos. Os resultados apontam a importância de integrar esse espaço bem como suas contribuições na construção da identidade docente.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Samara Costa Oliveira , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Culturas Juvenis (GEPECJU/ CNPq). Bolsista de Iniciação Científica/ BICT - FUNCAP.

Beatriz Cavalcante de Sousa , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduanda do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. Membro do Grupo de Pesquisa e Estudos em Acessibilidade, Diferença, Práticas Pedagógicas e Educação Inclusiva (GEPADEP/CNPq). Integra o Programa Voluntário de Iniciação Científica.

Lídia Azevedo de Menezes Rodrigues , Universidade Estadual Vale do Acaraú

Doutora e Mestra em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará. Professora Adjunta I do curso de Pedagogia (UVA).

Referências

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação?.43. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 2022. 54p.

BRASIL. Lei Nº 9.394, de 20 dezembro de 1996.Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (LDB). Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 23 de dez.1996.

BRASIL. Lei Nº 11.788 de 25 de setembro de 2008.Dispõe sobre o estágio de estudantes. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm. Acesso em: 26 de maio.2008.

BULGRAEN, Vanessa Cristina. O papel do professor e sua mediação nos processos de elaboração do conhecimento. Revista Conteúdo, Capivari, v. 1, n. 4, p. 30-38, 2010. Disponível em: http://www.moodle.cpscetec.com.br/capacitacaopos/mstech/pdf/d3/aula04/FOP_d03_a04_t07b.pdf. Acesso em: 01 de dez. 2010.

DA CUNHA, Maria Isabel. O bom professor e sua prática.2 ed. São Paulo: Papirus, 1992.182p.

DE SOUSA, Angélica Silva; DE OLIVEIRA, Guilherme Saramago; ALVES, Laís Hilário. A pesquisa bibliográfica: princípios e fundamentos. Cadernos da FUCAMP, v. 20, n. 43, p.68-83 2021. Disponível em: https://revistas.fucamp.edu.br/index.php/cadernos/article/view/2336 . Acesso em: 08 de mar. 2021.

DRUMOND, Viviane. Estágio e docência na Educação Infantil: questões teóricas e práticas. Olhar de Professor, v. 22, p. 01-14, 2019. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/684/68462591002/68462591002.pdf. Acesso em:04 de fev.2019.

DRUMOND, Viviane. Estágio e formação de docentes de educação infantil em cursos de pedagogia. Olhares: Revista do Departamento de Educação da Unifesp, v. 1, n. 1, p. 183-206, 2013. Disponível em: https://periodicos.unifesp.br/index.php/olhares/article/view/85. Acesso em: 11 de ago.2023.

GIL, Antônio Carlos. Como classificar as pesquisas. Como elaborar projetos de pesquisa, v. 4, n. 1, p. 44-45, 2002.

GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rae/a/ZX4cTGrqYfVhr7LvVyDBgdb/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 01 de jan.1995.

GONSALVES, Elisa Pereira. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. 4.ed. Campinas: Editora Alínea, 2005. 80p.

LIMA, Maria Socorro Lucena. O estágio nos cursos de licenciatura e a metáfora da árvore. Revista eletrônica pesquiseduca, v. 1, n. 01, p. 45-48, 2009. Disponível em: https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/44. Acesso em: 11 ago. 2023.

LÜDKE, Menga. O lugar do estágio na formação de professores. Educação em Perspectiva, v. 4, n. 1, p. 1-21, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/6619. Acesso em: 11 ago. 2023.

MARTINS, Priscila Bernardo; CURI, Edda. Estágio Curricular Supervisionado: uma retrospectiva histórica na legislação brasileira. Revista Eletrônica de Educação, v. 13, n. 2, p. 689-701, 2019. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?pid=S1982-71992019000200689&script=sci_arttext. Acesso em: 01 jan.2020

MENEZES, Lídia Azevedo. Formação de Professores para avaliar na Educação Básica. 1. ed.Fortaleza: Gráfica e Editora IMPRECE, 2016. 208p.

NÓVOA, António. Devolver a formação de professores aos professores. Cadernos de Pesquisa em Educação, v. 18, n. 35, p. 11-22, 2012.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez Editora,1999, p.15-34.

QUADROS, Ana Luiza De et al. Os professores que tivemos e a formação da nossa identidade como docentes: um encontro com nossa memória. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 7, p. 04-11, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epec/a/QQnfy5rjCMZPcnYqLymrRpm/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 25 de ago.2005.

SAITO, Heloísa Toshie Irie; DE OLIVEIRA, Marta Regina Furlan. Trabalho docente na educação infantil: olhares reflexivos para a ação intencional e planejada do ensino. Imagens da Educação, v. 8, n. 1, p.1-15, 2018.

SILVA, Haíla Ivanilda; GASPAR, Mônica. Estágio supervisionado: a relação teoria e prática reflexiva na formação de professores do curso de Licenciatura em Pedagogia. Revista brasileira de estudos pedagógicos, v. 99, n. 251, p. 205-221, 2018. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/pdf/rbep/v99n251/2176-6681-rbep-99-251-205.pdf. Acesso em: 01 de abr.2018.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: Uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005. 156p.

UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ. Projeto Pedagógico do Curso de Pedagogia. Sobral, 2018.

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

COSTA OLIVEIRA , S.; CAVALCANTE DE SOUSA , B.; AZEVEDO DE MENEZES RODRIGUES , L. Estágio supervisionado em educação infantil: : O elemento destaque à formação do professor. Cadernos do GPOSSHE On-line, [S. l.], v. 7, n. 2, 2023. DOI: 10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11781. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/11781. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos