Gellner, A Educação E Os Organismos Multilaterais

Autores

  • Francisco Adjacy Farias Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v11i20.425

Palavras-chave:

Educação, Pobreza, Multilateralismo, Nacionalismo, Gellner

Resumo

À luz da teoria do nacionalismo de Ernest Gellner, reflito sobre as transformações do sistema de ensino na sociedade ocidental desde o século XIX. Suas ideias fundamentam a análise da ingerência exercida pelos organismos multilaterais, mais especificamente o BID e o Banco Mundial, nas políticas educacionais, a partir da década de 1990, tendo por base o documento denominado “Educação um tesouro a descobrir”

Downloads

Publicado

2018-10-04

Como Citar

FARIAS, F. A. Gellner, A Educação E Os Organismos Multilaterais. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 11, n. 20, p. 185–207, 2018. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v11i20.425. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/425. Acesso em: 18 jun. 2021.