https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/issue/feed Conexão ComCiência 2024-01-16T09:20:30-03:00 Revista Conexão ComCiência conexao.comciencia@uece.br Open Journal Systems <p>A revista <strong>Conexão ComCiência</strong>, vinculada aos grupos de ensino, pesquisa e extensão Crateús ComCiência e EPTEDUC, é um periódico de abordagem multi e interdisciplinar que visa a socialização das produções científicas nas diversas áreas do conhecimento. Ela é dirigida aos Professores da Educação Básica, Licenciandos, Pós-Graduandos e Professores do Ensino Superior que desejem publicizar suas investigações e experiências de formação. </p> <p><span style="vertical-align: inherit;">e-ISSN: 2763-5848</span></p> https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12066 Para além da modernidade? Educação, tecnologias e formação escolar e profissional no século XXI 2023-11-26T10:44:45-03:00 Edimar de Andrade Machado machado.pedagogo@gmail.com <p>Este artigo faz uma análise de cunho exploratório sobre a afirmação peremptória de fim do homem<br>moderno, do Ser humanista realizada por Foucault (2009), objetivando compreender suas implicações<br>para os sentidos de educação e a formação de novos profissionais da educação neste século XXI. Temse como método de investigação a pesquisa qualitativa e é caracterizada como uma revisão de literatura narrativa, cujos recortes sustentam a escrita argumentativa dos eixos abordados. Aponta-se a perspectiva fenomenológica da educação, presente em Nóbrega (2009), como possibilidade para se reconsiderar os seus sentidos. Conclui-se sugerindo, a partir de Perrenoud e Thurler (2002) e de Edgar Morin (2011), sete competências visando redirecionar a formação do Ser profissional da educação<br>neste século.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Roberta Oliveira, Edimar de Andrade Machado https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12029 O jogo de bocha como possibilidade pedagógica na Educação Física escolar 2023-11-22T10:29:02-03:00 Saulo Kuster saulokust@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O objetivo deste trabalho é compreender as características e potencialidades do jogo de bocha na Educação Física escolar em uma escola do Município de Serra- ES. Fizemos, para isso, a aplicação de uma sequência didático-pedagógica de 12 aulas. Em termos metodológicos, optou-se pela pesquisa qualitativa, mais precisamente a pesquisa-intervenção. Utilizou-se como instrumento de pesquisa: fotografias, vídeos, diálogos de aula e diário de campo/aula. No percurso da sequência didática, realizou-se diálogos sobre a experiência familiar dos alunos sobre a bocha, construção de materiais para realização das aulas, organização e materialização de um campeonato de bocha escolar. Houve, ainda, a culminância avaliativa da experiência pedagógica. Observou-se a necessidade da pedagogização do jogo de bocha, adaptando-o à realidade escolar. A pesquisa mostra, também, que a bocha apresentou-se como uma prática lúdica e inovadora no campo da Educação Física, sendo capaz de melhorar aspectos técnicos e biomecânicos dos alunos de maneira divertida.&nbsp;</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Saulo Kuster https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12040 Dimensões educativas na coletividade: reflexões das atividades coletivas no quilombo 2023-11-23T18:33:31-03:00 Roberth Luiz Nogueira da Costa roberthnogueiramd@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">A pesquisa em questão tem como objetivo relatar a experiência das dimensões educativas presentes nas atividades coletivas do Quilombo Pacoval, localizado no município de Alenquer no Estado do Pará. O relato de experiência foi efetivado a partir de uma abordagem metodológica qualitativa e, para a coleta/construção de dados, empregamos as entrevistas semiestruturadas, as conversas informais, o caderno de campo, a observação e a análise de imagens. Desta forma, para a realização das análises, utilizamos a história oral e a memória dos participantes, para entendermos de que maneira essas dimensões estão presentes na forma de organizar essas manifestações, como acontece o repasse desses elementos educacionais e como estes estão inseridos na educação escolar quilombola da comunidade.</span> <span style="font-weight: 400;">Conclui-se que as dimensões educativas estão sim presentes nas manifestações culturais e nas mais diversas formas de </span><em><span style="font-weight: 400;">repasse</span></em><span style="font-weight: 400;"> de conhecimento, de socialização.