Poder, género e política

as mulheres na liderança da política cultural em Portugal

Autores

  • Sara Vidal Maia Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho
  • Cláudia Rodriguez Dominguez Universidade do Minho (UMinho)
  • Belmira Coutinho Universidade de Aveiro

Palavras-chave:

Poder, Género, Políticas Culturais, Mulheres, Cultura

Resumo

O poder, enquanto discurso que circula no tecido social, define a natureza das relações de género e sua dinâmica política. Num jogo de forças em que o masculino domina todos os aspetos simbólicos da vida social e o feminino é conotado como o Outro, a mulher começa a criar espaço de resistência e ganha liderança política. Com base nesta
contextualização teórica, realizamos um levantamento de dados – e posterior análise
descritiva – que apresenta o panorama de liderança feminina nos principais órgãos
políticos da cultura, em Portugal.

Biografia do Autor

Cláudia Rodriguez Dominguez, Universidade do Minho (UMinho)

Doutoranda em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (UMinho), em Portugal, com investigação na área de Jornalismo de Dados. Mestre em Comunicação pela Universidade São Caetano do Sul (USCS), especialista em Docência do Ensino Superior pela Universidade Bandeirante de São Paulo e bacharelada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Católica de Santos (UniSantos). Atua como bolsista de investigação no Observatório de Políticas de Ciência, Comunicação e Cultura (PolObs/CECS), da Universidade do Minho, em Portugal. Acumula experiência de 14 anos como docente do Ensino Superior em cursos de graduação de Jornalismo, Rádio e Televisão, Cinema e Audiovisual, Publicidade e Propaganda, além de cursos técnicos profissionalizantes. Experiência de 18 anos como jornalista, com percurso na mídia televisiva brasileira, além de experiência na criação de roteiro audiovisual e na capacitação de professores para videoaulas em Educação a Distância (EaD). Linhas de pesquisa: Comunicação; Mídia e Jornalismo; Rádio e Televisão; Educação a Distância.

Belmira Coutinho, Universidade de Aveiro

Doutoranda em Estudos Culturais pela Universidade de Aveiro e investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho. É Mestre em Gestão e Planeamento em Turismo pela Universidade de Aveiro e licenciada em Turismo pela Universidade do Algarve. A sua tese de doutoramento em curso, financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), aborda o Turismo Negro como espaço político e de construção de memória no contexto português pós-autoritário. Em paralelo, dedica-se à tradução de textos científicos das Ciências Sociais e Humanas entre o português e o inglês com o duplo objetivo de contribuir para a promoção internacional da ciência e dos cientistas lusófonos e tornar a pesquisa académica internacional mais acessível aos falantes de português. Trabalha em parceria com o Observatório de Políticas de Ciência, Comunicação e Cultura (POLObs). Linhas de investigação: Estudos Culturais; Políticas da Memória; Turismo Cultural; Turismo Negro.

Downloads

Publicado

28-01-2022

Como Citar

VIDAL MAIA, S.; DOMINGUEZ, C. R. .; COUTINHO, B. . Poder, género e política: as mulheres na liderança da política cultural em Portugal. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 17, n. 35, p. 147–172, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/5517. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.