Carlos Astrada

la nación como mito y traducción

  • Esteban Vernik

Resumo

Este artigo discute a idéia de nação na obra de Carlos Astrada (1895-1970), filósofo argentino filiado às correntes do nacionalismo revolucionário e do modernismo latino-americano. Astrada concebeu as nações, por um lado, como tradução do mito secreto que aninha as origens de toda nação; por outro,
como tradução crítica e situada dos legados estrangeiros da filosofia universal.

Publicado
2018-11-20
Como Citar
VERNIK, E. Carlos Astrada. Tensões Mundiais, v. 6, n. 10, p. 35 - 53, 20 nov. 2018.