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Roberth Luiz Nogueira da Costa https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12047 Prática pedagógica para além do ensino: experiências do estágio supervisionado no CREE-MOS 2023-11-23T22:16:09-03:00 Sara Raissa Rodrigues de Lima sararaissa@alu.uern.br Jackeline Alves Costa jackelinealves@alu.uern.br Fernanda Larissa Fernandes fernandalarissa@alu.uern.br <p><span style="font-weight: 400;">Para além da docência, o pedagogo é polivalente e não se detém apenas à sala de aula. É capacitado para atuar em inúmeras áreas, nas quais são previstos conhecimentos pedagógicos. Baseado nisso, a presente pesquisa foi proposta como avaliação do componente curricular de Estágio Supervisionado III, do Curso de Pedagogia, da Faculdade de Educação, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN, tem como objetivo relatar as atividades desenvolvidas no estágio na gestão dos processos educativos em espaços não-escolares, tendo como lócus o Centro Regional de Educação Especial de Mossoró (CREEMOS). Buscando intervir de forma que fosse possível estabelecer uma comunicação entre o campo educacional e as demais áreas de vivência, possibilitando a construção de um elo entre a instituição e família, compreendendo assim, a sua importância. Visando inserir o pedagogo no ambiente não-escolar, proporcionando experiência de como atua o docente, e auxiliando na construção da identidade dos discentes.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Sara Raissa Rodrigues de Lima, Jackeline Alves Costa, Fernanda Larissa Fernandes https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12052 Trajetória de vida e o habitus docente do curso de música no estado do Piauí 2023-11-23T23:09:58-03:00 Mísia Tavares da Cruz Araújo misia.tavares@ifpi.edu.br Luiz Botelho Albuquerque luizbotelho@ufc.br Jeriane da Silva Rabelo jeriane.rabelo@uece.br <p>O presente trabalho trata sobre a história de vida e formação do habitus docente do Curso de música no Piauí. A proposta foi conhecer a trajetória de vida e a constituição do habitus docente ao longo da profissão. O objetivo geral consiste em investigar, através das histórias de vida, a formação do habitus docente dos sujeitos entrevistados. O trabalho foi constituído através de uma pesquisa narrativa, com suporte teórico na abordagem de Histórias de Vida em Formação, fundamentado em: Josso (2004), Silva (2009, 2016); Oliveira (2016) associada à Praxiologia de Bourdieu (1983, 1989, 2007). Percebeu que a formação do habitus docente acontece ao longo exercício da profissão ele é desenvolvido somente no e com o exercício da docência.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Roberta Oliveira, Mísia Tavares da Cruz Araújo, Luiz Botelho Albuquerque, Jeriane da Silva Rabelo https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12026 O Lugar da Educação Física no Novo Ensino Médio do Ceará 2023-11-22T09:51:05-03:00 Rhimaykon Teotonio de Sousa Lima rhimaykon.lima@prof.ce.gov.br <p>O golpe que destituiu da presidência, Dilma Roussef, a educação do país sofreu reformas<br>normatizadoras adequando-se à interesses empresariais. Nesse contexto, o Ceará criou, o <br>Documento Curricular Referencial do Ceará (DCRC) do Ensino Médio. Destarte, a Educação <br>Física sempre lutou pela sua legitimação e legalização e o contexto escolar não poderia ficar de <br>fora. Com isso, levantamos a seguinte questão: qual o seu lugar nas DCRC do Ceará no Ensino <br>Médio? Objetivo geral: compreender o lugar da Educação Física no DCRC, considerando a <br>BNCC e a reforma do Ensino Médio. Apoiado no materialismo histórico dialético, realizou-se <br>pesquisa documental. Essa análise, observou um retrocesso: o entendimento do objeto de <br>conhecimento unicamente como linguagem, sua subalternização curricular, condicionando seus <br>conhecimentos à aquisição de competências e habilidades, hegemonia dos esportes, discursos <br>biologicistas, processos de avaliação baseado em experimentação. Enfim, essas reformas <br>atingiram toda a educação no país, promovendo um modelo empresarial que atende aos anseios <br>capitalistas.