Trabalho, dinheiro e fetichismo

  • Osvaldo Coggiola Universidade de São Paulo

Resumo

O referido texto busca empreender uma análise acerca da categorias marxianas: trabalho, dinheiro e fetichismo. Para tal empreendimento recorrerá às obras clássica do próprio Marx.

Biografia do Autor

Osvaldo Coggiola, Universidade de São Paulo

Doutor em História Comparada das Sociedades Contemporâneas pelo Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales. Professor Titular da Universidade de São Paulo (USP).

Referências

MARX, K. O Capital. Brazilia: Civilização brasileira, 2013.
MARX, K. Trabajo Asalariado y Capital. Pequim, Ediciones en Lenguas Extranjeras, 1976.
MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. São Paulo, Martins Fontes, 1998.
TORRES, J. C. B.. Valor e Forma de Valor. São Paulo, Símbolo, 1979.
RIEZNIK, P. Trabalho, economia e antropologia. Entre Passado & Futuro nº 2, São Paulo, Xamã-CNPq, setembro de 2002.
Publicado
2018-10-08
Como Citar
Coggiola, O. (2018). Trabalho, dinheiro e fetichismo. Cadernos Do GPOSSHE On-Line, 1(1), 171-207. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CadernosdoGPOSSHE/article/view/489
Seção
Demanda Contínua