A França colonial, Santo Domingo e o Haiti (1630 – 1843)

O modelo perfeito de dominação colonial e neocolonial

Palavras-chave: Colonialismo, Neocolonialismo, Acumulação de capital, Haiti

Resumo

Este artigo propõe uma investigação histórica sobre o colonialismo e o neocolonialismo como modelos de exploração do Haiti pela França. Fontes históricas são usadas para mostrar que o Haiti tem sido o laboratório perfeito para experimentar e refinar esses modelos. O primeiro foi experimentado por meio de relações coloniais de produção, enquanto o segundo estabeleceu relações neocoloniais, permitindo à França acumular riqueza à custa dos haitianos.

Biografia do Autor

Jhon Kelly Monacé, Universidade Federal do Tocantins

Graduação em Sociologia e mestrado em Ciências Sociais (História) pela Université d'État d'Haïti  (Universidade do Estado do Haiti), Doutorando em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins - Planejamento Urbano e Regional/Demografia, com linha de pesquisa: Economia, Planejamento e Desenvolvimento Regional. É Bolsista do Programa de Alianças para Educação e a Capacitação da Organização dos Estados Americanos e o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras– PAEC OEA/GCUB e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES.

Waldecy Rodrigues, Universidade Federal do Tocantins

Graduação em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), mestrado em Economia pela Universidade de Brasília (UnB), Doutorado em Estudos Comparados de Desenvolvimento (UnB) e Pós-Doutorado em Economia (UnB). Professor do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins e Coordenador Adjunto de Programas Profissionais da Área de Planejamento Urbano e Regional no Brasil.

Nilton Marques de Oliveira, Universidade Federal do Tocantins

Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá – UEM, Mestrado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa - UFV e Doutorado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Toledo - PR. Professor do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PGDR/UFT) e do curso de Ciências Econômica da Universidade Federal do Tocantins.

Publicado
2020-06-08