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Rhimaykon Teotonio de Sousa Lima https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12038 Análise de testes de lectoescrita do Ensino Fundamental I 2023-11-23T18:15:58-03:00 Mateus Pereira Freire mateuspereira2061@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Foram realizados testes de lectoescrita com alunos do Ensino Fundamental I, juntamente com um levantamento de teorias e termos marcados e desenvolvidos, principalmente, pela autora Emilia Ferreiro (que passaram a ser discutidos por outros autores), objetivando analisar e definir os diferentes níveis da psicogênese das crianças submetidas ao teste e então pensar em como é importante que o profissional consiga perceber a necessidade e possa realizar uma intervenção adequada para que o aluno evolua e tenha suas especificidades respeitadas e compreendidas durante o processo de aprendizagem. Os testes foram realizados com três crianças (uma delas neurodivergente e o restante sendo neurotípicas), as quais foram avaliadas e definidas como estando nos níveis silábico-alfabético e alfabético, tornando evidente que o ensino de leitura e escrita pode e deve ser remodelado e adaptado para atender às necessidades de diferentes alunos, considerando todo o contexto social da criança inserida nas devidas práticas de representação.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Mateus Pereira Freire https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12045 Impactos do ensino remoto na educação básica municipal de Crato-CE 2023-11-23T21:56:57-03:00 Ivaneide Severo Goiana aneidesevero28@gmail.com Luana Ricarto da Costa luana.costa@urca.br Fabiana Vilar de Sousa Bezerra fabianavsb03@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">A investigação discute os impactos da pandemia do Covid-19 o ensino remoto no cotidiano escolar dos profissionais da educação na rede municipal do Crato-CE. O referencial se baseou nos estudos de Arroyo (2003), Libâneo (2011), Kenski (2012) e Silva &amp; Silva (2021). Metodologicamente adotou-se uma abordagem qualitativa, com análise bibliográfica de documentos oficiais e normativos. Como resultados, percebemos que o Covid-19 causou vários impactos na educação devido à suspensão das aulas presenciais, com destaques para a deficiência de recursos tecnológicos, deixando de fora uma grande parcela social contribuindo, para ampliação das desigualdades educacionais. Diante do cenário, é urgente que se pense em políticas públicas direcionadas para a educação, com a finalidade de promover uma educação de qualidade. Porém é preciso ressaltar que a responsabilidade do déficit educacional não é somente dos professores, é sim, de uma série de fatores socioeconômicos que influenciam nas lacunas do que fragilizam o âmbito educacional.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Ivaneide Severo Goiana, Luana Ricarto da Costa, Fabiana Vilar de Sousa Bezerra https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12050 Relato de experiência sobre ação de extensão focada no TEA em Pacoti/CE 2023-11-23T22:45:00-03:00 Gerllanny Mara de Souza Lopes gerllannymara@gmail.com Quezia Damaris Jones Severino Vasconcelos quezia.jones@aluno.uece.br Gislei Frota Aragão gislei.frota@uece.br <p><span style="font-weight: 400;">O transtorno do espectro autista (TEA) tem uma alta prevalência no Brasil e no mundo. O município de Pacoti se mostra como reconhecedor deste fato, promovendo discussões sobre a temática. Este relato tem como objetivo descrever sobre as experiências dos participantes do projeto de extensão UniTEA/UECE em um evento sobre o autismo para profissionais da educação, saúde, pais e familiares da cidade de Pacoti/CE. Trata-se de um relato de natureza descritiva e qualitativa das percepções das extensionistas e professor coordenador. No encontro, foram ministradas três palestras com abordagens distintas com foco no TEA. As discussões geradas promoveram debates e esclarecimentos importantes como, qual a causa do TEA, existência de fatores de risco maternos e hábitos alimentares na criança com autismo. As palestras tiveram boa aceitação e o momento acrescentou experiências positivas ao currículo humano, social e acadêmico dos membros do UniTEA, além de gerar debates coletivos sobre a temática.