Artista dessa edição

Entre imagens fotográficas colecionadas da internet ou de cenas “congeladas” de filmes, Cláudio Tobinaga encontra possibilidades de narrativas que se aproximam do cinematográfico. Faz sentir, em contrapartida, as aparentes ausências de suas composições, que acenam para os limites da ficção. 

Para Tobinaga, “a atmosfera do ordinário toma contornos de um existencialismo barato, a superfície que seduz é a mesma que engana. Essa condição fantasmagórica é sintoma em um mundo repleto de imagens”. Na série Tensões 23, dentre a opacidade da pintura e a transparência fotográfica emerge o universo distópico que ilustra esta revista. Artista visual atuando no Rio de Janeiro, Cláudio Tobinaga desenvolve projetos em múltiplos meios tais como pintura, escultura, fotografia, vídeo e ações.

 Artist of this edition

Amongst photographic images collected from the internet or "frozen" scenes from movies, Cláudio Tobinaga finds possibilities of narratives approaching the cinematographic process. It makes you feel, on the other hand, the apparent absence of his compositions, waving to the limits of fiction.

For Tobinaga, "the atmosphere of the ordinary takes contours of a cheap Existentialism, the surface that lures is the same that cheats. This ghostly condition is a symptom in a world filled with images ". In the series World Tensions 23, between the opacity of the painting and the photographic transparency, there emerges the dystopian universe that illustrates this journal. A visual artist working in Rio de Janeiro, Claudius Tobinaga develops projects in multiple media such as painting, sculpture, photography, video and actions.

Publicado: 2016-07-15