OS GÊNEROS E AS INTERAÇÕES EM TELETANDEM INSTITUCIONAL E INTEGRADO: QUAIS SÃO, COMO SÃO, O QUE SÃO?

  • Solange Aranha UNESP
Palavras-chave: Teletandem, Gêneros Discursivos, Multimodalidade

Resumo

Ao longo do Projeto Teletandem Brasil “Língua Estrangeiras para todos” (Telles, 2006), uma nova modalidade foi desenvolvida: o teletandem institucional integrado (TTDii) (ARANHA e CAVALARI, 2014), que prevê que alunos aprendentes de inglês no Brasil interajam com alunos aprendentes de Português em outros países durante um tempo estabelecido pelo professor, seguindo uma agenda pré-determinada que inclui tarefas a serem cumpridas, e que são parte do conteúdo programático das disciplinas. Se por um lado, essa nova modalidade parece enfraquecer a autonomia na/da aprendizagem, por outro pode favorecer parcerias mais duradouras. Além disso, a estrutura proposta pelo TTDii promove a circulação de gêneros específicos durante as sessões orais e a possiblidade de se considerar as próprias sessões orais e mediações como “um evento comunicativo com propósitos compartilhados” (SWALES, 1990). O objetivo deste trabalho é apresentar essa nova configuração no âmbito do projeto e discutir a circulação de gêneros que ela propicia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-19
Como Citar
ARANHA, S. OS GÊNEROS E AS INTERAÇÕES EM TELETANDEM INSTITUCIONAL E INTEGRADO: QUAIS SÃO, COMO SÃO, O QUE SÃO?. Revista Linguagem em Foco, v. 8, n. 1, p. 21 - 28, 19 set. 2019.
Seção
Artigos