Afetividade e lúdico no jogo do desenvolvimento social infantil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11777

Palavras-chave:

Afetividade; Lúdico; Infância.

Resumo

Este artigo tem como objetivo relacionar os conceitos de afetividade e lúdico e analisar suas contribuições no ambiente escolar com crianças. Optou-se por utilizar a metodologia de revisão bibliográfica (Gil, 2002/2021) para trazer as concepções teóricas de afeto, utilizando os estudos de Winnicott (1965/2005), Cunha (2017) e Geada (2021); o lúdico sob o olhar de Huizinga (1938/2019), Winnicott (1964/2020, 1971/2019) e Maia (2007); por fim, sobre a infância com as contribuições de Corsaro (2011), Sarmento (2008) e Cohn (2015). Neste artigo, pode-se afirmar que a união da afetividade e do lúdico é algo positivo para a infância e que no contexto escolar faz-se necessário do uso de ambos para que a criança tenha um desenvolvimento suficientemente bom, por meio da segurança e da construção de vínculo advindas de uma relação com seu educador.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Nathália Inácio de Souza , Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II.

Natasha Moutinho Geada , Colégio Lattos

Pós-graduada em Educação Básica com Ênfase em Educação Inclusiva pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais. Professora Auxiliar no Colégio Lattos. Pedagoga graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Maria Vitória Campos Mamede Maia , Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora aposentada da Faculdade de Educação da UFRJ, colaboradora Associada do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ. Pós-doutorado em Design Pedagógico, Doutora em Psicologia Clínica, Mestre em Letras. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Criar e Brincar: o lúdico no processo de ensino-aprendizagem (LUPEA).

Referências

COHN, Clarice. Antropologia da criança. Rio de Janeiro: Zahar, 2005. 58p.

CORSARO, William A. Sociologia da Infância. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2011. 384p.

CUNHA, E. Afeto e aprendizagem: Relação de amorosidade e saber na prática pedagógica. 4ª. ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2017. 132p.

GEADA, Natasha Moutinho. Educação Afetiva: Contribuições para uma prática pedagógica afetuosa. 52f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia) – Faculdade de Educação – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2021. 173p.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2021. 230p.

IVENICKI, Ana; CANEN, Alberto. Metodologia da Pesquisa: rompendo fronteiras curriculares. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda., 2016. 85p.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens (1938). 9 ed. São Paulo: Perspectiva, 2019. 285p.

MAIA, Maria Vitória Campos Mamede. Rios sem discurso: A agressividade da infância na contemporaneidade. 1ª. ed. São Paulo: Vetor, 2007. 287p.

MAIA, Maria Vitória Campos Mamede. (Org.). Criar e Brincar: o lúdico no processo de ensino e aprendizagem. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2014. 194p.

MAIA, Maria Vitória Campos Mamede; VIEIRA, Camila Nagem Marques (Org.). O brincar na prática docente. Vol 1. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2020. 230p.

MAIA, Maria Vitória Campos Mamede; VIEIRA, Camila Nagem Marques. (Org.). O processo criativo na prática docente. Vol 2. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2020. 200p.

MIYATA, Edson. Seiti. A Pós-Graduação deslúdica. 194f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2022.

PAÍN, Sara. Subjetividade e objetividade: relação entre desejo e conhecimento. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2020. 111p.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Sociologia da Infância: correntes e confluências. In: SARMENTO, Manuel Jacinto; GOUVEA, Maria Cristina Soares de (Orgs.). Estudos da infância: educação e práticas sociais. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 17-39.

WINNICOTT, Donald Woods. Tudo começa em casa. 3ª. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999. 336p.

WINNICOTT, Donald Woods. A família e o desenvolvimento individual. 3ª. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005. 247p.

WINNICOTT, Donald Woods. A criança e o seu mundo (1964). 6 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2020. 270p.

WINNICOTT, Donald Woods. O brincar e a realidade (1971). São Paulo: Ubu Editora, 2019. 254p.

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

INÁCIO DE SOUZA , N.; MOUTINHO GEADA , N.; CAMPOS MAMEDE MAIA , M. V. Afetividade e lúdico no jogo do desenvolvimento social infantil. Cadernos do GPOSSHE On-line, [S. l.], v. 7, n. 2, 2023. DOI: 10.33241/cadernosdogposshe.v7i2.11777. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/11777. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos