As Contribuições do pedagogo para a promoção da integralidade da atenção e do cuidado prestados a adolescentes de semiliberdades no Distrito Federal

  • Alex Leonardo Ribeiro Universidade de Brasília (UnB)
  • Clélia Maria de Sousa Parreira Ferreira Universidade de Brasília (UnB)
  • Oviromar Flores Universidade de Brasília (UnB)

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir as contribuições do pedagogo como membro de equipes multiprofissionais, que têm como atribuições a garantia do cuidado e da atenção integral de adolescentes em conflito com a lei. Nesse sentido, busca caracterizar a integralidade em saúde no regime de semiliberdade; especificar o papel do pedagogo em atuação em espaços não escolares; verificar as interrelações entre equipe de trabalho e adolescentes e as relações entre socioeducação e integralidade em saúde. O universo de estudo foi constituído pelas equipes técnicas, de socioeducadores e de gestores, com atuação nas três unidades de semiliberdade do Distrito Federal. A pesquisa realizada teve uma natureza qualitativa, e o estudo de caso como método de pesquisa adotado, se configurando como um estudo de caráter descrito e exploratório, havendo pesquisa com o universo das três casas de semiliberdade do DF. As técnicas e instrumentos de coleta de dados constaram de análise documental; revisão bibliográfica; observação participante e entrevistas semiestruturadas.

 

Palavras Chave: semiliberdade, menor infrator, pedagogo, integralidade.

Biografia do Autor

Alex Leonardo Ribeiro, Universidade de Brasília (UnB)

Mestre em Ciências e Tecnologias em Saúde pela Universidade de Brasília (UnB).

Clélia Maria de Sousa Parreira Ferreira, Universidade de Brasília (UnB)

Professora da Universidade de Brasília. Doutora em Psicologia pela UnB.

Oviromar Flores, Universidade de Brasília (UnB)

Professor da Universidade de Brasília. Doutor em Ciências da Saúde pela UnB.

Publicado
2019-03-09
Seção
Crise da educação em tempos de neoconservadorismo