• Tensões Mundiais
    v. 3 n. 4 (2007)

    Artista dessa edição

    O quarto número de Tensões Mundiais apresenta as obras do artista plástico João Sérgio Sousa Lima (09/9/1946). Sua primeira exposição individual retratava os conturbados acontecimentos políticos de 1968.
    Neste ano, transferiu-se de Fortaleza para o Rio de Janeiro, onde participou do movimento artístico da cidade, estudou com Maria Bonomi e realizou trabalhos de criação visual. Na década de 1970, iniciou sua fase ecológica, denunciando as agressões aos espaços urbanos, a poluição nos rios e a devastação de florestas, o que lhe conferiu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior. Sérgio continua atuante no mundo das artes.

  • Tensões Mundiais
    v. 2 n. 3 (2006)

    Artista dessa edição

    A obra da artista e educadora Nice ilustra os artigos deste terceiro número de Tensões Mundiais. O colorido vivo de suas pinturas e seus bordados revelam uma alma alegre, marcada pelos dias luminosos de Aracati, onde nasceu (18/07/1921). Desde que ingressou na Sociedade Cearense de Artes Plásticas (1950), sua vida tem sido dedicada à pesquisa e ao ensino de artes plásticas, particularmente em escolas públicas. Exposições no 9º Salão de Abril, em Fortaleza, ou na Casa das Culturas do Mundo e no 3º Salão Internacional de Arte Naif, em Paris (1986), fazem parte do cotidiano de Nice. Hoje, ela continua com seu trabalho de formação de jovens e crianças no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno.  

  • Tensões Mundiais
    v. 2 n. 2 (2006)

    Artista dessa edição 

    As pinturas de Estrigas, nascido Nilo de Brito Firmeza (19/09/1919), ilustram os artigos desta segunda edição da revista. Para ele, a arte é vida: expressa a tensão constante entre o ser humano e as forças da natureza, com as quais é preciso estabelecer elos de contato mediante rituais mágicos e religiosos. Ao suprir necessidades vitais da humanidade, a arte tornou-se, ela mesma, uma necessidade vital. Aos 87 anos, personagem e testemunha do movimento artístico, Estrigas é fundador da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (1944-1958) e do Museu Firmeza (1969), além de autor de um conjunto de livros que formam parte da memória da arte brasileira.

  • Tensões Mundiais
    v. 1 n. 1 (2005)

    Artista dessa edição

    Os trabalhos da artista, professora e escritora cearense Maria Luiza Viana (1951-2005) ilustram os artigos deste número da revista Tensões Mundiais. Mariza, como era conhecida, participou de inúmeras exposições coletivas no Brasil e no exterior, destacando-se a Mostra Internacional na Espanha (1998) e o Salão Internacional da Gravura no Florean Museun, România (2004/2005).

##common.pagination##