Conflitos em torno do Ministério da Educação: está em curso um crise de hegemonia?

Resumo

O presente texto tem como objetivo discutir se está em curso uma crise de hegemonia no Brasil, partindo dos conflitos para montagem da equipe a ocupar os cargos de primeiro, segundo e terceiro escalão no Ministério da Educação nos primeiros quatro meses do governo Bolsonaro. Para tanto, o texto está estruturado em quatro momentos: 1) na introdução, apresentamos o sentido conceitual sobre crise de hegemonia nos termos de Gramsci; 2) reconstituição dos conflitos no Ministério da Educação; 3) exposição e análise da Estratégia Democrático-Popular durante os governos petistas; 4) considerações finais, em que apresentamos a conclusão de que a crise de hegemonia pode ser vislumbrada como uma concreta perspectiva, a depender de fatores como a perda de apoio de demais frações da classe dominante e a irrupção da luta por parte da classe trabalhadora.

Biografia do Autor

Bruno Gawryszewski, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutor em Educação pela UFRJ. Integrante do Coletivo de Estudos em Marxismo e Educação (COLEMARX).

Joyce Pitz Monteiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ (PPGE-UFRJ)

Integrante do Coletivo de Estudos em Marxismo e Educação

Referências

BANCO MUNDIAL. Estratégia 2020 para a Educação do Grupo Banco Mundial. Resumo Executivo. Washington, Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento. Banco Mundial, 2011. Disponível em:

<http://siteresources.worldbank.org/EDUCATION/Resources/ESSU/463292-1306181142935/Portguese_Exec_Summary_ESS2020_FINAL.pdf>. Acesso em: 11/2019.

BIANCHI, A. Crise, política e economia no pensamento gramsciano. Novos Rumos, Marília, ano 17, n. 36, p. 28-37, 2002.

BOLSONARO, J. Bolsonaro descarta Maria Inês Fini, presidente do Inep, como ministra da Educação. [Reportagem escrita por] Fábio Grellet. UOL, Notícias, publicado em: 19 nov. 2018. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2018/11/19/bolsonaro-descarta-maria-ines-fini-presidente-do-inep-como-ministra-da-educacao.htm. Acesso em: 12 out. 2019.

BOLSONARO, J. 'Aliança pode sair da mão de Vélez e ir para a gaveta', diz Bolsonaro sobre possível demissão de ministro. [Reportagem escrita por] Allan Gripp e Paulo Celso Pereira. O Globo, publicado em: 5 abr. 2019. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/alianca-pode-sair-da-mao-de-velez-ir-para-gaveta-diz-bolsonaro-sobre-possivel-demissao-de-ministro-23575382. Acesso em: 12 out. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Democracia Participativa. Nova relação do Estado com a Sociedade: 2003 – 2010. 2. ed. Brasília, Secretaria Geral da Presidência da República, 2011c.

CAVALCANTE, S. Bancada evangélica promete barrar nomes de esquerda no governo Bolsonaro. [Reportagem escrita por] Catarina Alencastro. O Globo, Brasil, publicado em: 22 nov. 2018. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/bancada-evangelica-promete-barrar-nomes-de-esquerda-no-governo-bolsonaro-23252063. Acesso em: 4 dez. 2019.

DINIZ, E. Empresário, Estado e Democracia: continuidade e mudança entre os governos Fernando Henrique e Lula. In: ¿La esperanza venció el miedo? Una evaluación de los primeros años del gobierno Lula en Brasil. Universidad de Salamanca, 2005.

FERNANDES, F. Sociedade de Classes e subdesenvolvimento. 4ª ed. Rio de Janeiro/RJ: Zahar, 1981.

FERNANDES, S. Sintomas mórbidos: a encruzilhada da esquerda brasileira. São Paulo: Autonomia Literária, 2019.

FONTES, V. O Brasil e o capital-imperialismo: teoria e história. 2 ed. Rio de Janeiro: EPSJV/Editora UFRJ, 2010.

FREITAS, L. C. Responsabilização, meritocracia e privatização: conseguiremos escapar ao neotecnicismo? In: III Seminário de Educação Brasileira. Simpósio PNE – Diretrizes para Avaliação e Regulação da Educação Nacional. Campinas: CEDES, 2011.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Volume 3. 3 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

IASI, M. L; FIGUEIREDO, I. M; NEVES, V (orgs.). A estratégia democrático-popular: um inventário crítico. Marília: Editora Lutas Anticapital, 2019.

IASI, M. L. Epílogo: O inventário da estratégia democrático popular e a busca de um caminho para a revolução brasileira. In: IASI, M. L; FIGUEIREDO, I. M; NEVES, V (orgs.). A estratégia democrático-popular: um inventário crítico. Marília: Editora Lutas Anticapital, 2019.

LA PORTA, L. Crise orgânica. In: LIGUORI, Guido; VOZA, Pasquale (orgs.). Dicionário Gramsciano. São Paulo: Boitempo, 2017.

LULA DA SILVA, L. I. Carta ao povo brasileiro, 2002. Disponível em:

http://www.iisg.nl/collections/carta_ao_povo_brasileiro.pdf. Acesso em: 11/2019.

SKAF, P. Muito prazer, somos a Fiesp. Apoiamos Bolsonaro, que pôs o país no rumo certo. Folha de São Paulo, Opinião, publicado em: 22 jan. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/01/muito-prazer-somos-a-fiesp.shtml?utm_source=facebook&fbclid=IwAR1mIfwh6dGty-ywNNVDL_1gGsWd4kTrajMipIpYBQI0bZzOvsjXIxdSY_I. Acesso em: 2 maio 2020.

MARTINS, A. S. Formulações da classe empresarial para a formação humana: da educação política à educação escolar. Revista Contemporânea de Educação, vol. 10, n. 20, julho/dezembro de 2015.

MARTINS, E. M. Movimento "Todos pela Educação": um projeto de nação para a educação brasileira. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Faculdade de Educação. Campinas/SP, 2013.

NEVES, L. M. W (Org.). Direita para o social e esquerda para o capital: os intelectuais da nova pedagogia da hegemonia. São Paulo: Xamã: 2010.

OLIVEIRA, F. Hegemonia às avessas. In: OLIVEIRA, Francisco; BRAGA, Ruy; RIZEK, Cibele. Hegemonia às avessas: economia, política e cultura na era da servidão financeira. São Paulo: Boitempo, 2010.

POULANTZAS, N. Poder político e classes sociais. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1986.

RODRIGUES, M. V. “O ministro é gerencialmente incompetente”, diz ex-dirigente do Inep sobre Vélez. [Entrevista a Renata Mariz]. O Globo, Educação, publicado em: 27 mar. 2019. Disponível em: https://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/o-ministroe-gerencialmente-incompetente-diz-ex-dirigente-do-inep-sobre-velez-rodriguez-23553539. Acesso em: 12 out. 2019.

Publicado
2020-05-10
Como Citar
Gawryszewski, B., & Monteiro, J. (2020). Conflitos em torno do Ministério da Educação: está em curso um crise de hegemonia?. Cadernos Do GPOSSHE On-Line, 3(2), 73-96. https://doi.org/10.33241/cadernosdogposshe.v3i2.3107