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Gerllanny Mara de Souza Lopes, Quezia Damaris Jones Severino Vasconcelos, Gislei Frota Aragão https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12067 Projeto de extensão (NEDIMPE): aprendizagens sobre o planejamento de ensino 2023-11-26T10:53:08-03:00 Marcelo Moura Magalhães moura.magalhaes@aluno.uece.br Michele Magalhães Frutuoso michele.magalhaes@aluno.uece.br Francisco Mirtiel Frankson Moura Castro francisco.mirtiel@uece.br <p>Este estudo tem como objetivo compreender que aprendizagens são constituídas pelos integrantes do Núcleo de Estudos de Didática, Interação e Metodologias de Pesquisa em Educação - NEDIMPE sobre o planejamento de ensino. A pesquisa foi desenvolvida por meio de uma abordagem qualitativa. Foi aplicado um questionário para os participantes buscando compreender sobre os aprendizados adquiridos no decorrer da participação no projeto, com foco em suas experiências e conhecimentos decorrentes da participação no NEDIMPE. Tivemos como base teórica a leitura e reflexão dos textos dos seguintes autores: Assis, Barros e Cardoso (2013); Conceição et al (2019); Gil (2002); Gonçalves et al (2014); Haydt (2006); Klosouski e Reali (2008); Marconi e Lakatos (2003); e Nunes e Silva (2011). Desse modo, evidencia-se que o planejamento de ensino é um momento que o professor tem para poder organizar suas próximas aulas, refletir sobre suas práticas&nbsp; edagógicas e desenvolver métodos de ensino.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Marcelo Moura Magalhães, Michele Magalhães Frutuoso, Francisco Mirtiel Frankson Moura Castro https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12030 O fenômeno da evasão estudantil no ensino superior 2023-11-22T10:44:03-03:00 Willame Anderson Simões Rebouças willameanderson@gmail.com Mirthis Yammilit da Conceição Almeida mirthisyammilit@gmail.com Iasmin da Costa Marinho iasmin.costa@uece.br <p>O presente artigo tem por objetivo debater o fenômeno da evasão estudantil no ensino superior a partir <br>da literatura nacional. Enquanto procedimentos metodológicos, assumimos a abordagem qualitativa e o <br>viés bibliográfico. Nosso estudo bibliográfico deu-se a partir das plataformas: Scientific Electronic <br>Library Online e o Google Scholar, nelas as buscas foram delimitadas pelos temas: evasão estudantil; <br>ensino superior; acesso e permanência; e educação superior. A pesquisa emerge da reflexão acerca da <br>ampliação do acesso ao ensino superior, induzido por políticas públicas que modificaram a realidade do <br>ensino superior com a oportunidade de acesso das camadas populares e minorias sociais a este nível de <br>ensino, desde sua origem elitizado. No entanto, acesso tem como par indissociável a permanência e seu <br>contrário, a evasão, foco de nosso texto. Consideramos que o combate à evasão é uma postura política, <br>cultural e didático-pedagógica que precisa ser construída e orientada por cada realidade institucional.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Willame Anderson Simões Rebouças, Mirthis Yammilit da Conceição Almeida, Iasmin da Costa Marinho https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12043 Formação Integrada: múltiplos olhares na EPT 2023-11-23T21:39:33-03:00 Roseanne Bruna dos Santos Araújo bruna.araujo@ifce.edu.br <p><span style="font-weight: 400;">O presente estudo tem por objetivo compreender as relações entre as concepções de formação integral que norteiam as práticas pedagógicas na EPT. Trata-se de uma revisão bibliográfica de cunho qualitativo, na qual utilizou-se autores como Franzoi e Fischer (2009), Saviani (2007), além de periódicos disponíveis na Plataforma CAPES. Foi possível constatar que há um consenso em relação aos conceitos que constituem as bases conceituais da EPT. Além da superação da dicotomia entre trabalho manual e intelectual através de práticas pedagógicas emancipatórias que formem o sujeito em suas capacidades múltiplas, proporcionando-o viver e agir em sociedade de maneira autônoma.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Roseanne Bruna dos Santos Araújo https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12048 Práticas pedagógicas com a poesia concreta na educação infantil 2023-11-23T22:26:09-03:00 Rosalina Rocha Araujo Moraes rosalina28@gmail.com Maria Valonia da Silva Xavier valoniaxavier@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este trabalho discute o uso da poesia concreta na educação infantil, promovendo reflexões sobre práticas docentes em duas instituições de educação infantil do município de Fortaleza, Ceará no âmbito de um projeto denominado “intercâmbio docente interinstitucional”. Tem como objetivo evidenciar o potencial da poesia concreta no trabalho pedagógico com crianças pequenas para uma educação estética e sensível. As reflexões apontam a potencialidade do trabalho com a poesia concreta na educação infantil, destacando: o interesse das crianças pelas práticas propostas; as possibilidades de associação dessa linguagem com outras formas de arte; e a riqueza de possibilidades de experiências exploratórias, investigativas, criativas e estéticas. Conclui que a poesia concreta é uma possibilidade viável e adequada de trabalho literário com bebês e crianças pequenas, favorecendo a promoção do interesse pela leitura e pela poesia, além de proporcionar ricas experiências lúdicas, imaginativas e criadoras às crianças.