Pensar Palestina, pensar Brasil: imperialismo, colonialismo e militarização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v20i42.12494

Palavras-chave:

Brasil, Imperialismo, Colonialismo, Militarização, Israel-Palestina

Resumo

Este artigo consiste num estudo de caso que analisa intersecções entre o contexto brasileiro e o palestino. O recorte temporal é de 2022-2023 a fim de cobrir acontecimentos recentes. Entre as principais conclusões, ressaltamos que o povo palestino e a população favelada do Rio de Janeiro vivenciam contextos semelhantes de ocupação, militarização e agressão policial, marcados pela impunidade e pela violência estatal.

Biografia do Autor

Kelvin Araújo da Nóbrega Dias, UEPB

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Bacharel em Relações Internacionais pela UEPB. E-mail: kelvinkand@gmail.com

Filipe Reis Melo, UEPB

Doutor em Ciência Política pela Universidad de Deusto (Espanha). Professor Associado da graduação e do programa de pós-graduação em Relações Internacionais da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Pesquisador do Mídia e Opinião Pública nas Relações Internacionais (MOPRI) e do Centro de Estudos Avançados em Políticas Públicas e Governança (CEAPPG). E-mail: filipe.reis@servidor.uepb.edu.br

Downloads

Publicado

04-06-2024

Como Citar

ARAÚJO DA NÓBREGA DIAS, K.; REIS MELO, F. Pensar Palestina, pensar Brasil: imperialismo, colonialismo e militarização. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 20, n. 42, p. 313–342, 2024. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v20i42.12494. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/12494. Acesso em: 19 jul. 2024.