A luta de Libertação em Guiné-Bissau e os estudantes da Unilab

  • Monica Dias Martins
  • Beatriz Perote

Resumo

As insurreições nacionalistas em África ganham força no período pós-segunda guerra. A insistência do regime colonial português em continuar explorando os territórios africanos fomentou a necessidade de adesão dos militantes bissau-guineenses à luta armada. Guiné-Bissau declara independência em 24 de setembro de 1973. Este percurso histórico e seus atores sociais ecoam ainda hoje nas trajetórias dos estudantes bissau-guineenses da UNILAB.

Publicado
2019-01-06