Base institucional da pesquisa acadêmica brasileira de 2008 a 2018 sobre o ensino dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’

Autores

  • Francisco Henrique Mesquita Felix Universidade Estadual do Ceará
  • MÁRIO CÉZAR AMORIM DE OLIVEIRA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ https://orcid.org/0000-0001-7849-546X

Palavras-chave:

Estado da Arte, Ensino de Biologia, Dissertações e Teses, Produção Acadêmica, Ensino de Origem da Vida, Ensino de Evolução Biológica

Resumo

Considerando a relevância dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’ para o ensino de Biologia no Brasil e o trabalho inventariante da pesquisa acadêmica do ensino desses temas realizado por Oliveira (2011), o objetivo de nossa investigação, identificada como um estudo do tipo ‘estado da arte’, foi o mapeamento da produção acadêmica brasileira, na forma de dissertações de mestrado e teses de doutorado, que aborda o ensino dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’, defendida em programas de pós-graduação existentes no país, no período de 2008 a 2018. Foi realizada uma análise documental dessa produção, abrangendo 139 documentos, através de instrumentos quali-quantitativos e da leitura na íntegra dos textos. Apresentamos nesse texto parte de nossos resultados, que convencionamos denominar de Base Institucional da Produção Acadêmica.

Biografia do Autor

Francisco Henrique Mesquita Felix, Universidade Estadual do Ceará

Licenciado em Ciências Biológicas pela Faculdade de Educação de Itapipoca (FACEDI), campus da Universidade Estadual do Ceará (UECE), tendo participado do Programa de Monitoria Acadêmica (PROMAC-UECE). Membro da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC) e técnico em enfermagem pela Escola Estadual de Educação Profissional Rita Aguiar Barbosa.

MÁRIO CÉZAR AMORIM DE OLIVEIRA, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Professor Assistente de Prática de Ensino em Biologia da Faculdade de Educação de Itapipoca (FACEDI), campus da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Possui experiência no ensino de Ciências Naturais (6º a 9º anos do Ensino Fundamental), Biologia e Práticas de Laboratório de Ciências (1º a 3º anos do Ensino Médio) e na docência no Ensino Superior (UFC, UESC e UECE). Licenciado em Ciências Biológicas (UFC, 2000), especialista em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio (UVA, 2001), mestre em Educação Científica e Tecnológica (UFSC, 2011) e doutorando em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA-UEFS, desde 2017). Membro da Rede de Pesquisa de Educação em Ciências da UECE (REPENCI-UECE), da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio) e da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC). Pesquisador vinculado ao Laboratório de Ensino, Filosofia e História da Biologia da UFBA (LEFHBio-UFBA) e ao 'Grupo de Pesquisa Química de Produtos Naturais e Materiais' da FACEDI-UECE (Linha de Pesquisa: Ensino de Química e Biologia). Possui interesse em pesquisas educacionais que abordem 'História e Filosofia da Ciência no Ensino de Biologia' e 'Controvérsias Sociocientíficas no ensino de Ciências e Biologia e suas implicações na formação de professores', em especial o ensino dos temas 'Origem da Vida' e 'Evolução Biológica'.

Referências

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular – Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC, 2017

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular – Ensino Médio. Brasília: MEC, 2018

BUYLLA, E. R. A.; ARROYO, A. G.; LEÓN, B. G. P.; SÁNCHEZ, M. P.; ORTEGA, E G.; VELDERRAIN, J. D.; GARCÍA, J. C. M.; NELSON, A. P. La ecología evolutiva del desarrollo en México. Revista Mexicana de Biodiversidad, v. 88, p. 14-26, 2017

CASTRO, N. B. L.; AUGUSTO, T. G. S. Análise de trabalhos sobre ensino de evolução biológica publicados nos anais do VI ENPEC. In: Anais do VII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC). Florianópolis-SC: ABRAPEC, 2009

CESCHIM, B.; OLIVEIRA, T. B.; CALDEIRA, A. M. A. Teoria sintética e síntese estendida: uma discussão epistemológica sobre articulações e afastamentos entre estas teorias. Revista Filosofia e História da Biologia, v. 11, n. 1, p. 1-29, 2016

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Revista Educação & Sociedade, n. 79, ago, 2002

NASCIMENTO, N. C.; ALMEIDA, R. O.; PENA, F. L. A. O uso de mapas conceituais na identificação de obstáculos à aprendizagem de um tema que gera conflito entre ciência e crença: a origem da vida. Ensino em Revista, v. 26, p. 1217-1237, 2019

OLIVEIRA, C. A.; OLIVEIRA. M.; DIAS, T. M. R.; COSTA, B. I. R. Genealogia acadêmica dos pesquisadores da área de Ciências da Informação: um estudo sobre os bolsistas de produtividade em pesquisa (PQ-CNPq). Revista Em Questão, v. 24, p. 278-298, 2018

OLIVEIRA, M. C. A. Aspectos da pesquisa acadêmica brasileira sobre o ensino dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’. 173p. Dissertação (Educação Científica e Tecnológica) – Programa de Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/94733

OLIVEIRA, M. C. A.; ROSA, V.L. Base institucional da Pesquisa Acadêmica Brasileira sobre o ensino dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’. In: Anais do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC). Campinas-SP: ABRAPEC, 2011. Disponível em: https://uece.academia.edu/marioamorim/Textos-Publicados-em-Anais-de-Eventos

PIOVEZAN, G. O argumento analógico de Darwin: a função da retórica entre o artificial e o natural. Revista Bakhtiniana, v. 14, n. 2, p. 88-111, abr/jun, 2019

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo ‘Estado da Arte’ em educação. Revista Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, set/dez, 2006

ROSSI, L.; DAMACENO, R. J. P.; MENA-CHALCO, J. P. Genealogia acadêmica: um novo olhar sobre impacto acadêmica de pesquisadores. Revista Parcerias Estratégicas, v. 23, n. 47, p. 197-212, 2018

TEIXEIRA, P. M. M. Pesquisa em Ensino de Biologia no Brasil (1972-2004): um estudo baseado em dissertações e teses. 2008. 413f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação Universidade Estadual de Campinas, Campinas 2008

TEIXEIRA, P. M. M.; NETO, J. M. A produção acadêmica em ensino de Biologia no Brasil – 40 anos (1972-2011): base institucional de tendências temáticas e metodológicas. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, n. 2, p. 521-549, 2017.

Downloads

Publicado

2021-09-07

Como Citar

FELIX, F. H. M., & OLIVEIRA, M. C. A. D. (2021). Base institucional da pesquisa acadêmica brasileira de 2008 a 2018 sobre o ensino dos temas ‘Origem da Vida’ e ‘Evolução Biológica’. Conexão ComCiência, 1(3). Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/6775

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)