O combate à pobreza

cooperação China-ONU e agenda 2030

Autores

  • Diego Pautasso
  • Isis Paris Maia Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Luciana Pazini Papi Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Palavras-chave:

China, Agenda 2030, Pobreza

Resumo

Em 2020, a China atingiu a meta de seu 13º Plano Quinquenal, retirando cerca de 850 milhões de pessoas da extrema pobreza. Pretendemos entender como se dá a convergência entre China e ONU na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e da Agenda 2030. Temos como hipótese que o combate à pobreza na China
resulta de persistente modernização econômica, ao invés de programas sociais compensatórios. Desse modo, o país asiático confere legitimidade à erradicação da pobreza doméstica e à sua atuação diplomática global.

Downloads

Publicado

2022-05-01

Como Citar

PAUTASSO, D.; MAIA, I. P.; PAPI, L. P. O combate à pobreza: cooperação China-ONU e agenda 2030. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 18, n. 36, p. 165–181, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/7866. Acesso em: 16 maio. 2022.