Além do testemunho: direito internacional, genocídio e colonização da Palestina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v20i42.12680

Palavras-chave:

Palestina/Israel, Autodeterminação, Colonialismo, Ocupação Militar, Direito Internacional

Resumo

Este artigo parte das recentes iniciativas contra Israel na Corte Internacional de Justiça para discutir o papel do direito internacional e alguns dos fatores que impedem a realização de uma paz justa assente na realização do direito dos palestinos à autodeterminação. Numa perspectiva crítica marxista, o artigo argumenta que certas conquistas são insuficientes se limitadas a um caráter simbólico e
devem ser concretizadas no plano político.

Biografia do Autor

Moara Assis Crivelente, Universidade de Coimbra

Doutoranda em Política Internacional e Resolução de Conflitos e pesquisadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Membro da Direção Executiva do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ). Email: moaracrivelente@ces.uc.pt

Downloads

Publicado

04-06-2024

Como Citar

CRIVELENTE, M. A. Além do testemunho: direito internacional, genocídio e colonização da Palestina. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 20, n. 42, p. 185–218, 2024. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v20i42.12680. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/12680. Acesso em: 19 jul. 2024.