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Rosalina Rocha Araujo Moraes, Maria Valonia da Silva Xavier https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12065 O luto simbólico de universitários diante das perdas educacionais do cenário pandêmico 2023-11-26T10:35:34-03:00 Isabela de Jesus Freitas isabelafreitas@alu.ufc.br Tania Vicente Viana coordenadorataniaviana@gmail.com <p>O presente artigo objetivou identificar de que forma o luto simbólico pelas perdas educacionais<br>durante e pós-pandemia da Covid-19 impactou a jornada acadêmica de estudantes universitários<br>e de que forma eles têm interpretado e significado esse luto. Para tanto, foi realizada uma pesquisa<br>de campo com uma amostra intencional de quatro estudantes universitários de dois cursos<br>diferentes em semestres distintos, todos de universidades públicas. Os dados, coletados através<br>de formulário eletrônico, foram analisados através da hermenêutica. A fundamentação teórica foi<br>composta por artigos e documentos sobre o Ensino Remoto Emergencial e luto simbólico. Através<br>da interpretação das respostas dos participantes, concluiu-se que, para além das perdas concretas,<br>as perdas simbólicas relativas ao espaço, ao tempo e ao campo das experiências tiveram impacto<br>na forma que esses estudantes percebem sua jornada educacional. Assim, torna-se imprescindível<br>considerar as implicações de um período tão repleto de sofrimentos e perdas imensas na Educação<br>pós-pandemia.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Isabela de Jesus Freitas, Tania Vicente Viana https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12028 O Lorax (2012): um recurso pedagógico na educação ambiental 2023-11-22T10:15:31-03:00 Yatamuri Rafaelly Cosme da Silva yatamurirafaelly@gmail.com Thaise Maiara Rodrigues Gama tthaisegama@gmail.com Gutemberg de Castro Praxedes gutembergcastro@uern.br <p>A educação ambiental frequentemente é abordada de modo efêmero e superficial. Nessa perspectiva, <br>faz-se necessário discutir sua relevância, possibilitando práticas dinâmicas e lúdicas a fim de construir <br>conhecimentos mais profundos, instigando o interesse dos alunos. Utilizando como recurso didático o <br>filme O Lorax: em busca da trúfula perdida (2012), o presente artigo propõe a reflexão sobre a relação <br>entre consumismo e educação ambiental com estudantes das séries iniciais do ensino fundamental. <br>Caracterizando-se como qualitativa e exploratória, com enfoque bibliográfico, a pesquisa fundamentase em Rosa (2000), Bauman (2001), Silva (2015) e Soares e Souza (2018), buscando evidenciar a <br>utilização de filmes e vídeos nas práticas educativas, fomentando discussões necessárias sobre o meio <br>ambiente. Por fim, conclui-se que o filme proposto apresenta-se como um recurso didático promissor <br>na prática da educação ambiental, permitindo a dinamização do processo de ensino-aprendizagem e <br>sensibilização ambiental dos educandos.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Yatamuri Rafaelly Cosme da Silva, Thaise Maiara Rodrigues Gama, Gutemberg de Castro Praxedes https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12039 CAP/AP: vivências na perspectiva inclusiva 2023-11-23T18:26:05-03:00 Marcinete Ferreira Moreira marcinetefm@gmail.com Kelem Costa Dos Santos dossantoskc@hotmail.com Luis Alexandre Lemos Costa luisalexandre@unifap.br <p><span style="font-weight: 400;">O estudo tem como objetivo relatar a experiência do trabalho desenvolvido com familiares de estudantes com deficiência visual, que realizam o atendimento educacional especializado no Centro de Apoio Pedagógico à Pessoa com Deficiência Visual - CAP/AP. Desenvolveu-se um relato de experiência sobre as atividades pedagógicas realizadas com os familiares dos estudantes atendidos pelo CAP/AP, utilizando como método uma abordagem qualitativa. Resultados: as atividades desenvolvidas com os familiares contribuíram para a inclusão do estudante com deficiência visual, bem como a construção de conhecimentos na área da deficiência visual, possibilitando uma relação de colaboração entre essas famílias, estudante e o Centro. Conclusão: O CAP/AP é um centro de ensino, que desenvolve conhecimentos científicos, sociais, na área da deficiência visual. Desse modo, essa experiência com os familiares proporcionou um retorno positivo quanto à aprendizagem dos estudantes com deficiência visual.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Marcinete Ferreira Moreira, Kelem Costa Dos Santos, Luis Alexandre Lemos Costa https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12046 Os desafios da gestão escolar democrática: recorte de uma experiência numa instituição pública na cidade de Juazeiro do Norte-CE 2023-11-23T22:04:10-03:00 Maria Clarice da Silva maria.clarice@seduc.juazeiro.ce.gov.br <p>Este artigo tem como tema os desafios da gestão escolar democrática: Recorte de uma experiencia numa instituição pública na cidade de Juazeiro do Norte-Ce. Tem como objetivo geral apresentar os desafios enfrentados pelo gestor administrativo das escolas; Partimos como objeto de investigação uma revisão bibliográfica e experiencia enquanto gestora na referida instituição. Abordaremos uma gestão democrática pensando coletivamente que requer tomada de decisões sustentada no diálogo, na participação e construção coletiva de regras e procedimentos com questões norteadoras de uma gestão escolar democrática.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Roberta Oliveira, Maria Clarice da Silva https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12051 Sequências Didáticas e enfoque CTSA: uma intervenção com a temática “Lixo” 2023-11-23T22:54:26-03:00 Acássio Paiva Rodrigues acassio.paiva@ufpe.br Francisco Igor Alves Rodrigues franciscoigoralves@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Os conteúdos acerca do conhecimento científico, no contexto da Educação Básica, têm sido apresentados aos discentes de modo descontextualizado, com ênfase apenas em aspectos teóricos. Nesse cenário, a disciplina de Ciências é conhecida por apresentar um caráter acrítico e sem o emprego adequado da contextualização. Essas são características que contribuem para uma aversão que prevalece entre os estudantes no tocante ao estudo desta disciplina e incitam o desenvolvimento de discussões acerca do ensino de Ciências, que é a grande dificuldade dos alunos no processo de aprendizagem dos conteúdos desta disciplina. Diante do exposto, buscou-se desenvolver uma Sequência Didática (SD) baseada no enfoque CTSA, com alunos do ensino fundamental, a partir do conteúdo Lixo. Utilizamos a contextualização e novos recursos didáticos. Observou-se que o emprego dos recursos foi promissor e obteve-se bons resultados.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Acássio Paiva Rodrigues, Francisco Igor Alves Rodrigues https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12129 O papel da escola no combate ao racismo estrutural 2023-12-01T17:39:43-03:00 Maria Cibelle Moreira de Araújo cibellesocial86@gmail.com Jorge Luís de Oliveira Gomes jorgeoliveiragomes@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O Brasil é um país que não possui uma característica que o identifique assim como outros países, Alemanha por exemplo. Isso porque o Brasil tem em sua base originária vários não uma só “raça”, mas está assentada em várias culturas diferentes, como os povos indígenas, africanos e portugueses que constituem os alicerces do Brasil. Foi a partir da fusão desses povos que o Brasil foi concebido, contudo, há certa resistência em se reconhecer como um povo miscigenado, pelo menos por parte de uma grande parcela da população. O fato é que o Brasil mesmo sendo simbioticamente unido a África e ao negro tem dificuldade de entender esse fato, o que faz com que muitas práticas e discursos racistas sejam produzidos e reproduzidos.&nbsp; A miscigenação não é suficiente para erradicar o racismo e hoje já podemos falar de racismo estrutural como um desdobramento das práticas racistas, se não seu sofisticamento. De modo que o objetivo deste trabalho é mostrar que o nascedouro do racismo está no processo de colonização, retornando assim às suas origens históricas. Para então poder diagnosticas quão profundas são suas raízes na construção da sociedade brasileira, deste modo, poderemos entender qual papel a escola ocupa no processo de formação e construção de uma nova mentalidade que atue a formação de indivíduos mais conscientes de suas origens.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Maria Cibelle Moreira de Araújo, Jorge Luís de Oliveira Gomes https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12037 Adoecimento docente na perspectiva de professores de Itarema-CE 2023-11-23T18:08:44-03:00 Sandro Abner Severiano dos Santos sandro.abner@gmail.com Thaís de Sousa Florêncio thaises.f@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O artigo pretende analisar fatores que indiquem adoecimento entre os professores e averiguar se, na realidade da rede municipal de ensino de Itarema-CE, o adoecimento psíquico está presente nos discursos das professoras entrevistadas como causa de afastamento docente. Trata-se de uma pesquisa de campo com metodologia qualitativa exploratória no qual utilizamos a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de informações. A análise de conteúdo foi a técnica escolhida para a análise de dados. Constatou-se que as professoras entrevistadas percebem o adoecimento psíquico no cotidiano laboral. Além disso, percebeu-se que, ao se afastarem para tratarem de sua saúde, os docentes, ao retornarem às suas atividades, reencontram ambientes adoecedores pouco ou nada modificados. Concluímos que há uma necessidade de reorganização das estratégias políticas da Secretaria Municipal de Educação e das estratégias pessoais e coletivas utilizadas para o restabelecimento da saúde do trabalhador docente.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Sandro Abner Severiano dos Santos, Thaís de Sousa Florêncio https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12044 História de vida e formação: narrativa autobiográfica e reflexões sobre a reinvenção de si 2023-11-23T21:45:10-03:00 Andressa Karoline de Castro Gomes prof3andressa@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este relato de experiência é uma reflexão sobre a história de vida da autora, explorando a subjetividade, as memórias e as vivências, no seu processo formativo. Ao adotar uma abordagem subjetiva, foi possível reconstruir uma imagem clara e inspirada de si mesma, revelando dificuldades e superações. A subjetividade desempenha um papel fundamental neste relato, pois expressa a interpretação única de eventos e situações que permeiam sua história de vida. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é permitir o entendimento de que ao revisitar o passado e olhar para trás estabeleço fortes conexões com o passado recente, como um meio de resistência, empoderamento e a certeza daquilo que quero ser hoje: docente. Essa jornada de autoconhecimento mostrou a importância de abraçar a própria história, com todas as suas particularidades. Ao trazer à tona emoções, pensamentos e sentimentos, convida-se aos\às leitores\as a se conectarem com essa história na expectativa de inspirar outros/as a explorar suas próprias histórias, abraçar sua subjetividade e encontrar significado em suas experiências pessoais.</span></p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Andressa Karoline de Castro Gomes https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/12049 Sala de aula invertida: temas transversais como estratégia ao protagonismo estudantil pós-pandemia 2023-11-23T22:34:41-03:00 Suellen dos Santos Cruz suellensscruz@gmail.com Karilane Maria Silvino Rodrigues karilane.rodrigues@unifap.br <p>Este relato é resultante das experiências vivenciadas, após o período emergencial causado pelo novo coronavírus, com foco no protagonismo estudantil. Nesse sentido, tem por objetivo refletir e analisar o desenvolvimento do protagonismo de alunos do Ensino Fundamental II, através do uso da metodologia de Sala de Aula Invertida e do debate sobre os Temas Contemporâneos Transversais, com a macroárea Meio Ambiente. Trata-se de uma experiência vivenciada no ano de 2022, no componente curricular Língua Portuguesa, em uma escola da rede pública estadual do Amapá. A experiência foi desenvolvida no período de 18 a 29 de abril e utilizou-se do uso das metodologias ativas. Como resultados satisfatórios, os estudantes demostraram maior autonomia nas aulas, apresentações, curadoria de conteúdos, debates e resoluções de problemas. Considera-se que essa experiência desenvolveu alunos mais compromissados com aprendizagem individual e coletiva.</p> 2024-01-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Suellen dos Santos Cruz, Karilane Maria Silvino Rodrigues